terça-feira, 16 de maio de 2017

Organize sua vida da mesma maneira que organiza as suas viagens




"Organize sua vida da mesma maneira que organiza as suas viagens" - E assim, dias atrás, levei um pequeno soco no estomago numa manhã de treinamento. 


Já perdi as contas de quantos treinamentos participei esse ano. Isso porque, em cumprimento ao que estabeleci para a minha vida nos próximos 10 anos exigirá de mim mais disciplina, foco, conhecimento e resultados assertivos. Talvez por isso esse treinamento foi tão significativo. 

Por N motivos ano passado tive uma mudança de mindset e resolvi fazer diferente do que vinha fazendo, ou seja, trabalhar menos e ter mais resultados. 

Quando ouvi a palestrante falar sobre organização de viagens me identifiquei imediatamente. Em partes porque uma das minhas maiores motivações é viajar. 

Começo a organização de uma viagem ainda no avião, de volta para casa. Sou tão apaixonada em planejar minhas viagens que muitos meses antes já tenho tudo pronto: Escolha do destino, passagens pagas, programação, dicas, hotéis, locação e etc. Até mesmo quando o plano é não ter planos, como na última viagem, eu acabo planejamento o básico. 

Naquele dia fiquei pensando sobre o assunto. "Organizar a vida como organizo minhas viagens". Por que é tão prazeroso organizar uma viagem e nem tanto a nossa vida? por que buscamos desculpas para procrastinar nossa carreira, nossa saúde, nossas realizações pessoais, nossas finanças, o encerramento de um ciclo, a abertura de um negócio, a mudança de emprego, de relacionamento, de vida? Por que não planejar a vida da mesma forma? com prazos, roteiros, companhias, paisagens e entretenimento? 

Algumas pessoas podem dizer: "Simara, o futuro a Deus pertence. Não podemos controlar o destino". Acontece que planejar a vida não significa controlar cada passo e viver como um robô autoprogramado. Planejar significa saber onde estamos, aonde queremos chegar e como chegaremos - perceba que é exatamente como organizar uma viagem. 



Com base nessas reflexões, compartilho algumas dicas que podem ser úteis: 

Reserve um tempo para pensar: Quando você decide viajar imagino que o primeiro passo seja pesquisar e isso exige tempo para buscar informações. Faço o mesmo ao planejar a sua vida. Reserve um tempo, sozinho, para pensar sobre as possibilidades, oportunidades, GAPs e anseios. Deixe os pensamentos surgirem e anote aquilo que for relevante. 


Determine seus interesses e objetivos: Quando se organiza uma viagem é natural surgir perguntas do tipo: Quero verão ou inverno? praia ou neve? aventura ou sossego? Ao começar o planejamento da sua vida o critério é o mesmo. Verifique quais são seus interesses e veja se estão alinhados aos seus objetivos. Lembre-se que os objetivos podem ser alterados, adaptados ou cancelados - igualmente como em uma viagem - se você perceber que não estão mais de acordo com seus interesses, simplesmente mude a rota. 

Foque no que traz felicidade e paixão: A primeira vez que li o livro "comer, rezar amar" da autora Elizabeth Gilbert, fiquei tão apaixonada por sua experiência que coloquei como meta para a próxima viagem: "Conhecer a Itália exatamente como descrito no livro". Resultado: algum tempo depois lá estava eu na Itália refazendo os mesmos caminhos que a autora descreveu. Planeje os passos que precisará dar para atingir o seu objetivo. É maravilhoso quando nossos sonhos são se tornam realidade. 

Inclua inspiração nos seus pensamentos diários: Sonhar com o dia da viagem e como será cada lugar, cada experiência não é maravilhoso? E que tal se você fizer o mesmo na sua vida. Independentemente da vida estar corrida e com tantos desafios prospecte seus objetivos e os resultados dos seus planos. Mentalize e saboreie cada momento, como se ele já existisse. Além de ser física quântica pura, motiva na busca por melhores resultados. Lembre-se: você atrai aquilo que transmite. 

Seja criativo: Geralmente há muitas formas de atingir um objetivo. Quando decido viajar e o orçamento está apertado logo penso: O que eu preciso fazer para conseguir esse valor? Nessas horas surgem ideias maravilhosas e que me aproximam da minha meta. Quer um exemplo? Anos atrás estava trocando meu veículo e com parte do dinheiro na mão para dar de entrada. Escolhi o carro e passei o valor da entrada no cartão de crédito, que convertido em milhas possibilitou a compra dos bilhetes aéreos. Tente pensar em todas as formas possíveis de criar uma jornada interessante para você. Pensar num plano B pode ser a solução. 

Estabeleça objetivos diários - Adoro pesquisar os lugares que visitarei. Acesso blog, assisto vídeos no youtube, converso com amigos que foram para aquele lugar. Com isso tenho o gostinho da realização regularmente e me ajuda a conseguir estabelecer minhas metas. O mesmo acontece no planejamento da nossa vida. Tente criar objetivos pequenos para que consiga chegar mais perto de seu objetivo principal. 


Mude seus hábitos - Bilhetes comprados, metas estabelecidas, é preciso mudar hábitos. Compras fúteis, saídas necessárias, gastos acima do previsto são um verdadeiro sabotador. Se for necessário, até escondo meu cartão de crédito de mim mesma. Não são poucas as pessoas que vivem reclamando que não conseguem viajar porque "não sobra dinheiro". Essas pessoas geralmente esperam que as soluções para seus problemas caiam do céu. Coincidência ou não o mesmo acontece com o planejamento da vida? Por que alguns "chegam lá" e outros não? Pare de olhar a grama do vizinho e estabeleça a suas próprias metas. Conheço gente que ficou anos comendo marmitinha, mesmo tendo "dinheiro sobrando"  para conseguir comprar o carro dos sonhos. Algum demérito ou futilidade nisso? Eu acho que não. 

Seja planejando uma viagem ou a sua vida, você nunca mais retornará ao mesmo estado mental e espiritual, isso porque sempre há algo novo para aprender e conhecer. Como será essa viagem, aí é você quem estabelece. 

Um abraço e uma boa viagem! 

Simara Rodrigues

Nenhum comentário:

Postar um comentário