quarta-feira, 26 de outubro de 2016

Último evento do SEB fala sobre influência e escolhas


Ontem aconteceu o último encontro do ano promovido pela Comissão de eventos do curso de Secretariado Executivo Bilíngue da UNIP. A programação escolhida teve como objetivo destacar o poder das nossas escolhas e como, ao longo de nossa carreira, influenciamos as pessoas que nos rodeiam. 


Particularmente, como mencionado pela palestrante Carolina Passarelli, acredito que 50% é competência e os outros 50% é relacionamento. Ou seja, influenciar diferentemente de manipular, significa trabalhar com seriedade, mantendo uma imagem positiva e reputação inquestionável. 

Ao longo de sua fala, Passarelli trouxe dois autores que abordam muito bem o assunto: Dale Carnegie e Robert Greene. Para quem acredita que relacionamento é a base para o sucesso, os dois autores podem contribuir. 

Quem também abrilhantou nossa noite foram aos alunos Alex, Telma e Vanessa do 2o, 4o e 6o semestre, respectivamente. O Debate possibilitou conhecer um pouco mais sobre a história de sucesso dos alunos, suas trajetórias e experiência na área. Embora com vivências e experiências distintas, percebi que a maior semelhança entre eles está na paixão pelo que fazem e nos objetivos bem direcionados. 

Foi uma noite muito especial, com pessoas motivadas e inspiradas. 

Desejo, sinceramente, que nossas escolhas sejam as melhores - que nos tragam felicidade - e que possam definir o nosso futuro.

Abaixo compartilho a entrevista com a Vanessa Lopes:


Como surgiu o interesse pela profissão de Secretariado Executivo? 

O meu interesse pela profissão de Secretariado Executivo surgiu quando estive em intercâmbio cultural na República da Irlanda. Foi uma experiência ímpar de mais de cinco anos vivendo no Condado de Roscommon, aprendendo o idioma e vivenciando a cultura local. Embora eu atuasse em serviços informais e autônomos, como por exemplo, Cleaner, Grocery assistant, Carer e Baby Sitter, eu tinha o enorme desejo de seguir uma carreira profissional em que eu pudesse aliar os meus conhecimentos adquiridos com a língua inglesa e uma profissão que eu tivesse afinidade, foi então que resolvi fazer uma oração pedindo orientação a Deus e logo após uma simples pesquisa na internet eu conheci o curso de graduação em Secretariado Executivo Bilíngue e a partir daquele dia, eu tracei o meu objetivo profissional, decidi que eu faria tudo para ser uma excelente profissional de secretariado executivo bilíngue ou trilíngue.

Fale sobre a sua trajetória profissional e suas principais conquistas

Após definida a minha escolha profissional eu voltei ao Brasil com meu esposo e filho em dezembro de 2013. Neste período eu comecei a procurar emprego na área administrativa que envolvesse a língua inglesa, pois eu sabia exatamente qual o caminho queria trilhar. Pesquisei também algumas faculdades que ofereciam o curso de secretariado e encontrei quatro ou cinco instituições que ofereciam o curso em Brasília na época, foi então que cheguei na UNIP. Prestei vestibular em janeiro de 2014, pois queria ingressar o mais rápido possível, mesmo sem saber como financiaria os meus estudos a fé me movia a continuar prosseguindo. No mês seguinte eu fui chamada para uma entrevista na empresa Call Tecnologia para a vaga de Secretária de Diretoria, fui aprovada na seleção, no entanto a gerente de DH me fez uma oferta diferente naquela ocasião e eu fui contratada como Recrutadora Bilíngue por um período curto de tempo, até que estivesse apta para assumir a tão almejada vaga de Secretária! Ouvi diversas críticas do tipo: - Você prefere ser Secretária a Técnica de Desenvolvimento Humano? – Você vai só atender telefone e responder e-mails? – Acho que você tem perfil para ocupar um cargo melhor! Nesse instante eu respirei fundo e mostrei a essas pessoas o meu pertencimento à profissão.

O que você acreditar ser indispensável ao novo perfil profissional?

Eu acredito que é indispensável ao novo perfil de profissional de secretariado, dominar no mínimo dois idiomas, ser dinâmico, proativo, interessado, gestor, solucionador de conflitos, empreendedor e principalmente saber e querer fazer agindo com otimismo diante das situações mais adversas. Eu gosto muito da frase da professora Eliane Wanser, autora do livro “A Secretária que faz”, que diz: “Quando eu alio as minhas competências técnicas aos meus valores eu estou exercendo o pertencimento à profissão.” Nós profissionais de Secretariado precisamos ter a capacidade de pertencimento bem definidas.

Qual o maior desafio para quem escolhe seguir a profissão?

O maior desafio para quem escolhe seguir a profissão a meu ver é quebrar os paradigmas e os estereótipos impostos pela sociedade ao longo dos anos de que a secretária só tem capacidade para atender telefone, responder e-mails e servir cafezinho. Convencer o nosso chefe de que o profissional de secretariado é também um gestor tão bem capacitado quanto os próprios gerentes e que temos o poder de caminhar pelas diversas áreas da organização, ajudando na tomada de decisões da empresa.

O que o público deve esperar do Painel de Secretariado?

O Painel de Secretariado será o último evento do ano na área de Secretariado na UNIP. Logo, será fechado com “chave de ouro”. Não há nada mais gratificante do que conhecer pessoas que aliaram os seus conhecimentos técnicos e profissionais aos seus sonhos! Teremos além de muito conhecimento, algumas experiências valiosas que com certeza nos levarão a um patamar muito superior!

*Vanessa Lopes é graduanda em Secretariado Executivo Bilíngue pela UNIP. Possui o curso técnico avançado em Língua Inglesa pelo Instituto de Tecnologia de Athlone na Irlanda. Atuou no setor bancário por 3 anos e como secretária de Advocacia por 2 anos. Atualmente atua como Secretária de Diretoria na empresa Call Tecnologia em Brasília.
Aluna Nayara Fernandes - aluna do 5o semestre - nos presenteando com sua voz linda de viver!

 Cases de sucesso!


Carolina Passarelli 




*faltou a foto da Comissão... estou aguardando o envio :)

Nenhum comentário:

Postar um comentário