sábado, 10 de outubro de 2015

Seguir em frente

Nem sempre tudo foram flores. Em alguns momentos da minha vida foi preciso "vender o almoço para pagar o jantar". 

Ainda muito jovem, responsável pela criação do meu filho e arcando com as despesas da faculdade, não era nada fácil administrar meu orçamento. Aliás, eu não tinha orçamento suficiente para arcar com todas as despesas. Foi uma época muito difícil. 


Com isso, dependia, em muitas situações, da ajuda de amigos e de colegas de trabalho para necessidades básicas. Você alguma vez já chegou do trabalho e abriu a porta de casa e se perguntou como iria conseguir sair daquela situação? 

Tenho uma gratidão profunda pela vida e pelas pessoas que fazem parte da minha história. Não consigo imaginar como teria sido sem o apoio delas. 

Meu versículo preferido da Bíblia e que me acompanha todos os dias é o Salmos 37:5 - Entrega o teu caminho ao Senhor; confia Nele, e Ele o fará. E a vida vai me ensinando a entregar, confiar, aceitar e agradecer. 

Perseverança - Talvez seja essa a palavra que define essa fase. Por diversas vezes pensei em desistir e trancar a faculdade por não ter condições de manter o curso, mas como fazia estágio, seria como dar dar um tiro no meu pé. Hoje sei que cada escolha define nosso caminho e sou grata por ter conseguido seguir em frente.

E é quando achamos que chegamos no fundo do poço que encontramos forças para emergir e recomeçar. 

Uma das maiores dádivas é quando você começa a compreender que tudo aquilo que parece sombrio e falta de sorte na verdade é o universo te direcionando para o caminho certo. Mas tudo depende de como você encara. 

Alguns preferem murmurar e lastimar, outros decidem arregaçar as mangas e ir em frente. É uma questão de escolha. Sempre!

Um ótimo feriado,

Simara Rodrigues

2 comentários:

  1. Professora Simara,boa tarde! Confesso que há alguns dias tenho lido bastante suas postagens, que aliás muito interessantes, no entanto, este texto caiu como uma luva em minha vida para o momento em que me encontro. Não, não quero desistir de algo agora, até mesmo por estar terminando o curso de Secretariado. Quando digo que caiu como uma luva é simplesmente por eu estar num momento de inúmeros questionamentos, como: Meu Deus vou terminar o curso o que farei neste próximo ano???? Obvio que como qualquer outra pessoa tenho uma vida corrida, trabalho 8 horas diárias, tenho que cuidar da minha casa, do meu bebê, do meu esposo, estudar, entre outras coisas, o meu maior medo é de parar no tempo. Mas como você mencionou devemos arregaçar as mangas e seguir em frente. Achei excelente este texto. Meus parabéns!

    ResponderExcluir
  2. Olá Gizeli, fico feliz em poder contribuir e motiva-la. Posso afirmar que quando assumimos as rédeas da nossa vida e decidimos seguir em frente colhemos o fruto. É maravilhoso olhar para trás e pensar: valeu a pena! Um abraço e boa sorte na nova fase que se inicia em sua vida. Simara Rodrigues

    ResponderExcluir