sexta-feira, 23 de outubro de 2015

A comunicação Não-Violenta como melhores práticas secretariais

Ontem, 22/10/2015,  o Prof. Jefferson Sampaio esteve na Universidade Paulista - UNIP, campus Brasília e apresentou aos alunos do curso de Secretariado Executivo Bilíngue informações sobre "A comunicação Não-violenta como melhores práticas secretariais". 


E o que o tema tem a ver com Secretariado? TUDO, uma vez que o maior desafio da sociedade contemporânea não está em desenvolver habilidades técnicas, mas comportamentais. Compreender e respeitar o outro como ele é, sem pré-julgamentos ou rótulos e percebendo a necessidade por trás do comportamento. 




Durante a apresentação, o Prof. Jefferson destacou quatro elementos fundamentais nessa reconstrução: Observar sem julgar; identificar e expressar as necessidades (do outro e as minhas); nomear os sentimentos envolvidos (do outro e os meus) e a necessidade de se formular pedidos claros e viáveis.

A CNV atua em três níveis: intrapessoal, interpessoal e sistêmico – possibilitando o diálogo e a empatia, mesmo em situações e comportamentos desafiadores.

Tenho aprendido, ao logo dos anos, que quando desenvolvemos a CNV aprendemos a perceber nossas relações de maneira mais humanizada, proporcionando um ambiente seja ele familiar, educacional ou profissional mais transparente, respeitoso e sociável, o que consequentemente nos proporcionará mais qualidade de vida e relações fundamentadas. 

Colocar-se do lado do outro, percebendo suas emoções, fragilidades, sensibilidades, aflições e tudo mais que fica implícito é um processo de (re)aprendizagem visto que fomos condicionados a questionar, nos vitimar, nos defender e argumentar - sempre na postura de donos da razão - o que impossibilita aprimorarmos a simples habilidade de empatia e convivência com o outro.




Nenhum comentário:

Postar um comentário