sábado, 31 de outubro de 2015

Os 4C's da Marca Pessoal do Secretariado Executivo com Pepita Soler



Pessoal, 

Compartilho mensagem da Pepita Soler aos Profissionais de Secretariado de Brasília. 


O programa de educação continuada é totalmente focado na identificação do estilo pessoal de trabalho, buscando aprimorar competências e promover o autoconhecimento e habilidades para o secretário executivo.


Pepita Soler já atua há 20 anos no eixo Rio-São Paulo promovendo treinamentos específicos para nossa profissão, além de ser Diretora do Instituto Franklin Covey para o Brasil e América Latina.


Olá Profissionais da Área de Secretariado de Brasília! 

Ficamos contentes em comunicar o lançamento do Programa de Educação Continuada para o Secretariado Executivo em Brasília! 

E o curso inaugural, que será realizado no sábado, dia 14/novembro/2015, das 8h30 as 16h30, será: Os 4C's da Marca Pessoal do Secretariado Executivo. 

E o que são os 4C's? CONFIANÇA, CONECTIVIDADE, COMPETITIVIDADE, 
CRIATIVIDADE 

Ao final do curso estaremos criando estratégias de desenvolvimento, englobando: 

AUTO CONHECIMENTO: criando valor para a sua marca pessoal e destacando os seus diferenciais. 

GERANDO VISIBILIDADE: como gerar confiança, construir parcerias sinérgicas e ampliar o seu círculo de influência. 

Aproveitem a promoção exclusiva de lançamento do curso 4C's em Brasília: 
desconto 50%, saindo valor final por R$ 325,00. 

A taxa de inscrição do curso inaugural inclui: apostila, certificado, coffee break (1), sessão coaching online (1), webinar reforço aprendizagem (1). 

Pepita Soler, diretora e facilitadora do curso 4C's, é psicóloga organizacional, educadora e mestre em criatividade e inovação, especializada em secretariado executivo, com uma trajetória de mais de 20 anos em capacitar, ampliar as competências multiculturais, transformar e desenvolver secretárias na América Latina, EUA e Europa. 

Confira a qualidade do conteúdo programático e resume da facilitadora do curso 4C's no site: www.pepitassecretariesclub.com 

Quer participar? Faça o download da ficha de inscrição, preencha e envie para Central do Pepitas Secretaries Club: atendimento@pepitaconsultoria.com 

Será um grande prazer receber você no curso inaugural dos 4C's em Brasília! 

Um grande abraço, 


Pepita Soler Diretora Brasil e LATAM - Idea Connection Systems & Pepita Consultoria 
Tel.: +55 21 2579.0638 
e-mail: atendimento@pepitaconsultoria.com Site: www.pepitassecretariesclub.com

Planje sua carreira como planeja suas férias



Se nos organizamos para viajar, por que não fazemos o mesmo com a nossa carreira? 

Veja que interessante as dicas de Christine Yokoi sobre o assunto:


“Planejar a sua carreira é como planejar as suas férias”, disse Christine Yokoi, diretora de produtos para gerência de capital humano, ontem (28), no Human Capital Management Central, da Oracle OpenWorld em San Francisco, na Califórnia.

Ela usou a analogia de “jornada” para falar do desenvolvimento de carreira. “Quando você pensa em desenvolvimento de carreira, precisa pensar em uma série de coisas pensadas”. Veja cinco passos, segundo a Christine, para planejar a sua carreira (e as suas férias).

1º passo: para onde eu quero ir?

O primeiro passo das férias, assim como o primeiro passo do planejamento de carreira, é estabelecer uma meta: aonde você quer chegar? Quer ir passar as férias na praia ou no campo? O mesmo questionamento serve para a sua carreira. 

Você deve ser perguntar se: quer ser gestor ou técnico? Quer mudar de área ou continuar naquela em que você está? Onde seria um bom lugar para ir? Quais são as oportunidades de carreira que existem?

2º passo: como eu chego lá?

Para qualquer viagem, existem várias formas de transporte. Uns são mais rápidos e diretos, mas há outros caminhos que podem levar mais tempo, mas serão mais interessantes. “Quando eu penso na minha carreira e onde eu quero chegar, tenho que pensar qual caminho eu tenho que tomar para chegar nesse destino”, diz Christine. 


Você deve se perguntar se: na empresa aonde esta, há espaço para você chegar onde deseja? O caminho será rápido? Ou, mesmo sabendo que haverá um longo caminho pela frente, você acha que chegará lá e não está com tanta pressa?

3º passo: o que devo levar?

Quando você vai em uma viagem, tem que pensar quais são as coisas que podem te ajudar nessa viagem, que você deve levar na mala. Se for acampar, por exemplo, é bom ter uma lanterna ou um canivete. Se for para a praia, não pode esquecer o protetor solar. “Você não quer ter que levar coisas demais na sua bagagem, para carregar um peso desnecessários, mas também não quer que falte nada”, afirmar Christine. Na sua carreira, você tem que pensar quais são as habilidades e conhecimentos que precisa levar com você para chegar ao seu destino final. 


Você deve se perguntar se: tem todo o conhecimento que precisa para chegar onde quer? O que falta melhorar? Quais habilidades podem ser melhor desenvolvidas e como voce pode fazer isso?

4º passo: pegar dicas com quem foi para lá 

Quando você está planejando uma viagem para um lugar para o qual nunca foi, você pergunta para seus amigos e familiares que já foram para lá, procura reviews em sites de viagens e compra livros que falam sobre o destino para encontrar dicas e orientações. Na carreira, funciona do mesmo jeito. “É sempre muito produtivo conversar com pessoas que chegaram aonde você quer chegar, ler sobre a trajetória de carreira dessas pessoas e procurar livros e dicas de especialistas”, afimar Christine. 

Você deve se perguntar: quem pode ajudar você a ter uma trajetória mais assertiva e tranquila? Quem pode ensinar o caminho das pedras?

5º passo: traçar o mapa até o destino

Se você já tem o destino final, a forma como chegará lá, já fez as malas e pegou as dicas com quem esteve lá, é a hora de fazer o seu mapa de carreira. “É importante ter um mapa de carreira desenhado, para que você o cheque de vez em quando e tenha certeza que está no caminho certo”, diz Christine. 

Você deve se perguntar se: tem todas as outras etapas do processo de planejamento de carreira cumpridas? sabe aonde exatamente quer chegar ou deixa que a empresa seja a única responsável pela gestão da sua carreira?


sexta-feira, 30 de outubro de 2015

Feira Cultura da UNIP

Etimologicamente a palavra entusiasmo deriva do grego "enthousiasmos" - "ter um deus interior" ou "estar possuído por Deus". 


Segundo o dicionário (gr enthousiasmós) 1 Excitação da alma quando admira excessivamente. 2Arrebatamento. 3 Paixão viva; dedicação. 4 Alegria ruidosa. 5 Exaltação criadora que torna sublimes os poetas, os artistas e os oradores. 6 Inspiração.

O Entusiasmo, descreve o prazer, a paixão e a dedicação por algo. E é exatamente nesse estado que me encontro frente à coordenação do Curso de Secretariado Executivo Bilíngue da UNIP, Campus Brasília. 

Esta semana, tive o prazer de participar da Feira Cultural promovida pelos alunos do 5º e 6º semestre, sob orientação da Profa. Carina Oliveira, responsável pela disciplina Gestão Secretarial.

O objetivo do evento foi apresentar informações sobre alguns Países destacando hábitos protocolares, culturais e particularidades que influenciam no mercado de trabalho. E os grupos não mediram esforços e dedicação - desde à visita às respectivas Embaixadas até a pesquisa sobre o País. 

Para os Profissionais de Secretariado Executivo, foi uma oportunidade de compreender o papel e atuação no cenário globalizado e conhecer aspectos que impactam na Assessoria Executiva, pois embora pareça algo distante, conviver com diversas culturas é uma tendência deste século, o que significa dizer que trabalhar na área internacional de uma empresa seja ela pública ou privada ou assessorar um expatriado é mais comum do que se imagina. 

Foi ótimo poder oxigenar alguns conhecimentos e adquirir novos saberes o que endossa a máxima de Jack Welch “tudo o que você sabe é nada, diante do quanto você ainda pode aprender”.

Agradeço ao grupo por proporcionar esse "tour", oportunidade que parabenizo pelo empenho e dedicação. 

Um abraço, 

Simara Rodrigues


















sexta-feira, 23 de outubro de 2015

A comunicação Não-Violenta como melhores práticas secretariais

Ontem, 22/10/2015,  o Prof. Jefferson Sampaio esteve na Universidade Paulista - UNIP, campus Brasília e apresentou aos alunos do curso de Secretariado Executivo Bilíngue informações sobre "A comunicação Não-violenta como melhores práticas secretariais". 


E o que o tema tem a ver com Secretariado? TUDO, uma vez que o maior desafio da sociedade contemporânea não está em desenvolver habilidades técnicas, mas comportamentais. Compreender e respeitar o outro como ele é, sem pré-julgamentos ou rótulos e percebendo a necessidade por trás do comportamento. 




Durante a apresentação, o Prof. Jefferson destacou quatro elementos fundamentais nessa reconstrução: Observar sem julgar; identificar e expressar as necessidades (do outro e as minhas); nomear os sentimentos envolvidos (do outro e os meus) e a necessidade de se formular pedidos claros e viáveis.

A CNV atua em três níveis: intrapessoal, interpessoal e sistêmico – possibilitando o diálogo e a empatia, mesmo em situações e comportamentos desafiadores.

Tenho aprendido, ao logo dos anos, que quando desenvolvemos a CNV aprendemos a perceber nossas relações de maneira mais humanizada, proporcionando um ambiente seja ele familiar, educacional ou profissional mais transparente, respeitoso e sociável, o que consequentemente nos proporcionará mais qualidade de vida e relações fundamentadas. 

Colocar-se do lado do outro, percebendo suas emoções, fragilidades, sensibilidades, aflições e tudo mais que fica implícito é um processo de (re)aprendizagem visto que fomos condicionados a questionar, nos vitimar, nos defender e argumentar - sempre na postura de donos da razão - o que impossibilita aprimorarmos a simples habilidade de empatia e convivência com o outro.




Qual é o seu e-mail?



Outro dia conversando com uma amiga, Diretora de uma empresa de recrutamento, ela desabafou sobre o despreparo de alguns candidatos para o mercado de trabalho, a começar pelo e-mail de contato. 


Já imaginou receber um currículo com o e-mail: 


Esses são exemplos “leves” de alguns currículos enviados aos recrutadores que imediatamente são descartados. 

A elaboração de um bom currículo requer além de informações como nome completo, telefone de contato, objetivo, experiências profissionais e cursos o bom senso na construção das informações. 

Sinceramente, você acredita que terá credibilidade utilizando um e-mail provocativo ou com ares infantis? 

Saiba que as chances de causar uma 1ª boa impressão são criadas desde o primeiro contato e por isso, é preciso atenção a todos os detalhes. 

Portanto, se deseja causar uma boa impressão no mercado de trabalho vale a pena avaliar essa questão. 

Evite utilizar apelidos e codinomes. Minha sugestão é que opte pelo seu 1º nome e sobrenome: 




Lembre-se, uma empresa irá selecionar para a entrevista quem conseguir chamar a atenção por meio de um currículo bem elaborado. Portanto, é importante uma rigorosa correção ortográfica, observando as regras do português, e atenção aos detalhes. 

Sites como Vagas.com e Linkedin são ótimos para a construção de bons currículos. 

Boa sorte 

Simara Rodrigues 

quinta-feira, 22 de outubro de 2015

Vaga para estágio

SECRETARIADO EXECUTIVO
Empresa: privada –80073/Sem.: 4º ao 8º/ Vaga: 1/ Guará / Bolsa: R$ 900 +AT/ Conhec. Exigidos: Curricular. / Enviar currículos para: curriculos.iel@sistemafibra.org.br e no assunto coloque: 80073


Fonte:

http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/eu-estudante/tf_estagio/2015/10/11/tf_estagio_interna,501760/iel.shtml



terça-feira, 20 de outubro de 2015

Palestra gratuita na UNIP dia 22/10



Quer saber o que é comunicação não-violenta e qual a funcionalidade? Venha para a palestra com Prof. Jefferson Sampaio e descubra o que esta poderosa ferramente pode fazer.

Aguado você

Um abraço,

Simara Rodrigues

Estágio na CNI

Simplesmente uma ótima oportunidade!
Indico sem ressalvas 



O perigo da calça branca

Para os mais antenados não é segredo que o branco está em alta e tem sido uma peça muito utilizada no ambiente corporativo. Costumo dizer que tem sido um verdadeiro desfile de moda da calça branca. 


Particularmente acho chiquérrimo calça branca de alfaiataria que além de transmitir sofisticação é muito elegante. 

Entretanto, é preciso cuidado ao escolher a peça, que dependendo da forma que for utilizada pode ser um verdadeiro desastre. 

Por isso, a calça branca, é um risco considerando o manequim de cada indivíduo e o bom senso, o que significa dizer que a calça branca não pode ser utilizada por qualquer pessoa. 

Sendo assim, entre outros cuidados, é importante observar o tecido e o corte adequado para o ambiente de trabalho. Está fora de cogitação calças com tecido de algodão - daquelas que funcionam como uma espécie de raio X humano. bem como como aquelas calças à vaco. Sim, aquelas que quando a pessoa respira corre o risco de rasgar ou ter um botão pulando no meio da reunião. Sinceramente, precisa disso?

Opte por um corte reto, sem rasgos, com um tecido de bom caimento. E sobretudo, observe o seu corpo. Afinal, como bem sabemos, as cores escuras tendem a diminuir as medidas enquanto as claras trazem um efeito contrário. 

Gosto do dizer que a melhor roupa não é aquela da moda, mas aquela que você se sente bem e confortável. Estilo fala muito mais sobre você do que qualquer nova temporada. 

Seja em cores claras ou escuras a “elegância é a arte de não se fazer notar, aliada ao cuidado sutil de se deixar distinguir” - Paul Valéry. 

Esta semana li um artigo da Profa. Rosimeri Ferraz Sabino que concordo em número, gênero e grau: 


Fonte imagem: 






segunda-feira, 19 de outubro de 2015

O poder da voz

Você já parou pensar qual é a impressão que as pessoas têm a seu respeito quando escutam sua voz? 


Saiba que assim como sua imagem, sua voz diz muito sobre o seu comportamento e personalidade. O tom de voz que utilizamos pode ser um trunfo para o crescimento profissional ou tiro no pé. 

Ter um tom de voz adequado não significa necessariamente falar baixo, assim como falar alto não significa firmeza. Para os especialistas, o tom de voz muito alto pode soar como autoritário e invasivo, além de deselegante. Por outro lado, a pessoa que fala muito baixo pode ser interpretada como insegura. Portanto, é preciso dosar o tom de voz de forma equilibrada, buscar sempre alcançar um tom agradável aos ouvidos dos outros e ao ambiente. 

Lembre-se que atualmente são raras as empresas que trabalham com um layout formado por salas individuais, portanto, é importante pensar o quanto o tom de voz pode influenciar no ambiente e no convívio com os colegas de trabalho. 

E então, qual é a impressão que as pessoas têm a seu respeito quando escutam sua voz?

#parapensar#




quinta-feira, 15 de outubro de 2015

vestibular da UNIP





Pessoal,

Estão abertas as inscrições para o vestibular da UNIP 


Em Brasília, o curso de Secretariado Executivo Bilíngue será oferecido em dois turnos: Manhã e noite 

UNIP – Universidade Paulista

Inscrições abertas:

1ª) Prova Tradicional

17/10/2015 14:00
18/10/2015 09:30
21/10/2015 19:30
23/10/2015 19:30
26/10/2015 19:30
28/10/2015 19:30
31/10/2015 14:00

2ª) Prova Agendada

Até o dia 31/10/2015 11:00

3ª) ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio)

Onde estudar: São mais de 30 campis pelo Brasil - Bacharelado em Secretariado Executivo Bilíngue

Mais informações: www3.unip.br/vestibular/index.asp


Venha conhecer o curso e nossas Instalações! 

Feliz Dia do Professor



“Ninguém educa ninguém, ninguém educa a si mesmo, os homens se educam entre si, mediatizados pelo mundo”. É parafraseando o educador e filósofo pernambucano Paulo Freire que parabenizo todos os educadores que se dedicam à construção de uma sociedade mais justa. 




Não tenho dúvidas que a educação é transformadora e libertadora. Assim como não tenho dúvidas do papel e da influência que os meus professores exerceram e exercem sobre mim. Alguns, além de mestres, tornaram-se amigos e pessoas que me espelho.

Corroboro com Freire quando afirma que aquele que ensina aprende ao ensinar. E quem aprende ensina ao aprender. Por isso, sou grata, de todo o coração, aos meus queridos e eternos alunos pela infinita capacidade que têm de me fazer seguir em frente. Saibam que vocês são fontes inesgotáveis de incentivo.

Parabenizo ainda os profissionais de Secretariado que têm abraçado duplamente a profissão ao construir uma ponte entre a docência e o Secretariado. São profissionais como a Profa. Rosimeri Sabino que fazem a diferença e nos motivam a continuar escrevendo a nossa história. 

....”A educação constitui-se em um ato coletivo, solidário, uma troca de experiências, em que cada envolvido discute suas ideias e concepções. A dialogicidade constitui-se no princípio fundamental da relação entre educador e educando. O que importa é que os professores e os alunos se assumam epistemologicamente curiosos (FREIRE, 1998, p. 96). #parapensar#

Um abraço, 

Simara Rodrigues

quarta-feira, 14 de outubro de 2015

Vaga para estágio na área de Secretariado

Vaga para estágio na Funcef - 

Estagiário (6 horas) - A partir do 3.º Semestre - SECRETARIADO EXECUTIVO

Área de atuação: COSEC (Coordenação da Secretaria Executiva)

Cidade: Brasília

Horário de trabalho: 12:00 às 18:00

Descrição das atividades: Apoio administrativo na organização dos órgãos estatutários.

Conhecimentos necessários: Não é necessário possuir experiência.

Conhecimentos desejáveis: Noções de redação e técnicas de arquivamento.

Escolaridade: Superior incompleto

A inscrição deve ser feito no site: 

https://www.funcef.com.br/apl/bancodetalentos/vagas

domingo, 11 de outubro de 2015

05 coisas para agradecer

Há alguns anos uma amiga, muito querida, me aconselhou a escrever em um caderno tudo aquilo que eu desejava para a minha vida. Segundo ela, seria mais fácil "materializar" meus desejos. Achei a proposta interessante, pois além de me direcionar permitia focar em meus objetivos. Ainda hoje, muitos anos depois, mantenho esse hábito que vai além do dia 31/12, quando a maioria faz as suas promessas. 


Em complemento, há menos de um ano tenho feito outro exercício que aprendi em um dos livros que li. "O que eu sei de verdade" da Ophah Winfrey.

No livro, a autora sugere que todos os dias façamos o registro de 05 coisas pelas quais somos gratos. 

No começo parecia fácil. Afinal, temos muito a agradecer: pela família, pela saúde, pela moradia, pelo emprego, etc. Mas a medida que os dias vão se passando vai ficando difícil não ser repetitivo e identificar as 5 coisas a agradecer. 

Para mim, na época, gratidão tinha que ser algo extraordinário. Uma promoção, a aprovação de um projeto, uma viagem.... Mas a vida não é um bolinho de carne, como sempre diz uma amiga.

Então, chegava a noite e eu já ficava tensa. "Ai meu Deus, 05 coisas para ser grata hoje? Como se eu tivesse a obrigatoriedade de ter executado grandes feitos. Sempre exigi de mim mais que deveria. 

De repente, descobri que não precisava provar nada para ninguém e que o exercício significava apenas observar, reconhecer e registrar. 

A medida que parei de ser cruel comigo e comecei a exigir menos de mim foi libertador. Pude perceber que coisas simples podem trazer grande gratidão.

Em um dos dias eu escrevi no meu cardeninho cujo título era: 05 coisas que sou grata hoje:

Levar meu filho para a escola;

Comer a tapioca que a minha mãe fez;

Não pegar engarrafamento para trabalhar;

Tomar o café do Sr. João; (trabalhávamos juntos na época)

Ouvir um bom dia do vizinho (que não era muito gentil)

Segundo Ophah, as vezes estamos tão concentrados na dificuldade da nossa escalada que nos esquecemos de agradecer simplesmente por termos uma montanha para escalar. 

Quando você aprende a agradecer aquilo que você tem o universo retribui de forma surpreendente. 

um abraço, 

Simara Rodrigues 





sábado, 10 de outubro de 2015

Estágio no Senado Federal para a área de Secretariado

Pessoal, 

Oportunidade de estágio na área de Secretariado: 

Características gerais

O estágio é oferecido a estudantes de graduação, matriculados em instituição de ensino de nível superior que mantenha convênio com o Senado Federal.

Os candidatos ao estágio devem estar regularmente matriculados e com freqüência efetiva no curso de graduação, cursando, pelo menos, o 4º semestre e, no caso de Fisioterapia, o 6º semestre.

A duração do estágio é de 12 meses, podendo ser renovado por igual período sem, contudo, ultrapassar o limite máximo de 24 meses.

O estagiário deverá cumprir a jornada de 4 horas diárias e 20 horas semanais de atividades, distribuídas nos horários de funcionamento da unidade de lotação e compatíveis com a grade horária do aluno na instituição de ensino.

O estudante fará jus à bolsa de estágio mensal de R$ 1.120,00 (um mil e cento e vinte reais) e ao auxílio-transporte no valor de R$ 180,00 (cento e oitenta reais).

O estágio não acarreta vínculo empregatício de qualquer natureza com o Senado Federal.

Lei de Estágios, n.º 11.788, de 25 de setembro de 2008.


Mais informações e cadastro do currículo no link abaixo: 

http://www5.senado.leg.br/saes/listaUniv

Seguir em frente

Nem sempre tudo foram flores. Em alguns momentos da minha vida foi preciso "vender o almoço para pagar o jantar". 

Ainda muito jovem, responsável pela criação do meu filho e arcando com as despesas da faculdade, não era nada fácil administrar meu orçamento. Aliás, eu não tinha orçamento suficiente para arcar com todas as despesas. Foi uma época muito difícil. 


Com isso, dependia, em muitas situações, da ajuda de amigos e de colegas de trabalho para necessidades básicas. Você alguma vez já chegou do trabalho e abriu a porta de casa e se perguntou como iria conseguir sair daquela situação? 

Tenho uma gratidão profunda pela vida e pelas pessoas que fazem parte da minha história. Não consigo imaginar como teria sido sem o apoio delas. 

Meu versículo preferido da Bíblia e que me acompanha todos os dias é o Salmos 37:5 - Entrega o teu caminho ao Senhor; confia Nele, e Ele o fará. E a vida vai me ensinando a entregar, confiar, aceitar e agradecer. 

Perseverança - Talvez seja essa a palavra que define essa fase. Por diversas vezes pensei em desistir e trancar a faculdade por não ter condições de manter o curso, mas como fazia estágio, seria como dar dar um tiro no meu pé. Hoje sei que cada escolha define nosso caminho e sou grata por ter conseguido seguir em frente.

E é quando achamos que chegamos no fundo do poço que encontramos forças para emergir e recomeçar. 

Uma das maiores dádivas é quando você começa a compreender que tudo aquilo que parece sombrio e falta de sorte na verdade é o universo te direcionando para o caminho certo. Mas tudo depende de como você encara. 

Alguns preferem murmurar e lastimar, outros decidem arregaçar as mangas e ir em frente. É uma questão de escolha. Sempre!

Um ótimo feriado,

Simara Rodrigues

quinta-feira, 8 de outubro de 2015

Qualidade começa em mim

No post anterior mencionei sobre a prática de meditação que iniciei no ano passado, a partir da necessidade de mudar alguns padrões. Admito, sou workaholic e não sofro com isso. Definitivamente eu adoro trabalhar. 

E o que a meditação tem a ver com isso? Absolutamente tudo. 



Explico: 


A meditação, ao contrário do que muitos pensam, não significa ficar no topo de uma montanha com monges tibetanos entoando mantras, mas um estilo de vida que garante maior qualidade de vida. Os benefícios são inúmeros e entre eles: 

Redução do estresse

Redução da ansiedade 

Ganho de atenção e concentração

Redução da impulsividade

Qualidade do sono

Trabalhando 16 horas por dia, há momentos em que é preciso silenciar a mente que parece um turbilhão. Quando paro por apenas 05 minutos e medito consigo me concentrar mais no trabalho e sinto-me mais entusiasmada. E Aos poucos alguns medos vão desaparecendo. 

A meditação é autoconhecimento e seus efeitos, estudados desde a década de 70, revelam que a prática regular, sem a necessidade de vínculo com qualquer religião, contribui para o alivio do estresse e da ansiedade.

Atualmente estou lendo o livro “10 % mais feliz” do jornalista americano Dan Harris. 

No livro, Dan apresenta seu perfil workaholic, obcecado pela carreira e extremamente competitivo.  Sua rotina de trabalho o levam a um ataque de pânico em frente às câmeras de um programa de TV assistido por milhões de telespectadores. 

A partir do episódio, o jornalista relata sua experiência em busca de equilíbrio emocional e como conduziu seu novo estilo de vida, sem perder energia no trabalho. 

Longe de autoajuda, o autor compartilha de forma engraçada e por vezes debochada e hilária sua experiência, assim como suas descobertas e dúvidas sobre o assunto. 

Concordo e me identifico com o autor em muitos aspectos, principalmente em como a meditação está ligada ao controle emocional. É claro que a prática não transforma os indivíduos em seres celestiais imunes ao stress, a irritabilidade e falta de paciência.

A diferença é que conseguimos canalizar nossas emoções com mais consciência, mudando o modo de agir e enxergar o mundo. Você aprende a treinar sua mente e percebe que aquilo que tira o seu sono, às 03h da manhã de uma sexta-feira, não merece tanta importância. 

A quem possa interessar, iniciei minha prática na Sociedade vipassana de meditação. O espaço, que está localizado na Asa Norte (Brasília), oferece diversas atividades e algumas são gratuitas. O curso de meditação que fiz para iniciantes custa 70,00 e tem duração de três dias. 

Desejo que você encontre na meditação a mesma satisfação que encontrei.

Alguns livros que li este ano e indico: 

10% mais feliz - Dan Harris

A Mulher nos Jardins de Buda - Monja Coen

SEMPRE ZEN - Monja Coen

A sabedoria da Transformação - Monja Coen

Yoga para Nervosos – Hermógenes

Abaixo, um vídeo no qual Dan Harris fala sobre seu livro






Fonte: 

https://www.youtube.com/watch?v=YUiSy540IHc


quarta-feira, 7 de outubro de 2015

Quando as prioridades começam a mudar





Há exatamente um ano eu começava meu processo de mudança. Aos 25 anos fiz um planejamento para os próximos 10 anos. Naquele momento, estabeleci metas – ousadas - que desafiavam os meus próprios limites. Se seriam possíveis eu não poderia prever, mas fiz a minha parte. 

Minhas metas foram divididas em três áreas: Conhecimento, carreira e estabilidade financeira. Costumo dizer que a vida é feita de escolhas e cada indivíduo estabelece as suas prioridades. As minhas foram essas. 

Conforme planejado, aos 35 anos realizei tudo, exatamente tudo que estava previsto. É gratificante perceber que por meio de muita de dedicação, trabalho árduo e foco eu consegui alcançar os meus objetivos. 

Foi então que em outubro de 2014 eu me vi sem novos projetos, sem metas, sem objetivos e com uma enorme necessidade de priorizar outros campos, não contemplados no passado. Entre eles, estava qualidade de vida e saúde física e mental. Sabe quando você chega a um determinado lugar e diz: Pronto. E agora, o que vou fazer? A vida real não é tão simples como em um jogo de vídeo game que você simplesmente passa para a próxima fase. 

Comecei a sentir uma tristeza profunda e uma inquietação. Como assim não tenho mais planos? Eu murmurava. Minha carreira e minhas prioridades já não eram as mesmas e tinha a nítida sensação que precisava mudar. Oxigenar. Sair da minha zona de conforto. 

E foi então que conversando com uma amiga – por isso é tão importante cultivarmos boas relações – que surgiu a orientação: Por que você não faz sessões de coaching. Isso vai te ajudar. A partir dessa conversa comecei a pesquisar a respeito e me aprofundar no assunto. 

Marquei a 1ª consulta, ainda com certo ceticismo. A partir de então fui sendo orientada e preparada para uma nova fase. Daí em diante iniciei um processo interno de mudança e comecei a (re) pensar a minha vida. Como as consultas foram gravadas ainda ouço nossas conversas e é muito interessante perceber que aquilo que não tinha ideia de como seria, foi criando forma. 

Como mencionado anteriormente, entre as minhas prioridades para esta nova fase estava uma incrível necessidade de cuidar da minha saúde física e mental. Desde que ingressei no mercado de trabalho mergulhei de cabeça. Por isso, era comum trabalhar por longas e incansáveis horas o que me transformou em uma pessoa completamente sedentária. 

A cada novo desafio eu não hesitava, se preciso fosse, ficava até as 00:00 para aprender ou finalizar um determinado trabalho. Ainda me lembro, com muito carinho, quando assumi a vaga de Executiva de negócios e não sabendo nada sobre a área tive que trabalhar dobrado para acompanhar o ritmo dos meus pares e não decepcionar àqueles que depositaram confiança em mim. Foi incrível, mas exaustivo. Foram inúmeras as vezes que o meu Diretor se dispôs a me orientar tarde da noite e como um bom líder me direcionar. Era fascinante aprender mais e mais com ele. Foi uma das melhores experiências. 

Hoje, ainda com uma carga de trabalho pesada – 16 horas por dia – consegui inserir em minha rotina atividades físicas e meditação, sendo essa última responsável por grandes transformações. 

Ouvindo alguns trechos das gravações das sessões de coaching, eu pergunto ao coach: “Quando devo retornar?” E eles responde: “Em um ano. Isso, se tiver feito as mudanças propostas. Do contrário, não há necessidade de vir”. 

É chegada a hora de voltar!

terça-feira, 6 de outubro de 2015

Pare de procrastinar






Atualmente sofremos não mais da falta de informação, mas do exceto dela. Por isso é tão importante sabermos distribuir nosso tempo de forma organizada e planejada. 

Vez ou outra observo pessoas queixando-se da falta de tempo. 


"ah, não estudo porque não tenho tempo"

"Não participei do evento porque não tive tempo" 

"Ah se eu tivesse tempo!" 

"Quando eu tiver tempo vou me dedicar mais aos estudos" 

"não faço uma atividade física porque não tenho tempo"

"Adoraria ler um livro, mas não tenho tempo"

"meu dia tinha que ter 48 horas para dar conta de tudo" 


Fica combinado: Todos nós dispomos da mesma quantidade de horas. A distribuição é tão justa que cada individuo nasce com 24 horas - sem direito a negociação. Então, por que será que alguns fazem mais e outros menos? Qual o critério que um indivíduo utiliza para que o seu tempo seja mais produtivo? 

A chave dessa resposta está no tripé: Organização, planejamento e controle e sem esses três itens fica realmente impossível administrar o tempo. 

Com isso, vamos percebendo uma pandemia da procrastinação e em consequência pessoas frustradas, infelizes e improdutivas. 

Reservar um tempo para se planejar é, além de libertador, o caminho mais eficaz na busca do sucesso - pessoal e profissional. 

Think about 

Simara Rodrigues 


Temas relacionados: 

Estágio para a área de Secretariado Executivo

L26867216132717



O Sistema Indústria promove a competitividade da Indústria Brasileira influenciando a criação de um ambiente favorável aos negócios e estimulando o desenvolvimento humano e tecnológico.

Estágio Secretariado Executivo (v1247375)
Código da vaga:v1247375
Nível hierárquico:Estágio
Local:Brasília / DF / BR
Quantidade de vagas:1
Data de expiração:12 de Outubro de 2015
Atividades previstas:

- Apoiar à secretária da área internacional na coordenação de agendas e compromissos internos e externos ligados ao negócio e missão da área;

- Acompanhar a gestão de correspondências internas e externas, propondo encaminhamento, registro e follow-up de temas;

- Suportar emissão de passagens nacionais e internacionais da gerência executiva de comércio exterior e gerências funcionais vinculadas;

- Apoiar nos procedimentos administrativos de contratação, pagamentos e medições de serviços e fornecimentos de interesse da área internacional da CNI.

Formação exigida:

- Superior cursando em Secretariado Executivo, a partir do 3º semestre;
- Conhecimento do Pacote Office;
- Conhecimento intermediário em inglês.

Observação: Jornada de 30 horas semanais (09h às 15h).

FONTE: 
http://www.vagas.com.br/vagas/v1247375/estagio-secretariado-executivo

Ciclo de Palestras do curso de Letras da UNIP

A Universidade Paulista e o curso de Letras convidam para o Ciclo de Palestras APERFEIÇOANDO A LEITURA E A INTERPRETAÇÃO DE TEXTOS EM LÍNGUAS PORTUGUESA E INGLESA.

O referido evento enquadra-se na modalidade Curso de Extensão. 

As inscrições serão feitas no local do evento e, no final de cada encontro, os participantes receberão os certificados equivalentes. 


CICLO DE PALESTRAS: APERFEIÇOANDO A LEITURA E A INTERPRETAÇÃO DE TEXTOS EM LÍNGUAS PORTUGUESA E INGLESA 


Pretende-se ampliar os conhecimentos e vivências de comunicação e de novas leituras do mundo, propiciando a compreensão e valorização das linguagens utilizadas nas sociedades atuais e de seu papel na produção de conhecimento. Serão ministradas 4 palestras, aos sábados pela manhã, das 8h às 11h40min.


OBJETIVOS ESPECÍFICOS:

Desenvolver a capacidade de leitura e redação, a partir da análise e criação de textos;

Desenvolver o pensamento analítico e crítico;

Utilizar recursos pessoais para identificação, criação, seleção e organização de ideias na expressão oral e escrita;

Apresentar a língua inglesa no nível básico aos alunos participantes;

Trabalhar as noções da estrutura da língua inglesa;

Possibilitar o desenvolvimento da habilidade de compreensão escrita de gêneros autênticos em língua inglesa;

Incorporar recursos de comunicação oral e escrita;

Desenvolver o pensamento analítico e crítico, estabelecendo associações e correlações de conhecimentos e experiências.

PALESTRANTES:

Profa. Me. Nívia Naves Garcia

Prof. Me. Leandro D. C. Rodrigues

PALESTRAS:

Prof. Me. Leandro Dias Carneiro Rodrigues

Palestra 1: Data: 10/10/2015 – 08h às 09h40min - Aperfeiçoando a leitura em língua inglesa: Estratégias de leitura: Identifying Cognates e Contextual Guessing.. 

Palestra 2: Data: 17/10/2015 – 08h às 09h40min – Aperfeiçoando a leitura em língua inglesa: Leitura de textos de diversos gêneros.

Profa. Me. Nívia Naves Garcia

Palestra 1: Data 10/10/2015 – 10h às 11h40min – Como interpretar e produzir textos ativando nossos conhecimentos prévios. 

Palestra 2: Data 17/10/2015 – 10h às 11hh40min – Como tornar-se um leitor crítico e interpretar textos com mais eficiência. 

PÚBLICO- ALVO: Comunidade em geral, alunos da UNIP  
INSCRIÇÕES serão realizadas no início de cada encontro.
CERTIFICADOS serão entregues no final de cada encontro.

Vagas para estágio na área de Secretariado Executivo


Vagas para Estágio: 

SECRETARIA (O) EXECUTIVA (O)
5 vagas / Seg a Sex - 6 horas/ Bolsa-auxílio R$520/800 + auxílio transporte/Requisitos: Conhecimento Curricular e Boa Comunicação. Enviar currículo para: vagasbrasilia@webestagios.com.br

Cód.: 5088 / Vaga: 1 / Asa Sul / Sem.: a partir do 1° / Período: seg. a sex. 6h às 11h e sáb. por escala/ Bolsa: R$ 600 VT / Requisitos: Conhecimentos curriculares e boa comunicação.

Cód.: 5114 / Vaga: 1 / Esplanada dos Ministérios – Órgão Público / Sem.: a partir do 2° / Período: seg. a sex. 8h às 14h ou 13h às 19h/ Bolsa: R$ 520 VT / Requisitos: Conhecimentos curriculares e boa comunicação.


Cód.: 5169 / Vaga: 1 / Esplanada dos Ministérios – Órgão Público / Sem.: a partir do 1° / Período: seg. a sex. 6h a combinar / Bolsa: R$ 520 VT / Requisitos: Conhecimentos curriculares e boa comunicação.

Fonte: 



segunda-feira, 5 de outubro de 2015

Palestra no IFB


...."Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina".



É parafraseando Cora Coralina que compartilho a experiência vivida neste final de semana (03/10/2015) com os alunos do curso Técnico em Secretaria Escolar e Técnico em Secretariado do Instituto Federal Brasília - IFB.

O evento, organizado pelos alunos do Instituto, com a coordenação do Professores, aconteceu durante a semana Acadêmica e possibilitou aos alunos e convidados o desenvolvimento de técnicas, a compreensão e oxigenação de novos saberes e a troca de experiências.

Com o tema "O DNA do Secretariado" pude apresentar, a partir da minha experiência no COINS - Congresso Internacional de Secretariado, um olhar sobre o perfil desejado, as tendências, o mercado de trabalho, os desafios e oportunidades.

Foi um grande prazer compartilhar informações sobre a profissão e perceber o interesse daqueles presentes em conhecer sobre a área.

Meu agradecimento às Professoras Ana Paula Besera e Ana Cláudia Soares pelo convite e pela oportunidade. Foi uma honra participar desse momento. 


Assim como antes, contem comigo! 

um abraço, 

Simara Rodrigues




 Professora Ana Paula Beserra - Coordenadora e Professora do curso 







domingo, 4 de outubro de 2015

Sobre o 1o evento do semestre na UNIP

Olá Pessoal, 

Ando com saudades do Blog e de dedicar mais tempo às publicações, mas esse semestre, desde que assumi algumas responsabilidades, tive que rever meu planejamento e reorganizar meu tempo. De qualquer forma, compartilhar algumas experiências continua fazendo parte da minha rotina.

Embora com certo atraso, o post de hoje é dedicado aos alunos do 3º e 4º semestre do curso de Secretariado Executivo Bilíngue da Universidade Paulista – UNIP pela incrível capacidade que tiveram de, voluntariamente, organizar o primeiro evento do semestre ocorrido no dia 24 de setembro de 2015.

O evento que surgiu a partir de uma ideia despretensiosa teve 07 dias de planejamento para a realização da palestra “Meus 30 segundos de impacto visual” com a Personal Stylist Cynara Boechat.

A proposta era promover um encontro simples, oferecido aos alunos do curso, sobre um tema que, em minha opinião, é extremamente relevante para uma carreira bem-sucedida, uma vez que nossa imagem fala muito sobre nós. 
Foi profundamente gratificante fazer parte desse momento e acompanhar todo o processo para que tudo corresse como previsto.
Somente quem organiza um evento, por mais simples que seja, sabe o estresse e tensão causado. Mas, o time soube conduzir com maestria e maturidade o momento. O que, diga-se de passagem, é o que se espera de Profissionais de Secretariado.

Meus parabéns ao grupo pelo trabalho e dedicação.


É realmente um privilégio fazer parte desse time!


Um abraço,

Simara Rodrigues