quarta-feira, 2 de setembro de 2015

Uma história para aquecer o coração

Olá pessoal,
Compartilho uma história linda, publicada no blog da querida amiga e parceria de tantos projetos, Marcela Brito.

Uma história para aquecer o coração.

Me emocionei!

Por Marcela Brito 

Amigos leitores,

É com muita alegria que compartilho hoje uma história linda de uma secretária paulista que conheci no COINS: a Yasmin. Eu sempre costumava dizer às pessoas que o Secretariado Executivo não é uma profissão que as pessoas dizem que querem ser desde a infância, pelo contrário, é uma paixão tardia. Porém, esse relato derrubou minha teoria… Agora, acompanhem a história da Yasmin com o Secretariado Executivo e suas impressões sobre a participação no Congresso Internacional de Secretariado 2015.

“Sou Yasmin Cardoso, tenho 22 anos, nascida e residente de São Paulo capital, sou Técnica em Secretariado e termino este ano o Bacharelado em Secretariado Executivo.

Minha paixão pelo secretariado vem desde a infância. Você deve se perguntar: desde a infância? Como assim? Isso mesmo! Sabe aquele sonho de se tornar igual à sua mãe ou seu pai? Pois bem… minha mãe fez crescer este sonho dentro de mim direitinho…

Batalhadora, guerreira, se desdobrava em diversos papéis para dar conta de tudo, não só no trabalho mas no nosso lar, sempre buscando o melhor. Ela tinha paixão pela sua profissão e orgulho em ser secretária, e conseguiu transmitir isso a mim.

Porém, como muitas secretárias, horários de trabalho estendido e horas extras aos finais de semana faziam parte da sua rotina, levava nas costas sozinha vários departamentos e por isso muitas vezes trabalhava até mais tarde e aos sábados. Para minimizar a ausência e passarmos mais tempo juntas, algumas vezes que foram necessárias ela me levou junto para o seu trabalho, e para que isso não fosse chato para mim (nesta época eu tinha entre 6 e 7 anos) ela mandava fazer roupas iguais as dela em miniatura para eu vestir (adorava andar toda arrumadinha e passar o “batom clarinho” dela)! Íamos “trabalhar” iguais, ela de terninho e saia, e eu na “versão mini da mamãe”. Tenho outros momentos guardados na memória também até hoje, às vezes ela levava alguns trabalhos para casa e me pedia “ajuda”, e eu fazia com a maior alegria (separar papéis por ordem alfabética era muito divertido!), outro momento foi quando em um dos dias em que fui para o escritório com ela e ela me pediu para que levasse uma pasta para a chefe dela. Quando cheguei toda cuidadosa para entregar a pasta, a chefe dela sorriu, pôs a mão no bolso, tirou a carteira e me deu trinta reais! Logo pensei: “Uau! Minha mãe deve ser rica!”. Já pensou se ganhássemos trinta reais para cada pedido dos nossos chefes?

Essa é um pouco da minha história e como surgiu o meu amor pela profissão, minha mãe foi meu maior exemplo, hoje ela está aposentada e fica feliz que eu esteja seguindo seus passos. Tenho amor pelo secretariado e por tudo que através dele venho conquistando, desde o crescimento profissional e principalmente o pessoal, pois acredito que nos tornamos pessoas muito melhores ao exercer nesta profissão, e a cada novo dia exercendo como secretária, é uma oportunidade diferente de aprendizado.

Tenho o sonho de atuar também na docência, trocando não só conhecimentos, mas também plantar no coração daqueles que optaram pelo Secretariado, essa sementinha de amor pela profissão. Nós que amamos nossa área, sabemos a diferença que isso faz não só para os executivos que atendemos, mas para a organização como um todo.

Em relação ao COINS, foi a primeira vez que participei, apenas havia participado de outros eventos da área, e fico muito feliz por ter tido essa oportunidade de estar lá. Foi um evento riquíssimo em conteúdo e a organização não deixou a desejar. Conheci pessoas e profissionais maravilhosos, aprendi com cada um deles e fico muito contente em ver pessoas engajadas com a nossa profissão.

Participei, na maioria, dos encontros e palestras sobre a área da formação e educação, visto que no meu trabalho de conclusão de curso abordarei aspectos nesta linha de pesquisa e poder assim futuramente com publicação de artigo, contribuir com os discentes e egressos dos cursos de secretariado executivo. O evento permitiu que eu conhecesse pessoas com os mesmos objetivos e assim juntos poderemos fazer mais pela nossa profissão. Não vejo a hora de chegar o próximo evento, até lá continuarei na busca pelo aperfeiçoamento contínuo na área, exercendo essa profissão com amor e dedicação e pelo mesmo motivo que entrei: a admiração desde a infância.”






Da esquerda para Direita: Yasmin, Eu, Marcela e Sara no COINS - 2015.

Nenhum comentário:

Postar um comentário