sexta-feira, 31 de julho de 2015

Saiba mais sobre o COINS 2015

Pessoal, 

Veja a mensagem da Isabel Baptista, Gestora do COINS 2015


Prezados Profissionais de Secretariado:

Se falamos de Inovação temos que praticar antes do próprio evento acontecer. Não é verdade?

O evento supracitado é o Congresso Internacional de Secretariado (COINS), de 20 a 22 de agosto, em Santos, litoral paulista.

Conheça o programa deste evento e discuta com o RH de sua empresa a sua participação: www.coins.sinsesp.com.br

Preparamos um COINS com mais de 30 palestrantes, dentre eles da Inglaterra ePortugal, além de 27 atividades (teóricas, práticas e de networking). Mas não termina por aí... teremos, também, a maior exposição de produtos e serviços dos eventos secretariais existentes: a EXPO COINS 2015, que contará com empresas Embraer, Dello, Fecap, Savoya Brasil, Mary Kay, Tour House, NH Hotel Group, UniVida, Unip, Staples, 3M, Instituto Givaudan, In Out Transfer e outras que estão chegando.

Garantimos bons valores em hotéis e a Tour House – agência oficial e patrocinadora do evento, conseguiu 15% de desconto nas tarifas aéreas.

Para hospedagem a Mendes Tur garante as melhores tarifas em Santos.

Venha e coloque sua marca no maior e melhor Congresso Internacional para Profissionais de Secretariado.



Faltam 19 dias!

Nos vemos lá!


Atenciosamente,

Isabel Baptista
Gestora do COINS 2015





quarta-feira, 29 de julho de 2015

Você é influente?

No livro "Os segredos para o sucesso pessoal e profissional" o qual sou coautora, destaco o papel do Profissional de Secretariado Executivo atuando na área de Relações Governamentais. Um dos aspectos abordados é o desafio de influenciar e corroborar com resultados e metas da área, bem como a importância da boa imagem e de postura diferenciada, desenvolvendo empatia genuína com pessoas e grupos. 

O texto abaixo contribui com tal afirmação, isto é, somos avaliados pelo nosso poder de influência e tão importante quanto outras habilidades, está a nossa imagem. 

Entretanto é importante perceber a linha tênue entre o influenciador e o bajulador. Dito isso, caberá desenvolver esta habilidade em busca de sucesso. 


você é influente?

Todo mundo sabe que hoje as redes sociais são imprescindíveis tanto para utilização no marketing pessoal quanto pelas empresas para análise de consumidores e formadores de opinião.

O que algumas pessoas ainda não sabem é que há uma ferramenta muito interessante que pode auxiliá-lo neste processo. O Klout já foi criado há algum tempo e muitas vezes ele pode ser encarado como algo puramente ligado à popularidade, mas a ideia é totalmente contrária: ele é uma forma de construir um marketing pessoal refinado, de qualidade e baseado em dados. Muitas empresas têm utilizado esta ferramenta para avaliar candidatos e também para detectar influenciadores que podem ser utilizados como “garotos-propaganda” a favor de sua marca.

Basicamente o Klout mede sua influência nas redes sociais em uma escala de 0 a 100 baseada em informações como o engajamento em suas publicações: a quantidade de curtidas, comentários, compartilhamentos e tempo que leva para ser retuitado.

A pontuação média é de 20 pontos e conforme você for aumentando sua pontuação, mais difícil é para conseguir novos pontos. Chegar a 100 é praticamente impossível. O líder da lista é Barack Obama, com 99 pontos.

COMO USAR O KLOUT?

Acesso o site klout.com e use sua conta do Facebook ou Twitter para logar. Automaticamente sua pontuação aparecerá. Um ponto interessante do Klout é sua capacidade de sincronizar as diferentes redes sociais de uma pessoa. 

Normalmente, Twitter e Facebook são usados naturalmente, mas também é possível incluir contas do LinkedIn, Google+, Foursquare, Blogger, Youtube, Instagram, Tumblr, WordPress,Last.fm e Flickr.

Não há uma regra, mas a sua capacidade de influência é dividida através das seguintes pontuações:

Até 40 pontos - tende a ser irrelevante. 

Entre 40 e 50 pontos - Pouco relevante

Entre 50 e 60 pontos - Uma crítica ou elogio pode gerar repercussão.

Entre 60 e 75 pontos - É um influenciador em um ou mais mais segmentos. 

Acima de 75 pontos - Mega influenciadores, super relevantes.

Fonte:

terça-feira, 28 de julho de 2015

SEB 2015: Relacionamento e Teamwork

Pessoal, 

Vejam como está ficando a programação do SEB2015

OFICINA 4 – 24/8/15 – 16:30

TEMA: RELACIONAMENTO E TEAMWORK

LIDER: FATIMA MOTTA | SÓCIA DIRETORA – F&M CONSULTORES

SOBRE:

Independente da área ou departamento da empresa, o trabalho em equipe continua sendo a vantagem competitiva definitiva - precisamente por ser tão poderoso e ao mesmo tempo tão raro. Fazer com que todas as pessoas da organização caminhem na mesma direção não é tão difícil quanto parece, mas requer comprometimento. É necessário muita estratégia, objetivos definidos, comunicação eficaz, feedbacks constantes e lideranças compartilhadas. 

O mesmo se aplica para profissionais do secretariado executivo que lidam diariamente com gestores diretos e indiretos, outros departamentos e, ainda, outra secretárias. 

OBJETIVO: Como desenvolver o relacionamento interpessoal e o trabalho em equipe eficaz, e como estes podem potencializar os resultados do secretariado executivo e da organização. 

o Times: um desafio do secretariado no relacionamento interpessoal com seus pares e gestores o Definindo metas e objetivos individuais e da equipe na busca da alta performance o Quais são os papéis? Como definir o Líder? Como alinhar e unificar trabalhos, tarefas e metas? o Choque de opiniões e conflitos de equipes e entre secretárias. Como valorizar as diferenças e superar adversidades?


Saiba mais em:






quinta-feira, 23 de julho de 2015

Um dia Daqueles!

A nossa imagem é considerada um instrumento de identidade e revela, em muitas situações, indícios sobre o indivíduo ou grupo ao qual ele pertence. Por isso, tanto ouve-se falar da importância desse aspecto no mundo corporativo. 


Mais que mero modismo ou ostentação, a imagem é responsável por mensagens subjetivas, singulares e decisivas. 

Costumo dizer, quando o assunto é vestuário corporativo, que a melhor forma para não errar no dia a dia é buscar a simplicidade, sem ser simplista. O que significa dizer que optar pelo básico e confortável é o caminho. 

Essa semana soube bem o que significado da palavra conforto/praticidade. 

Costumo escolher meu guarda-roupa profissional no domingo, assim, otimizo meu tempo. Então, escolhi usar na segunda feira uma saia-lápis clássica (na altura do joelho), uma camisa de linha – ambas usadas em outras situações e um salto, tudo de acordo com dress code sugerido pela etiqueta empresarial. 

Acontece, que por algum motivo a saia, que sempre caiu muito bem, estava apertada e desconfortável e somente no caminho para o trabalho percebi que não havia sido a melhor escolha. É como se a saia amarrasse as minhas pernas dificultando meu movimento. Um horror!

Resultado: Tive que trabalhar durante todo o dia sentindo-me, literalmente, como um colchão amarrado. E a medida que o dia passava, tinha a sensação que a roupa ficava mais apertada. E com uma rotina extremamente dinâmica tive que disfarçar toda a minha irritação e desconforto com a situação. 

Como desejei que o dia terminasse e eu pudesse arrancar aquela roupa!

Isso me fez pensar sobre a forma como nos vestimos no trabalho e a importância em escolher a peça correta. Tal aspecto, sem dúvida, vai além da boa aparência, mas reflete no resultado do nosso trabalho e produtividade. 

Andar pelo escritório, assessorar meus gestores e organizar tudo que aconteceu naquele dia com todo aquele desconforto sem dúvida refletiu no resultado do meu trabalho.

Fico imaginando quem opta por trabalhar com tomara-que-caia, transparência ou aquele jeans “mega” apertado. Como consegue manter o bom humor e a agilidade? Definitivamente, mais é menos!

Um abraço, 

Simara Rodrigues 


Posts relacionados: 









Sheryl Sandberg - Uma referência quando o assunto é elegância 

Oficinas SEB2015 - 1o dia



Pessoal, 
Confiram as oficinas previstas para o 1.º dia do SEB 2015

OFICINA 1 – 24/8/15 – 09:00
TEMA: GESTÃO DA MUDANÇA

LIDER: VIVIANE NARDUCCI – DIRETORA NARDUCCI CONSULTING

SOBRE:

Um dos eventos mais certeiros dentro das corporações – independente do mercado em que atua – são as mudanças. Estranhamente, não há – na maioria das organizações – uma área específica para planejar e conduzir estas alterações de rumo às quais a empresa é tão frequentemente submetida. 

Sejam impactos de fusão ou aquisição, compra ou venda de empresas do grupo ou mudanças no corpo gestor e liderança da organização, as secretárias que oferecem suporte executivo e diário aos negócios e às operações da empresa, são muitas vezes surpreendidas e forçadas a se adaptarem à uma nova realidade e cultura organizacional – sem nenhum tipo de planejamento ou preparo prévio. 

OBJETIVO: Entender as melhores práticas de Gestão da Mudança e como elas podem auxiliar no planejamento e minimização dos impactos das transformações empresariais para o secretariado executivo

OFICINA 2 – 24/8/15 – 11:30
TEMA: GESTÃO DO TEMPO

LIDER: SÉRGIO GUIMARÃES – SÓCIO DIRETOR E FUNDADOR | ACADEMIA DO TEMPO

SOBRE:

“Falta de tempo é desculpa daqueles que perdem tempo por falta de planejamento” – Einstein. 

Tempo é vida, e tempo é dinheiro. O tempo é o bem mais precioso na vida corporativa tão corrida dos profissionais de hoje e, obviamente, do secretariado executivo. Saber administrá-lo bem é fundamental para manter a produtividade e o cumprimento adequado de suas responsabilidades. É também essencial para manter o equilíbrio entre a vida profissional e o bem estar pessoal. 

OBJETIVO: Identificar as principais prioridades, as falhas na administração do tempo, e como minimizar esforços e potencializar resultados nesta gestão. 

- Como definir identificar urgências e prioridades

- Como focar nas coisas realmente Importantes

- Estatísticas sobre a problemática da gestão de tempo feminina

- 5 estratégias para você começar a ser dona do seu tempo

- Planejamento para redução de urgências femininas e do stress.

OFICINA 3 – 24/8/15 – 14:00

TEMA: ETIQUETA CORPORATIVA

LIDER: LICIA EGGER MOELLWALD – FUNDADORA | INTRA CONSULTORIA & TREINAMENTO

SOBRE:

Conhecer e saber posicionar-se a partir da etiqueta profissional é fundamental no atual mundo do trabalho. Os benefícios do uso da etiqueta estão em tornar o profissional uma companhia agradável, que consegue posicionar-se com firmeza, segurança e espontaneidade nos diferentes eventos do mundo empresarial. Saber dialogar com colaboradores, clientes e gestores exige experiência. Não se pode ter apenas uma boa formação técnica e ter um excelente currículo se não souber conviver com as diferenças no ambiente de trabalho. 

OBJETIVO: Compreender melhores práticas de etiqueta corporativa, os benefícios que elas trazem para o contexto pessoal e profissional e como desenvolver técnicas e aplicações práticas. 

- Autocontrole e autoconhecimento como ferramentas chave nas relações interpessoais

- Empatia, cordialidade, atitudes e comportamentos adequados nos diversos momentos corporativos

- Maquiagem e dicas para (re)construir e manter uma imagem de sucesso: Marketing Pessoal



Acesse o site: 



7 grandes erros na hora de pedir demissão

Não é porque estão dizendo que a Economia brasileira está em crise, que o profissional é obrigado a trabalhar em um emprego no qual não se sente feliz. A felicidade é uma dádiva e deve ser buscada sempre, independente de como estiver a nossa Economia.

A insatisfação profissional decorre de inúmeros fatores, como o relacionamento com os líderes, os sistemas de cargos e salários, os programas de benefícios, as oportunidades de crescimento, dentre outros.

Todas estas situações acabam gerando muito estresse e contribuindo para que o profissional se sinta motivado. Motivado a procurar outro emprego.

Nestas horas é necessário ter bastante cautela e avaliar ganhos e perdas com a sua decisão. Dentre os principais erros na hora de pedir demissão estão os seguintes:

1) Analisar de forma superficial o cenário atual e o cenário desejado: você está convencido de que vai encontrar lá fora, um cenário melhor do que você já tem dentro da organização? Não tome decisões precipitadas que poderão prejudicar sua carreira a médio e longo prazo.

2) Não blefe e esteja realmente disposto a sair: por incrível que pareça, existem muitos profissionais que pedem demissão, não por querer sair da organização, mas porque têm a expectativa de que receberão uma proposta melhor para ficar, ao fazer o pedido. Seja um aumento de salário, promoção, ou redução de jornada.

3) Demissão não se pede, se comunica: o termo "pedir demissão" é bastante ultrapassado e remete a uma época em que você realmente precisava pedir para sair do seu emprego. Se o profissional já está certo de sua decisão, deve apenas comunicá-la e, preferencialmente, da forma mais sincera possível.

4) Comunicar os colegas primeiro: seja ético e não comente com seus colegas antes de comunicar o seu chefe. Por mais sigilo que se peça, é natural que a notícia se espalhe e você venha a "queimar o seu filme". Afinal de contas, ninguém gosta de ser o último a saber.

5) Culpar o chefe pela saída: por mais que você considere o gestor um verdadeiro "mala", é simpático não atribuir o seu desligamento ao relacionamento com o chefe. Procure enfatizar as diferenças no estilo de trabalho e não na pessoa em si.

6) Exaltar demais o novo emprego: mesmo que você esteja muito feliz e convencido de que encontrou o emprego dos sonhos, tenha cuidado ao elogiar demais o seu novo trabalho. Primeiro, porque você ainda não tem certeza de que o lugar é realmente tão maravilhoso quanto foi propagado e, segundo, mesmo se tiver certeza, o mundo é muito dinâmico e um dia você pode encontrar com a sua antiga empresa.

7) Lavar a roupa suja e fechar as portas: tão importante quanto ir em busca de um emprego melhor é deixar as portas abertas no seu emprego anterior. Evite criticar a empresa, os colegas e o chefe no momento da decisão e procure resolver estas questões ao longo de sua vida profissional. Quando você sai atirando, não espere que ser recebido com a bandeira branca no futuro.

Estes são pontos de atenção que todos devemos ter no momento em que vamos refletir sobre um eventual desligamento.
É muito importante manter uma relação cordial e amigável com sua ex-empresa e com seus ex-colegas.

Por mais que você não vislumbre a possibilidade de retornar ao emprego, a dinâmica dos negócios traz muitas surpresas: fusões, aquisições, incorporações, além da habitual rotatividade de profissionais.


Fonte: Marcelo Britto 


sábado, 18 de julho de 2015

Existe uma hora certa para pedir demissão?





Afinal, existe uma hora certa para pedir demissão? 

Veja o que o site da love mondays pensa a respeito: 


Você está cansado do seu trabalho, sente que não tem mais espaço para crescer e tem pavor de segundas-feiras? Caso todas as respostas sejam sim e você ache que a única saída é pedir demissão, preparamos uma listinha com sete aspectos para você avaliar antes de tomar a decisão final.

1. Você não está progredindo na empresa

Sua carreira deve andar, seja para cima, com uma promoção, ou com novos aprendizados e habilidades, que melhorarão características que você já tem. Independentemente de suas preferências ou visão, é importante que você vivencie um momento de progresso, caso contrário é sinal de que sua carreira está estagnada.

2. O futuro da empresa em que você trabalha é nebuloso

Todas as companhias enfrentam momentos bons e ruins, porém, se uma situação negativa não tem perspectiva de melhorar, deixar o barco antes que ele afunde pode ser uma boa ideia. Fique atento se a empresa em que você trabalha está demitindo cada vez mais, os resultados não são positivos e não existem movimentos para se reinventar e voltar a crescer. Nesse caso, o melhor a se fazer é procurar uma nova oportunidade.

3. Você não respeita o seu chefe

Você não tem uma liderança que te inspire e te motive, ou pior, você e seu chefe estão em conflito constante. Nessa situação fica difícil aprender, então saiba que: bons chefes são difíceis de se encontrar e todas as pessoas têm algo para nos ensinar. Avalie se você está aberto para aprender ou se vale mais a pena abrir seu próprio negócio e ser seu próprio chefe.

4. Você é subestimado

Isso não se resume apenas a salário, que, claro, é um ponto importante. Engloba situações em que você não tem seu trabalho reconhecido ou ele simplesmente não é apreciado. Seu chefe e colegas de trabalho devem ver você como uma parte do time e reconhecer quando você fizer um trabalho excelente. Se isso não acontece com você, dê-se a chance de conquistar uma posição em que você seja valorizado.

5. Você não ama seu trabalho

Você dificilmente terá um trabalho que te faça sorrir todos os dias. Sempre haverá dias de estresse ou em que você não gostaria de ir trabalhar, porém você precisa se motivar de alguma forma para continuar. Se você está insatisfeito e não tem interesse real em seu trabalho é hora de procurar novos desafios.

6. Você não se adequa à cultura da empresa

A cultura de uma empresa pode melhorar ou quebrar sua experiência de trabalho. Quando você está alinhado ao tom, às atitudes e ao comportamento padrão do local em que você trabalha tudo parece mais fácil e você conseguirá trabalhar de uma forma melhor. Caso seus valores não batam com os valores da empresa você jamais terá sucesso nesse local, a não ser que você tenha o poder de alterar a cultura da companhia.

7. Você almeja outra coisa

Esse é o sinal mais claro e mais ignorado de que você precisa pedir demissão. Pense sobre o que você realmente gostaria de estar fazendo agora e avalie se seria possível concretizar isso no seu atual trabalho. É óbvio que estabilidade é importante, mas não vale sacrificar a sua felicidade. Arrisque-se e vá atrás do que é importante para você!

Tenha em mente que pedir demissão não deve a sua primeira opção. Na hora de tomar essa decisão é importante refletir com calma e analisar se apenas um fator dos citados acima está te incomodando. Lembre-se de que todo trabalho tem partes ruins e mais complicadas, mas, se você detectar mais de dois aspectos dos citados acima no seu dia a dia, então você provavelmente esgotou seu tempo de permanência na companhia e é hora de buscar novos horizontes.

FONTE: 

https://www.lovemondays.com.br/blog/existe-hora-certa-para-pedir-demissao?utm_campaign=Blog%2031%20-%20Vai%2C%20time%21%20Trabalhando%20muito%20melhor%20em%20equipe&utm_content=control&utm_medium=email&utm_source=vero&utm_term=Newsletter&vero_conv=853601634&vero_id=396364

sexta-feira, 17 de julho de 2015

Na infinita benção do recomeço


Começar a lecionar na UPIS foi um dos presentes mais lindos que a vida me deu. Ingressei como aluna em ago/1999 e como docente em jul/2009. Lecionar na faculdade que contribuiu para o meu crescimento pessoal e profissional sempre foi motivo de muito orgulho. Ao longo dos últimos 06 anos busquei fazer a diferença, motivando meus alunos e compartilhando com eles as grandes alegrias que a profissão de Secretariado me proporcionou. 

Nossa afinidade foi além das aulas e das disciplinas. Nos tornamos cúmplices, confidentes. Crescemos e amadurecemos juntos.

A paixão pela docência, embora com algumas frustrações e discordâncias, foi força motriz para algumas escolhas. 

Cada história que ouvi ao longo dos anos - e não foram poucas – validou minha certeza e paixão pela docência. Alunos com problemas pessoais, financeiros, familiares e até mesmo geográficos reforçavam meu amor e meu papel como educadora. Que experiência fantástica foram esses momentos! 

E toda vez que recebo uma mensagem de um ex-aluno compartilhando suas conquistas meu coração transborda de felicidade. É uma sensação indescritível! 

A cada colação e homenagem o meu coração bateu mais forte e como um mantra repeti: “Que eles encontrem a verdadeira felicidade”. 

Como explicar tanta afinidade? Como explicar tanto carinho e reciprocidade? Definitivamente algumas coisas não se explicam. 

Outro dia li uma frase que dizia: “Quanto mais você consegue se adaptar às mudanças, mais evolução chegará em sua vida” e é nessa vibração que parto em busca de novos desafios e levo comigo todo amor pela Instituição, pelos colegas de trabalho e por meus eternos alunos que me proporcionaram a oportunidade de cada dia me transformar num ser humano melhor. 

Ainda não tive a oportunidade de me despedir das turmas, embora alguns já saibam. De certa forma, não vejo como despedida, porque assim como antes, eles podem contar comigo e sabem disso. 

Vivendo um mix de alegria e felicidade – por todas as despedidas - sigo na infinita benção do recomeço, recebendo e agradecendo o novo ciclo que se iniciou em 2015.

Que seja doce e que seja prospero!

Forte abraço, 

Simara Rodrigues

Alguns dos muitos momentos vividos e que estão guardados no meu coração :)






































Livro "Secretariado Executivo para Concursos"

Fico profundamente feliz com o crescimento da profissão e dos profissionais da área de Secretariado. 

É muito gratificante perceber que os profissionais da área têm buscado, por meio de novos saberes, compartilhar conhecimento e ferramentas que otimizam e valorizam o nosso trabalho.

Ontem postei informações sobre o livro "Modelos de Gestão no Contexto do Profissional de Secretariado" e hoje informo outro tema disponível para venda:

"Secretariado Executivo para Concursos" da autora Fernanda Machado. 

Maiores informações: secretariadoparaconcursos@gmail.com




quinta-feira, 16 de julho de 2015

Conheça o programa 8S

Já ouviu falar no programa 5S

Criado para dar continuidade e aperfeiçoar este programa foi desenvolvido o programa 8S cujo objetivo principal é combater desperdícios de recursos e aumento de capital. 

Ambos programas podem e devem ser aplicados em qualquer tipo de Instituição, uma vez que atua na mudança de hábitos e comportamento humano. 

Para isso, é necessário que todos os envolvidos tenham comprometimento com o programa. 

Veja como ficou o Programa após a inclusão de novos S's: 

1º S - Shikari Yaro – Senso de determinação e união - São precisos determinação, comprometimento e união de todos para que o Programa funcione continuamente. Nesse momento, a transparência na gestão da empresa ganha destaque.

2º S - Shido – Senso de educação e treinamento – Todos precisam ser qualificados e receber treinamentos, sempre que necessário, para atingirem a competência adequada para realizar suas atividades.

3º S - Seiri – Senso de Utilização - É preciso definir e separar o que é útil daquilo que é desnecessário.

4º S - Seiton – Senso de Organização - Organizar e identificar os itens e espaços da empresa ou instituição.

5º S - Seiso – Senso de Limpeza - É preciso limpar e preservar o ambiente.

6º S - Seiketsu – Senso de Higiene ou saúde - É preciso manter a higiene, cuidar da saúde física, mental e emocional.

7º S - Shitsuke – Senso de autodisciplina - A autodisciplina é fundamental para manter o Programa. Cuidar dos outros sensos e criar regras claras para que tudo continue da forma adequada.


8º S - Setsuyaku – Senso de economia e combate ao desperdício – É o momento de conscientizar as pessoas da importância de economizar e combater o desperdício.

Com a implantação do Programa é possível perceber os seguintes benefícios:

Aumento da produtividade da empresa
Prevenção de acidentes
Bem estar das pessoas
Redução de estoques sobressalentes
Redução de custos
Melhoria da qualidade de produtos e serviços

Links relacionados: 

http://www.qualidadebrasil.com.br/artigo/qualidade/os_8s_uma_extensao_do_programa_5s




Livro Modelos de Gestão no Contexto do Profissional de Secretariado

Pessoal,

Já está disponível para compra o livro "Modelos de Gestão no Contexto do Profissional de Secretariado" publicado pelas Autoras Cibele Martins e Bete D'Elia.

O livro custa R$ 38,00 mais R$ 11,65 referente ao frete (por Registro Módico) para todo o Brasil.

Maiores informações pelo e-mail para livrocbm@uol.com.br.




quarta-feira, 15 de julho de 2015

Encontro reúne profissionais do secretariado executivo para oficinas focadas na gestão das suas atividades


Projeto acontece pela segunda vez em São Paulo e conta com a presença de especialistas entre os seus líderes


Cada vez mais fundamental nas empresas brasileiras, o secretariado executivo mais uma vez é foco de um encontro setorial voltado para melhoria contínua de suas atividades. Direcionado a partir de uma perspectiva de gestão e da relevância cada vez maior que profissionais que atuam na área tem em suas organizações, onde desempenham papel fundamental na execução das estratégias corporativas destas empresas, a conferência Secretariado Executivo Brasil – SEB 2015 – vai novamente trazer especialistas reconhecidos nas práticas de gestão empresarial em um encontro focado em interação e aprendizado prático com este mercado.

“Em 2014 tivemos grande êxito ao realizar um evento focado em oficinas para profissionais do secretariado e, em 2015, o objetivo é repetir este sucesso, ao mesmo tempo em que primamos pela inovação”. As palavras são de André Laurenti Ramos, Diretor da Blue Ocean Business Events, empresa realizadora da SEB 2015. “O evento está novamente estruturado em oficinas, que são sessões altamente didáticas e que focam no aprendizado prático de quem vai participar do encontro. “Sabemos que é fundamental o conhecimento teórico para qualquer profissional para que desempenhe a sua atividade, mas acima de tudo confiamos que é a experimentação prática que permite a quem atua no secretariado executivo efetivamente se destacar. Daí o foco deste conferência em proporcionar esse tipo de experiência”, continua André.

Entre os destaques das oficinas da conferência estão aquelas ligadas a Gestão da Mudança e Etiqueta Corporativa. A primeira delas vai tratar sobre as melhores práticas de gestão da mudança tendo em vista o crescimento desta temática na agenda das empresas e, claro, o fato de estas transformações serem uma certeza tão frequente nas organizações brasileiras. Viviane Narducci, especializada em Desenvolvimento de Lideranças e Competências e autora de livros ligados ao tema será a líder desta oficina, que objetiva planejar e minimizar o impacto das transformações empresariais para profissionais do secretariado executivo. A segunda temática – etiqueta corporativa – será liderada por Licia Egger Moellwald, Fundadora da Intra Consultoria & Treinamento, especialista no tema e autora também de diversos trabalhos e livros na área. Aqui o objetivo será mostrar como determinadas posturas, comportamentos, dress code e outras temáticas impactam a imagem projetada de profissionais atuantes no secretariado executivo e de que maneira isso pode ser conduzido a favor de quem atua na área.

Além destas oficinas, sessões sobre Gestão do Tempo, Novas Tecnologias, Negociação, Teamwork, Plano de Carreira e Cross Cultural Training estarão presentes nesse encontro, como sempre inovador e com foco nas temáticas que mais trazem impactos para o secretariado. “Não temos dúvida dos ganhos que a participação neste encontro pode trazer para profissionais que possuem engajamento com essa atividade tão desafiadora. Eficiência, eficácia, assertividade, precisão e contínua melhoria são apenas alguns dos aspectos beneficiados por quem participa deste encontro, repleto, também, de oportunidades de interação e ampliação da rede de relacionamentos”, continua André. “Para essa 2ª edição, o objetivo é contribuir ainda mais para o Secretariado Executivo e consolidar-se como o encontro definitivo nesta especialidade”, finaliza.

Serviço


O que: 2ª Conferência de Gestão para o Secretariado Executivo – SEB 2015”

Quando: 24 e 25 de Agosto de 2015

Onde: Hotel Golden Tulip Paulista Plaza, São Paulo – SP


Informações e Inscrições: (11) 3266-3591 | contato@blueoceanevents.com.br

Secretariar exige postura diferenciada


Discrição é palavra de ordem para quem deseja atuar na área de Secretariado e principalmente se trabalhar com Executivos de importante posição. No entanto, algumas pessoas associam discrição apenas ao sigilo das informações, quando na verdade envolve uma série de atributos como, por exemplo, postura, impessoalidade, discernimento, autocontrole e prudência. 

E quando o ambiente corporativo é informal? É exatamente aí que mora o perigo. Na vida profissional, seja qual o for o ambiente, é de suma importância fazermos uso do bom senso, o que significa avaliar alguns comportamentos e excessos. Gosto de pensar que a minha profissão exige sim uma postura diferenciada, por vários motivos: 

1) meu gestor espera isso de mim; 

2) os colegas de trabalho vão comentar; 

3) estou exposta ao julgamento de clientes internos e externos. 


Logo, preciso compreender que é importante um olhar atento para algumas questões: 

O beijoqueiro do escritório – Nada mais desagradável que excesso de intimidade, pois além de pegar mal no trabalho demonstra um profissional sem postura e conhecimento sobre etiqueta. A etiqueta corporativa aconselha apenas cumprimentos (bom dia, boa tarde, até amanhã, bom descanso) e os beijinhos devem ser guardados para ocasiões como aniversários, confraternizações ou comemorações, se for o caso. 

Sempre que vejo um beijoqueiro ambulante lembro de um chefe que, embora fosse muito simpático e tranquilo, tinha pavor deste tipo de intimidade. Para ele, era um absurdo as pessoas não compreenderam a diferença entre o ambiente pessoal e corporativo. Acredito que assim como ele, outras centenas de pessoas também pensam. Então na dúvida, fuja de beijinhos e abraços. 


Traído pelo guarda-roupa – Dificilmente os colegas de trabalho vão te alertar sobre sua vestimenta. Geralmente são nas rodinhas de amigos que surgem os comentários e alfinetadas e infelizmente você não estará lá para se defender. 

Quer sensação mais constrangedora que ganhar ganhar a fama de “piriguete da empresa”? É o que costumo chamar de vergonha alheia. 

Em um País tropical como o nosso não é nada fácil ter o senso crítico necessário na hora de montar um “look”. Por isso, profissionalmente, sempre é melhor chamar a atenção pela elegância, o que significa evitar transparências, sensualidade, barriga e costas de fora e roupas provocantes. Isso só provocará a ira e falta de respeito de alguns colegas.

Engana-se quem pensa que sensualizar é o caminho. Atuando como Secretária Executiva há anos, sempre busquei ouvir mais e falar menos e certamente por isso, meus chefes sempre sentiram-se à vontade para comentar comigo sobre as pessoas do escritório e não me recordo, em nenhuma situação, de fazerem boas referências ou recomendações sobre esse perfil, pelo contrário, sempre valorizaram trabalhar com pessoas elegantes e bem apresentadas. Afinal, o profissional de Secretariado é o cartão de visita da empresa. 

Por isso é importante, mesmo a mais extrovertida das personalidades, manter o bom senso. Ao invés de provocar, procure ser gentil, inteligente e agradável, evitando ser motivo de chacota e desrespeito. 

Na dúvida, visite alguns sites ou adquira livros sobre o assunto. Porque falta de bom senso é sem dúvida falta de informação. 

Um abraço, 

Simara Rodrigues

terça-feira, 14 de julho de 2015

Novo passaporte brasileiro passa a ter 10 anos de validade




Desde a última segunda-feira (06/07) o passaporte comum eletrônico brasileiro passou a ser emitido com a validade de 10 anos. Antes o prazo de validade do documento era de apenas cinco anos. Com a mudança de validade o valor para emissão do documento saltou de R$ 156,07 para R$ 257,25. Um reajuste de 64.7%. Apesar do grande aumento, proporcionalmente aos anos de vigência o passaporte ficou mais barato para os brasileiros. O custo por cada ano de validade no passaporte antigo era de R$ 31,21, enquanto no novo documento é de R$ 25,72. 

As mudanças não param apenas na validade e valor para emissão do documento. Vários itens de segurança foram implementados. As alterações permitirão maior agilidade nos controles migratórios em viagens ao exterior, assim como mais segurança para os turistas brasileiros. Uma das principais novidades é a presença do padrão de criptografia de curvas elípticasbrainpool para assinatura digital, fator que aumenta a segurança de dados gravados no chip. Modificações na imagem invisível fluorescente também compõem o novo sistema de segurança. Com as mudanças o Brasil passa a integrar o Diretório de Chaves Públicas (PKD – Public Key Directory) da Organização Internacional de Aviação Civil (ICAO). 

Outra alteração evidente é a nova capa do passaporte. O antigo brasão da república foi substituído pela imagem do cruzeiro do sul. Os escritos “República Federativa do Brasil” e “Passaporte Mercosul” – impressos em processo a quente e na cor dourada – foram mantidos, assim como a cor da capa. Vale lembrar que os passaportes antigos continuam valendo até a data de expiração.

O novo valor para concessão de passaporte emergencial é de R$334,42 e para emissão de novo passaporte sem a apresentação do passaporte anterior (estando válido ou não) é de R$ 514,50.

No início do dia o valor informado pelo Ministério da Justiça para renovação ou emissão do passaporte comum eletrônico brasileiro foi de 275,05, posteriormente corrigido para 257,25, seguindo assim as informações publicadas no Diário Oficial. 

Veja como ficou: 



Fonte: 

Canecas, moringas e outros objetos por encomenda


Segundo informações de empresas especializadas, a cada quatro brasileiros três querem ter o próprio negócio. Acho fantástico a capacidade que temos de inovar, criar e descobrir novos talentos quando ousamos quebrar barreiras do comum. 

O desejo de empreender geralmente surge de uma necessidade pessoal ou financeira. Desejo este que tem aumentado num ano em que a economia vai mal. 

E é a partir dessas inquietações que os indivíduos vão desenvolvendo atividades em paralelo, o famoso plano B. O que, diga-se de passagem, quem não tem um está na hora de começar a colocá-lo no papel.

Foi a partir de alguns insights que a Secretária Executiva, Andréia Tavares, iniciou recentemente a confecção de canecas, moringas e outros objetos personalizados, que podem ser uma ótima sugestão de presente. 

Andréia mora em Brasília e aceita encomendas pelo e-mail andreiaviamatris@gmail.com ou telefone (61) 9154-6035. 

É uma honra divulgar o trabalho de uma ex-aluna e colega de profissão, principalmente porque reforça minha crença que o primeiro passo para o sucesso é ousar. 

À querida Andréia, muito sucesso em seus novos projetos.