segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

Quem é chique é chique em qualquer ocasião, inclusive no Carnaval





Para algumas pessoas o Carnaval é o feriado mais esperado do ano. Há quem comece a se programar com tanta antecedência que mal terminou o carnaval já está preparando a folia do ano seguinte. 


É exatamente nessa época que os mais animados sentem-se livres e soltos para ousar, mas é também a época que os excessos acontecem. 

Compartilho da mesma opinião de Glória Kalil: "Quem é chique é chique em qualquer ocasião, inclusive no Carnaval". E para quem compartilha desse sentimento, aí vão algumas dicas que podem contribuir para que você não seja o “sem noção” da vez. 

Ouse com elegância – Tenha cuidado com o nível de exposição do corpo e lembre-se que sua imagem fala muito sobre você. É importante compreender que há uma grande diferença entre fantasia e vulgaridade.

Festa de rua: Tenha bom senso e não saia dançando e batendo nas pessoas como um carro desgovernado. O mesmo serve para as brincadeiras com espuma. Nem todo mundo que está ali quer levar banho de espuma. Banho de cerveja então é o ápice da falta de educação. Respeitar o espaço de cada indivíduo além de educado é civilizado. 


Beba com moderação – Algumas pessoas acham que o carnaval é o último dia de vida e por isso “enfiam o pé na jaca” e bebem sem limites o que para muitos é um passo para se tornar um “mala sem alça”. Quer coisa mais desagradável e do que bêbado chato? Aquele que paquera, que grita, que chora, que cai no chão e que desmaia?

Além da ressaca do dia seguinte você ainda corre o risco de ter um "amigo" para lembra-lo dos vexames que você cometeu, e assim contribuir ainda mais para a sua ressaca moral. Sem deixar de mencionar o risco que é algum conhecido do trabalho assistir a todo este espetáculo.

E se der vontade de ir ao banheiro nada de usar a rua para isso.
Não jogue Lixo na rua - É equivocado o pensamento de que limpeza urbana é um problema unicamente do poder público. Lembro-me com muita clareza do Carnaval carioca invadido no ano passado por uma quantidade absurda de lixo, visto que justamente nesta época os garis entraram em greve, o que prejudicou moradores e foliões. Portanto, faça a sua parte e use as latas e sacos de lixo. São gestos dessa natureza que mostram quão civilizados somos. 

Cuidado com as postagens nas redes sociais – Nada de filmar e postar aquele “mico” do amigo ou momentos de vexame. Brincadeiras têm limites e vale o clichê: Não faça com os outros o que não quer que façam com você. O cuidado também vale para você. Evite postar momentos de sua intimidade. É importante pensar bem antes de publicar. 

Fuja de brigas – É no carnaval que algumas pessoas acham que podem tudo, inclusive desrespeitar os outros. Se algum engraçadinho chegar perto querendo confusão simplesmente saia de perto. Nem é preciso dizer que ser o engraçadinho ou encrenqueiro está fora de cogitação, não é mesmo? 

Se beber não dirija – A sua vida e a do outro é o bem maior, então divirta-se com responsabilidade.

E se você é daqueles que não gosta de carnaval aproveite o momento e escolha outras atividades e programação. Vá para o campo, para o interior, para um retiro, ao cinema ou aproveite para estudar. Nada de aceitar o convite dos amigos e ficar de cara amarrada e resmungando sobre o lugar, a música, as pessoas. Se resolveu participar, seja uma pessoa agradável. Respeitar a opinião dos outros também é educado e fala muto sobre você.

Um abraço e um ótimo feriado :)

Simara Rodrigues 



Nenhum comentário:

Postar um comentário