domingo, 11 de janeiro de 2015

Planejando sua viagem - parte 4 - Lucerna

Depois de 3 dias em Veneza parti para Lucerna. Uma definição muito frequente de Lucerna é algo como "a síntese da Suíça". Embora o trajeto tenha sido cansativo - aproximadamente 7 horas - chegar de trem foi simplesmente impagável e como mencionado no post anterior decidi não utilizar avião nessa viagem, evitando alguns desgastes. Além disso tive o privilégio de contemplar uma paisagem inesquecível. 



A temperatura estava entre 5 e 8 graus. A chegada em Lucerna foi engraçada por vários motivos. O trem parou em uma espécie de parada - não era uma estação de trem -  e não havia um ser vivente para dar informações sobre como chegar ao hotel, tampouco um ponto de taxi. E Certamente enviado por Deus, surgiu um anjo. Uma senhora que estava passando com o seu marido pela “parada” e me orientou. Segundo ela eu precisava adquirir um bilhete para pegar o ônibus até o centro – cerca de 3km. Ocorre que quando cheguei o guichê para venda dos bilhetes estava fechado (não me perguntem o motivo). Minha sorte: ela falava espanhol muito bem em um lugar que o idioma oficial é o alemão. 

Ela, gentilmente, me deu seu ticket e lá fui eu com as minhas malas. Outra cena engraçada foi andar de ônibus com cachorros a bordo. Na Europa é muito comum,  o que para mim, foi uma cena inédita. 

Meu hotel estava Localizado ao lado de uma Estação Ferroviária e perto dos principais passeios. A Ponte da Capela “Kapellbrücke” constitui a peça central da paisagem de Lucerna e é considerada uma das mais antigas pontes de madeira cobertas da Europa. Tudo em Lucerna gira em torno do rio Lucerna e da Ponte da Capela. É um cidade pequena e lembra o interior. Uma delícia!

Lucerna está rodeada por montanhas. E o Monte Rigi é uma delas e foi a minha escolha para visitar. O passeio pode ser realizado por meio de um circuito, o "Classic Rigi", que combina travessia do lago de Lucerna a Vitznau, trem de montanha e teleférico ao pico do Monte Rigi e travessia de volta de Weggis a Lucerna. Se preferir pode também fazer o circuito contrário. Comprei meu tickets na estação ferroviária localizada próxima ao hotel. 

A moeda é o franco suíço e há um fuso de 3 horas a frente do Brasil.


as vantagens de  viajar de trem 


Cara de cansada, mas encantada com a vista



Ponte da Capela


Embarcando para o Rigi Kulm - Sugiro usar um agasalho térmico. 








Do alto da montanha






voltando para Lucerna - travessia de barco



Próxima parada: Praga 

3 comentários:

  1. Olá Simara! Sabe me falar como e onde compra o passeio do Classic Rigi? E se em maio ele funciona normalmente?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grazielle, desculpe a demora em responder. Por algum motivo a mensagem não foi sinalizada para mim. Comprei em uma agência de viagens localizada na entrada da estação de metrô. Nos hotéis também é possível comprar.

      Excluir
  2. Olá Simara! Sabe me falar como e onde compra o passeio do Classic Rigi? E se em maio ele funciona normalmente?

    ResponderExcluir