sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

Piso Salarial dos Profissionais de Secretariado em Brasília

Pessoal, 

Compartilho informações divulgadas pelo SISDF. 

Informe

O SISDF informa que, dentro da margem autorizada na assembléia de 07/10/2014, as negociações com o SEAC/DF foram encerradas tendo sido acordado o seguinte:

Pisos salariais (já incluso o reajuste):

- Secretários Técnicos: R$ 1.626,00 (12%)
- Secretários Executivos: R$ 3.438,00 (7%)
- Secretários Executivos Bilíngue: R$ 3.826,00 (7%)

- vale alimentação: R$ 24,00.

obs.: Os valores serão retroativos a 1.º de janeiro de 2015, porém só terão validade após a homologação da CCT no MTE. Portanto, favor acompanhar na página (www.sisdf.com.br / convenções coletivas) a devida publicação. Assim que for registrada faremos a divulgação.

A diretoria

Fonte: SISDF

Somos a soma de nossas relações




Pessoal, 


Compartilho um dos textos que gostaria de ter escrito. 

Ultimamente a Marcela Brito - Secretária Executiva, blogueira e escritora - tem sido minha fonte de inspiração! 


Conhece-la e identificar tanta afinidade tem sido um divisor de águas e tem me motivado a seguir com alguns projetos. Como descrevi recentemente no livro "Os Segredos para o Sucesso pessoal e profissional" acredito que somos a soma de nossas relações e sem dúvida "andar com quem está a alguns passos à sua frente faz você olhar para frente".

Um ótimo final de semana 

Abraço, 
Simara Rodrigues 

Diga-me com quem andas…

O texto de hoje é sobre um tema que nossas mães e avós costumam falar desde que nos entendemos por gente. Quem nunca ouviu a frase “diga-me com quem andas, que te direi quem és”? Quando somos adolescentes, muitas vezes conflitamos com a família quando eles opinam sobre companhias e amizades e demoramos muito para assimilar que tanta preocupação é absolutamente compreensível e que nossos pais enxergam a quilômetros de distância ameaças e influências negativas para nossa vida,especialmente pela própria experiência de vida deles. Agora que sou mãe, começo a entender melhor!

Quando nos tornamos adultos, fica muito mais claro o que as amizades e as companhias representam e agregam à nossa vida. Sei que parece clichê e, até pode soar excludente, mas dependendo de quem você quer ser e aonde você quer chegar, há necessidade, SIM, de selecionar melhor as pessoas com quem você anda. É muito difícil manter amizades estreitas e duradouras com pessoas que possuem objetivos e interesses distintos dos seus.

Eu sempre fui muito obediente aos meus pais e, apesar de por muitas vezes me chatear com minha mãe (que sempre foi muito mais rígida e controladora que meu pai), não consigo me lembrar de uma única vez em que ela estivesse errada sobre amizades, embora até parecesse implicância. Ela sempre tinha razão. Hoje é mais fácil de assimilar tudo isso, porque diariamente convivo com muitas pessoas. Algumas delas vão passar o dia discutindo a vida das outras pessoas, o que define bem o caráter e o perfil delas. Outras vão passar o dia reclamando de tudo, emanando energia negativa e sobrevivendo… Outras, ainda, vão querer investigar a sua vida por pura curiosidade e com objetivos fúteis. E haverá aquelas que simplesmente vão tocar algo bem profundo dentro de você e vão fazer você querer produzir um milhão de coisas novas. São pessoas do bem, são pessoas que fazem bem e estimulam você a ser melhor.

Andar com quem está a alguns passos à sua frente faz você olhar para frente. Se você anda com o que está mais ou menos no mesmo nível as suas chances de crescimento são menores. E andar com quem está a passos atrás… Ah, nem preciso comentar, não é? A questão é que você pode manter contato e amizade com as pessoas que você quiser, mas tente buscar maneiras de acompanhar quem sempre sabe mais que você, quem sempre tem algo novo a compartilhar, ideias novas a desenvolver e resultados para entregar. Isso ajuda você a exercitar a humildade por não ser sempre o mais sabidinho da turma e mostra que você sempre tem algo a aprender.

De que adianta ser o mais inteligente em uma turma de pessoas medianas? Pense melhor quem está nivelando seu nível de conhecimento e influenciando suas opiniões e formação!

No mais, desejo a todos uma sexta-feira linda de luz, energia e paz! E um final de semana abençoadíssimo!

Fonte: 


quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

Quando é hora de mudar de carreira?

*Judith após atuar como Secretária Executiva em uma multinacional, assessorando o presidente há 16 anos, resolveu pedir demissão, mesmo sem outro emprego a vista, e partir em busca de novos projetos. Simples assim! 

Mas afinal, qual o motivo? 

A Secretária Executiva já não se identificava com a profissão e com as atividades que desempenhava e concluiu que “se você não ama o que faz a melhor alternativa é buscar outra coisa”. 


No entanto, antes desta decisão Judith precisou tomar algumas providências. E ao longo de um ano preparou-se para esta transição. Ela fez um planejamento que previu custos mensais, riscos, possíveis frustrações, expectativas para a nova fase e claro, precisou fazer uma reserva financeira. Afinal, não existe mudança gratuita. 

Passei a admirar mais ainda Judith a partir dessa decisão. Não porque “chutou o balde” inconsequentemente, mas porque resolveu dedicar-se aquilo que faz o seu coração vibrar. Não aceitou a inercia como muitos fazem e vivem anos e anos optando muitas vezes por viver a “síndrome de Hiena”. 

Mudar, sem dúvida, exige muita coragem, planejamento e preparo. Talvez por isso, poucos se atrevem. 

Em minha opinião, alguns sinais de que é hora de mudar: 

Você começa a ter a “síndrome da música do Fantástico”. Isso mesmo, chega domingo à noite bate aquela tristeza só de imaginar que amanhã você tem que trabalhar; 

Não há nada de novo para aprender e todas as suas atividades estão no “automático”;

Você não tem vontade de contribuir com novas ideias;

A hora não passa quando você está no trabalho;

você não sente satisfação ao falar do seu trabalho e de suas atividades; 

Você não vê perspectiva de crescimento profissional na empresa;

Você, com frequência, se queixa do trabalho ou do chefe com familiares, amigos e colegas. 

Mas tenha cuidado para não responsabilizar a sua carreira por insatisfação com o emprego atual ou com o gestor.  Muitas vezes uma mudança de emprego , ou mesmo de área resolve o problema. Nessas horas é importante analisar os pontos de descontentamento e "virar o jogo".

E o que Judith tem feito? Considerando seu planejamento, durante um ano ela realizará alguns cursos e atividades que estão alinhadas às suas expectativas para o futuro. Desejo que os sonhos de Judith se tornem realidade e que a vida seja muito generosa com ela, porque o que vale mesmo é ser feliz! 



*Judith é um nome fictício.





quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

Já pensou em ter um "plano B"?

É cada vez mais comum a busca por trabalhos que oferecem autonomia profissional e por atividades paralelas à carreira principal, o famoso “plano B”. 



Desenvolver novas atividades, além de aumentar a renda financeira é uma ótima oportunidade para descobrir novos talentos, o que consequentemente é uma fonte de energia, realização e motivação. 


Ao contrário do século passado que ao escolher uma carreira o indivíduo naturalmente assinava um atestado de “fidelidade eterna” - até completar os anos para aposentadoria - nos dias atuais, é possível caminhar livremente e simultaneamente por várias áreas. Outro dia, por exemplo, descobri que uma amiga de profissão é também fotógrafa nas horas vagas. Achei o máximo! 

Outro exemplo é de uma ex-aluna que além de atuar como Secretária Executiva é proprietária de uma empresa especializada na criação de convites, lembrancinhas, papelaria personalizada e cerimonial para casamentos. 

Essa mobilidade, além de ampliar nossos horizontes possibilita a expansão de novos talentos e vocações. 

Uma ferramenta bacana que pode ajudá-lo na busca por trabalhos informais é o site GetNinjas

A plataforma, que existe desde 2011, anuncia diversos serviços que vão de aulas particulares a serviços personalizados e de consultoria. O site conecta os clientes aos profissionais autônomos e o melhor, o cadastro é gratuito. 

É possível ainda baixar o aplicativo do site e acompanhar as notificações dos clientes que solicitam orçamento dos serviços oferecidos.


Quando pensamos “fora da caixa” e quebramos alguns paradigmas as possibilidades que se abrem são infinitivas. Essa crença me fez lembrar um chefe, que tive há muitos anos, que me dizia: “Simara, esquece essa história de carreira. Fica quietinha no seu canto e faça o que você sabe fazer. Esquece isso”. Agradeço todos os dias não ter dado ouvidos a ele. Mas isso é assunto para outro post! Um abraço, 

Simara Rodrigues


Prêmio Profissional de Secretariado do ano




Estão abertas as inscrições para o Prêmio Profissional de Secretariado do ano.
Inscrições até 20 de março de 2015 

Simplificar a rotina de grandes executivos não é tarefa fácil. Ciente da importância deste trabalho, a Minder, em parceria com a SEC Talentos Humanos, idealizou o prêmio que irá reconhecer o profissional que mais se destacou na área. 

A inscrição é gratuita. Para participar é necessário fazer o download da ficha de inscrição no site e relatar um case de sucesso. 

Os cases serão avaliados pelo júri técnico composto por: Ana Paula Iliadis Simões (Global Administration Manager da IBM), Denise Zaninelli (Secretária da Presidência do Grupo Fleury e Professora do Curso de Secretariado Executivo da Universidade São Judas Tadeu), Roseli Soares (Ex-secretária Executiva do Presidente da Microsoft Brasil) e Stefi Maerker (Diretora da SEC Talentos Humanos).

A premiação acontecerá durante a CONASEC 2015. 

Serviço:

CONASEC – Conferência Nacional do Secretariado
02 e 03 de outubro de 2015 (02 – das 8h às 18h / 03 – das 8h às 16h30)
Hotel InterContinental - Alameda Santos, 1.123, Bela Vista – São Paulo – SP
Inscrições: www.conasec.com.br/premio ou (11) 5111-8220

Sobre a Minder

A Minder surgiu com o objetivo de disseminar conhecimento, atuando com treinamentos, consultoria e eventos relacionados à gestão de negócios. A divisão Minder Conference vem para ajudar as empresas na tomada de decisões importantes, reunindo grandes nomes do mercado e especialistas de diversas áreas. Sua proposta é juntar experiências vividas por profissionais das maiores e mais bem sucedidas empresas do país com informações relevantes do mercado, resultando numa interação entre os profissionais e abrindo portas para futuros negócios. (www.mindergroup.com.br)

Sobre a SEC Talentos Humanos

A SEC surgiu em 1996 com a missão de se tornar um ícone no segmento de recrutamento, seleção e treinamento de secretárias. Com o objetivo de contribuir e desenvolver talentos, a SEC foi crescendo e ampliando suas atividades para o recrutamento de especialistas e treinamento de profissionais na área de gestão de carreira, se tornando o que hoje é a SEC Talentos Humanos. (www.secth.com.br)



terça-feira, 27 de janeiro de 2015

As redes sociais falam muito sobre você


Um funcionário faltou a audiência de uma ação trabalhista que ele movia contra a empresa que ele trabalhou, apresentando até atestado médico de dez dias de repouso domiciliar. Porém, seu perfil no Facebook mostrava o contrário. Durante a audiência, uma foto foi publicada ao lado de um amigo, bebendo cerveja e mostrando que ele estava em um parque turístico em Resende, no Rio de Janeiro. A empresa viu, e aproveitou o deslize.

De acordo com o UOL, as provas foram autenticadas por ata notarial, isto é, o endereço em questão foi acessado por um tabelião, que verificou a veracidade das informações, e foi o que garantiu vitória à empresa. Juliana Abrusio, advogada e sócia da Opice Blum Advogados Associados, responsável pelo caso, disse que o juiz declarou ser nítido que ele agia de má-fé, já que não estava doente, mas sim bebendo com os amigos.

A prova fez com que o funcionário perdesse a ação - falta em audiência acarreta na "perda da razão" de quem entrou com o processo, prevalecendo a voz de quem está sendo reclamado , na qual poderia ter recebido cerca de R$ 300 mil. Em vez disso terá que pagar uma multa no valor de R$ 3.000, por ter agido de má-fé, e também mais R$ 60 mil para cobrir as despesas jurídicas da empresa.

Fonte: 
http://www.administradores.com.br/noticias/cotidiano/funcionario-perde-acao-trabalhista-apos-ser-desmentido-foto-no-facebook/97458/



A verdade é que muita gente perde o controle e faz uso equivocado das redes sociais. É importante compreender o papel das redes e o impacto desta ferramenta em nossas vidas. 

O uso inadequado e/ou excessivo além de trazer sérias complicações pode manchar nossa reputação ou mesmo trazer interpretações equivocadas sobre nós. Engana-se quem pensa que não é avaliado por amigos, chefes, mercado de trabalho, colegas de faculdade e familiares. 

No mundo virtual é importante ser questionador ao publicar determinada postagem. Evitando, por exemplo, fazer das redes sociais um grande SAC (Serviço de Atendimento ao Cidadão) da vida. Isto mesmo, evite ser um resmungão e eterno insatisfeito. Além de trazer uma imagem negativa, muitas vezes não tem nada a acrescentar, por isso, guarde algumas opiniões para você e amigos mais próximos. Tenha cuidado para não fazer das redes sociais "o muro das lamentações". 

Quer coisa mais chata que aquele amigo que só manda indiretas e choraminga o tempo todo? reclama do trânsito, do calor, da chuva, dos amigos, dos chefes, do Governo, das novelas, dos programas de TV, das pessoas, da vida, do planeta! E mesmo numa internação hospitalar sente necessidade de fazer uma última postagem, ainda que seja na sala de cirurgia. Fico imaginando a cena dos médicos e profissionais aguardando um último selfie para dar continuidade aos procedimentos. 

Isso sem deixar de mencionar aquele amigo que é o eterno "portador de tragédias". Só publica barbaridades, acidentes, crimes e violências. Socorro! Me pergunto se somente eu fujo desse tipo de informação. 

Se realmente precisar "desabafar" virtualmente que tal usar ferramentas mais adequadas e que tenham maior privacidade? É importante lembrar que o anonimato é lenda neste século e aprender a controlar as emoções. 

Ter bom senso, que até algum tempo era regra na vida real, é muito bem-vindo no mundo virtual. E em tempos de ânimos e opiniões acirradas vale a reflexão! 


Faça o teste e saiba o que o seu Facebook diz sobre você. 



Um abraço, 


Simara Rodrigues




Você sabe quem é você?


Em uma entrevista de emprego o recrutador pede: Fale um pouco sobre você
As redes sociais no campo para cadastro de novo perfil solicitam informações: "sobre você" 
Os novos relacionamentos querem saber: quem é você? o que você faz? o que você gosta? 

Você esbraveja na loja: "você sabe com quem você está falando?"

Seja na entrevista de emprego, na faculdade, no trabalho e na vida pessoal- somos hábeis em responder a esta pergunta com base em nossas verdades e crenças. Mas afinal, sou realmente o que penso ser? Eu sei quem sou? 

Por vezes somos ou convivemos com “especialistas” (pessoas que sabem tudo, que conhecem todos os processos, que já vivenciaram as melhores experiências, que são os mais amados, que tem os melhores filhos, os melhores salários, os melhores cargos, os melhores maridos, as melhores esposas, o melhor carro, a melhor casa, a melhor família) mas que nos “bastidores” são motivo de críticas, chacota e piada. 

Uma frase clássica de Sócrates diz: “Conheça a ti mesmo”. 

Conhecer a si mesmo permite que uma pessoa tenha controle de suas emoções - sejam elas positivas ou não. E graças ao autoconhecimento podemos desenvolver habilidades até então desconhecidas, trabalhar nossas percepções e fugir do autoengano. considerando que nem sempre somos como pensamos ser. 

O autoconhecimento não é tarefa fácil e exige certa dose de humildade para reconhecer características e comportamentos nem sempre positivos e favoráveis. 

Mas acredite, é libertador quando reconhecemos nossas próprias limitações e fragilidades e partirmos em busca de mudança. Para o mercado de trabalho, uma vantagem competitiva e para a vida pessoal a possibilidade de ser indivíduo melhor. 

Encontrei, navegando na internet, um passo a passo bem interessante que pode contribuir para a sua busca. E embora o teste esteja direcionado para a carreira, facilmente pode ser adaptado para o campo pessoal. 


“Aquele que conhece os outros é sábio. Aqueles que conhece a si próprio é iluminado” – Lao-Tz.



Passo 01 

Analise cada item e descreva o que você acha que cada classe de pessoas pensa sobre você. Se eles tivessem que defini-lo, que características destacariam? 


a) seus familiares 



b) seus amigos


c) seus pares no trabalho 


d) seus subordinados


e) seu chefe 


f) seus amigos da faculdade 



passo 02

agrupe as respostas de acordo com a frequência de cada item, identificando as características que mais se destacaram.



passo 03 

Descreva sua marca de acordo com as características encontradas e pense em como ela pode ajuda-lo a alcançar seu objetivos de carreira. 



Fonte:  


segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

Quer mudar de emprego? Saiba como se preparar

Outro dia li que a segunda-feira é um réveillon semanal: Uma nova chance para rever valores e planos, tomar decisões e se tornar, cada vez mais, uma pessoa melhor. (Cristina Tereza Santos). Concordo em número, gênero e grau. 


Então, como hoje "réveillon" compartilho algumas dicas para quem quer mudar de emprego. 


O desejo de mudar de emprego costuma aflorar exatamente na virada do ano. Um descontentamento com sua posição, com os colegas ou com a própria empresa são os motivos que levam a maioria dos profissionais a decidir trocar de emprego, mas você sabe como dar esse passo? Confira nossas dicas.

1. Crie um cronograma Ao identificar o desejo de mudança de emprego, é fundamental sentar com calma e criar um cronograma para garantir que a transição aconteça da maneira mais proveitosa possível. O primeiro passo nesse cronograma deve ser entender o que motiva o desejo de mudança. Depois, crie um arquivo no computador, uma agenda convencional ou mesmo um simples caderno para programar cada passo dessa mudança, dos cursos à formulação do currículo.

2. Procure um mentor Pode ser um coach ou um amigo mais experiente e de confiança, não só para dar apoio quando as coisas apertarem ou atrasarem, mas também para oferecer uma perspectiva mais objetiva e menos apaixonada do processo de transição. Muitos que querem um novo cargo se esquecem de que eles também precisam mudar para deslanchar na nova fase da vida profissional.

3. Invista em qualificação de curto prazo Quem quer mudar de emprego e de área precisa desenvolver novas habilidades. Aos que conseguirem se organizar para esperar alguns meses antes de começar a procura por um novo trabalho, há cursos de fim de semana, e até de férias, que dão noções de gestão de pessoas, contabilidade básica, administração de pequenas empresas e liderança. 

4. Use a internet como sua aliada Invista tempo para entender mais detalhes sobre o perfil da vaga e sobre como é trabalhar na empresa antes de enviar o seu currículo. No Love Mondays você consegue entender os prós e os contras de mais de 9.000 empresas e decidir se esse é o local certo para desenvolver sua carreira. Nada mais frustrante do que se candidatar a uma vaga, fazer o processo seletivo e só no fim descobrir que a empresa ou o trabalho em si não são exatamente o que você estava buscando.

5. Mantenha ou melhore a produtividade no emprego atual Ninguém busca um novo emprego porque se sente feliz e realizado onde está. A insatisfação, seja com o salário, com o volume de trabalho ou com a chefia, costuma ser a grande motivadora de mudanças nessa área. Mas isso não é razão para descuidar do emprego atual durante a busca por uma nova colocação. O ideal é aumentar a produtividade antes da saída, ou seja, correr atrás de novos desafios dentro da empresa, se envolver em novos projetos e participar ativamente das atividades da sua equipe.


Fonte

http://blog.lovemondays.com.br/blog/quer-trocar-de-emprego-saiba-o-que-fazer-desde-ja


sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

Dicas de viagem - Cancun

Ainda em clima de férias e dedicando os posts do mês de janeiro especialmente para assuntos mais leves trago algumas dicas sobre o planejamento de viagem para Cancun. 

Segundo os mexicanos “Deus é brasileiro, mas passa as férias em Cancun”. Eis um outro lugar que foi para a minha lista de “lugares para retornar”. 


Ao contrário do que muitos pensam Cancun não recebe apenas a “galera do Spring Break”, mas familiares, casais e os apaixonados por mergulho. 

Cancún ganhou os holofotes há aproximadamente duas décadas e é um dos principais destinos turísticos do México. Cancun, que faz parte do mar do Caribe, está localizado no estado de Quintana Roo, sudeste do México. 

Embarquei em um voo da Copa Airlines que partiu de Brasília às 02:30 da manhã para o Panamá. Desembarquei às 06:30 da manhã horário local - O fuso horário é de 3 horas a menos. Às 08:00 segui para Cancun e às 11h desembarcava. Segui para a fila de imigração para carimbar meu passaporte. Exceto pelas filas, o procedimento é muito simples e rápido, sem qualquer pergunta ou questionamento. Logo na saída o serviço de transfer – incluído na reserva do hotel - me aguardava. A distância do aeroporto para a zona hoteleira de Cancun é de aproximadamente 20km. 

As pessoas são muito gentis e seguindo um padrão americano de serviço tudo funciona muito bem. 

Sobre o passaporte – Para o México e para o Panamá é necessário passaporte válido. Sugiro que renove seu passaporte com 6 meses de antecedência a validade – veja como fazer no site da DPF. A boa notícia é que agora os passaportes têm validade de 10 anos e não mais 05 como ocorria até o ano passado. Não é necessário visto para entrada em nenhum dos Países.  

Vacinas – Não há obrigatoriedade de vacinas, mas ainda assim, sempre tenho comigo meu cartão de vacina internacional, no qual consta a minha vacina de febre amarela – Sugiro que sempre deixe o cartão de vacina juntamente como o seu passaporte. Saiba mais sobre o que é o cartão de vacina internacional e como adquirir no site da Anvisa. O meu, fiz em um posto de atendimento no aeroporto de Brasília – basta levar o cartão de vacina nacional e documento de identificação – é muito simples e não há custos. 

Moeda – A moeda do Panamá é o balboa. Nunca ouviu falar? Não se preocupe, pois certamente não precisará usá-la. O país é bem americanizado e adota o dólar americano como moeda corrente. Cancun a moeda oficial é o peso mexicano, mas também adota o dólar como moeda corrente. 

Vestuário – Escolha roupas leves, como se estivesse no litoral brasileiro. As pessoas em Cancun não estão preocupadas com o que você veste, então, evite exageros e opte por conforto e comodidade já que a temperatura média anual está entre 27º podendo chegar a 40º no verão. 

Idioma – o idioma oficial é o espanhol, embora a cidade esteja muito bem preparada para receber turistas que falam inglês. Numa situação um guia disse: “Se fala mais inglês em Cancun do que em Miami”. 

Meios de transporte – O transporte na cidade pode ser feito de ônibus, cuja passagem custa em média 90 centavos - há diversas paradas ao longo da zona hoteleira -  ou de taxi. Se optar por visitar Playa Del Carmen - localizada há 50km - o que sugiro não deixar de fazer, o trajeto é feito de van e custa US$ 4,50 e de táxi por US$ 50. 

A zona hoteleira de Cancun está distribuída ao longo de 23 km de comprimento da orla onde praticamente as maiores redes hoteleiras do mundo possuem pelo menos um hotel. Em sua maioria oferecem o serviço de all-inclusive. Se você decidir fazer os passeios e passar o dia fora não vale a pena escolher o serviço. 

Embora as praias sejam de propriedade federal e não haja permissão para fecha-las os hotéis “monopolizam” a praia, visto que para ter acesso as pessoas precisam passar por dentro do hotel, o que é praticamente impossível se você não for hóspede. Logo, se você não estiver hospedado na zona hoteleira deverá procurar alguma “brecha” entre os hotéis para passar até a areia, o que torna a praia praticamente exclusiva dos hotéis e hospedes. Você não encontrará NENHUM ambulante vendendo qualquer tipo de produto seja ele comida, bebida, canga, protetor solar e etc. Se quiser algum desses serviços basta estender a mão e um funcionário do hotel o atenderá. 

Cancun é um dos destinos mais completos para diversão. A cidade não para! A noite uma das principais atrações é a boate Coco Bongo – parada obrigatória. O local que é uma mistura de boate, casa de show e teatro abre às 22h00 e o grande diferencial são as apresentações musicais de artistas interpretando cantores e atores famosos como Madona e Elvis Presley. A entrada custa 60 dólares e inclui todas as bebidas. E não pense que por ser “open bar” a bebida é ruim, pelo contrário. Prepara-se para tomar muita “michelada” – bebida popular no México que mistura cerveja, suco de limão e molho de pimenta. 

Sugiro que compre seu ingresso no próprio hotel, evitando as filas intermináveis que você encontrará na bilheteria da boate. Ao contrário do que vejo em Brasília, meninas totalmente maquiadas, roupas de paetês e saltos de 15cm, as pessoas em Cancun se vestem de forma simples e quando usam salto optam por “Anabela” já que as ruas são de paralelepípedos. 

Para quem desejar curtir o dia há vários passeios. Os mais oferecidos e “famosos” são os passeis que duram um dia inteiro aos eco parques como Xcaret, Xel-Há e Xplor localizados a 60km, 102 km e 55 km respectivamente de Cancun. Você descobrirá que um dia em cada parque não é suficiente para tanto entretenimento oferecido. É imperdível! 

Contratei o serviço diretamente no hotel onde há um funcionário da empresa “Xperiencias”. Com uma logística perfeita e guias atenciosos e com conhecimento histórico a empresa me buscou no hotel por volta das 07h e por volta das 21h o passeio terminou. Há quem tenha preferência por fazer os passeios de taxi e comprando os bilhetes diretamente no local ou pela internet. Tudo é uma questão de comodidade e escolha. 

Com a Xperencia ao comprar o passeio para o Xel-Há você faz uma parada de pouco mais de 2 horas em Tulum. O lugar é simplesmente lindo e composto por paisagens que nunca havia visto antes. Trata-se de um sítio arqueológico correspondente a uma antiga cidade maia. 

Mas aí vai um aviso: prepare o seu bolso para realizar os passeios que custam em média 110 dólares por pessoa. Minha sugestão é que escolha pelo menos 2 parques para visitar. Eu visitei o Xel-Há e Xplor e foi incrível! 


Prepare-se para grandes emoções! Na entrada do parque você deixa suas roupas e pertences e recebe uma chave do seu armário. Durante todo o dia você ficará apenas com a roupa de banho e só conseguirá utilizar câmera se for a prova d’agua, visto que todos os passeios terão contato com a água. Sugiro que leve um sapato de mergulho ou algo parecido. Não vá de chinelo, pois eles facilmente vão “voar” durante os passeios. 

Já imaginou dirigir um veículo anfíbio por caminhos dentro de uma selva? remar em um bote ao longo de um rio subterrâneo com cenotes de tirar o folego? Voar, em tirolesas cujo trajeto é de 4 km e a 45 metros de altura, sobre árvores? e nadar em um rio com milhares estalactites e estalagmites? Isto é o que você encontrará no xplor. O parque oferece All inclusive (café da manhã, almoço e jantar além de bebidas a vontade, incluindo bebidas alcoólicas). Tudo de altíssima qualidade. 


Assim como no Xplor, você recebe uma chave para guardar os seus pertences e fica a vontade para curtir o parque. O Xel-Há é mais barato que o Xcaret e também oferece All inclusive (café da manhã, almoço e jantar além de bebidas a vontade, incluindo bebidas alcoólicas). Há diversas atividades de aventura como saltos, tirolesa, mergulho e snorkel. O parque oferece também nado com os golfinhos. A diferença entre o Xel-Há e o Xplor é que este primeiro os entretenimentos são a céu aberto. 

Sobre as fotos, não se preocupe. Haverá várias câmeras, com sensores, instalados ao longo do parque. Por isso, cada mergulho será um flash! Mas prepare o bolso. As fotos custam em média 15 dólares cada e não tem como resistir. No Xplor as fotos são vendidas também em formato digital e custa aproximadamente 70 dólares um pendrive com várias fotos. 

Outra opção que dura um dia inteiro é conhecer as ruínas do povo Maia na cidade de Chichen Itzá localizada a 205km de Cancun. Fiz o passeio com a Xperiencia e apesar da noite agitada na Coco Bongo, às 07h manhã estava de pé aguardando o guia para seguir a estrada. Durante o trajeto, cerca de 2 horas, o guia traz fatos históricos e arqueológicos sobre o local de visitação. Mas dá para tirar uma soneca. Os guiam falam em espanhol e inglês. 

Não deixe de conhecer as indescritíveis Isla Mujeres e Cozumel, além de Playa Del Carmen.  

Isla Mujeres – o passeio é feito de ferry bolt que parte de Cancun e custa 17 dólares ida e volta. Dá para passar o dia na ilha e retornar no final da tarde. A melhor forma de conhecer Isla é alugando um carrinho de golfe que custa 15 dólares a hora. 

Cozumel fica a 60 quilômetros de Cancun e é muito procurada por mergulhadores. A ilha em nada se parece com Cancun. Ao desembarcar de ferry bolt - que parte de Playa del Carmen e custa cerca de 40 dólares ida e volta - você irá se deparar com vários navios ancorados e ruas repletas de lojas e bares. O artesanato local é lindíssimo e vale a pena comprar, mas não deixe de pechinchar, pois eles costumam cobrar preços altíssimos e a medida que você negocia eles vão reduzindo os valores. Esta regra, a propósito, vale para qualquer lugar no México. Em Cancun, por exemplo, comecei a negociar um item de decoração que custava 110 dólares, que ao final da negociação saiu por 40 dólares. Achei isso meio chato. 

Sobre compras, não vi em Cancun nada diferente do Brasil, exceto pelo artesanato local com suas peças e louças lindíssimas. 

Após 08 dias saboreando os mais deliciosos pratos típicos como a guacamole (creme de abacate), enchiladas (panquecas recheadas), tacos (tortilhas recheadas com carnes e salada) burritos (tortilhas recheadas, salada e feijão) e muita michelada voltei para o Brasil. O voo foi tranquilo e também fez conexão no Panamá. Embarquei às 11:00 da manhã e 00:00 chegava em Brasília. Além da Copa Airlines, companhias como Lan, Delta, Tam e aeroméxico operam voos para Cancun. 



Se viajar de Copa Airlines não deixe de pontuar suas milhas no programa smiles e verifique também as demais parcerias aéreas. Um trecho de ida e volta me renderam 6 mil milhas. Com isso, você já garante outra viagem no Brasil. 

Espero que as dicas de viagem postadas ao longo do mês tenham contribuído e motivado para a realização e planejamentos de sua viagem. 

Viajar, é sem dúvida uma oportunidade singular de expandir nossa visão de mundo e de vida, uma vez que temos a oportunidade de conhecer o novo. 


Verdadeiramente acredito que somos do tamanho dos nossos sonhos e não importa de onde viemos, mas onde queremos chegar. O segredo é nunca parar, e continuar evoluindo, crescendo e seguindo em frente, e isso exige trabalho árduo, muita dedicação e amor. Não há atalhos! 

Um abraço e um abençoado final de semana!!! 



Remando nas grutas do Xplor. A estrutura do parque é simplesmente fantástica e também há sensores de foto espalhados por toda parte. Esteja preparado para os flashes 


No circuito de tirolesas há algumas "surpresas" neste caso um toboágua. 


Barracas espalhadas às margens dos hotéis em Cancun  



Amanhecer em Cancun 



Decoração do Señor frogs em Playa del Carmen. Paradinha enquanto o ferry bolt não sai! :) 


Desembarcando em Cozumel 


Ferry bolt em Cozumel - os horários de chegada e saída ficam disponíveis em um painel próximo das bilheteria. 


Cozumel e atras os ferry bolts 







Pelas ruas de Cozumel 


As famosas caveiras. Para os mexicanos as caveiras simbolizam a vida e afasta os maus espíritos. Elas são sempre muito coloridas, estilizadas e decoradas, com desenhos de flores.






souvenir



Turistas são recebidos com muita festa, diversão e música! 






Tulum




Tulum 



Tulum 



Do alto de Tulum 


Tanques para nadar com os golfinhos 



souvenir

Entre um passeio e outro no Xel-Há redes para descansar 


Entrada do Xplor. Você ficar o tempo todo com estes capacetes. No local eles vendem sapatos de mergulho, mas é muito mais caro. Sugiro comprar no Brasil.  



Praias em Cancun 





Comidas típicas  - prepare-se para comer muito! 



Não resisti e trouxe uma :) 



A animação já começa na entrada do Coco Bongo  



Um dos espetáculos do Coco Bongo - sugiro comprar área VIP - a pista é lotada 





Coco Bongo 




Chichen Itza - Ruínas de uma cidade Maia. Aproveite para comprar artesanato local e não esqueça de pechinchar. Uma dica é perguntar o preço, agradecer e ir embora. Eles irão atrás de você e baixarão o preço pela metade! Dificilmente perdem uma venda. Para este passeio vá com roupas leves e não esqueça o protetor solar. 



Hasta Luego!


Assuntos relacionados:


quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

Curso Master: Secretariado Executivo e as exigências do alto padrão corporativo

Pessoal, 

Compartilho informações sobre treinamento previsto para acontecer dia 26/01 em Brasília. 

um abraço, 

Simara Rodrigues




Curso Master: Secretariado Executivo e as exigências do alto padrão corporativo 


Ementa do curso:

O curso em tela visa apresentar técnicas de secretariado para o profissional da área, com foco no mundo atual, cada vez mais informatizado, que exige iniciativas e soluções efetivas. Procede à revisão do papel do secretário executivo na sociedade contemporânea, que solicita desde técnicas tradicionais até o domínio de sofisticadas tecnologias computacionais. O mercado de trabalho abrange tanto as empresas públicas quanto as empresas privadas, órgãos do governo, sindicatos, associações, universidades, indústrias e outros, lembrando-se que a tendência mercadológica é trabalhar em equipes (pool) que atendam a vários dirigentes e executivos ao mesmo tempo.

Objetivo:

O objetivo do curso de Técnicas de Secretariado é demonstrar aos interessados que desempenhem esta função como ser um profissional apto a assessorar e articular a área administrativa das empresas, estando instrumentalizado em termos de idiomas, técnicas secretariais e comunicação geral. Isso quer dizer que deverá conhecer e entender a empresa em todos os seus aspectos, interpretando objetivos, adotando sua filosofia empresarial e visando obter resultados. Administração, direito, planejamento e organização são conceitos que o Secretário Executivo deverá dominar em toda a sua extensão. Atingindo-se estes objetivos, estar-se-á eliminando uma das reclamações mais ouvidas de diretores e gerentes, que, ao analisar o baixo desempenho obtido por suas equipes de trabalho, o atribuem à falta de pessoal qualificado. O cursando estará sendo preparado para ser um inovador, um criador de alternativas para os diferentes problemas profissionais com os quais pode se deparar. É fundamental para este profissional o desenvolvimento da habilidade de relacionamento com as pessoas para conseguir resultados que impulsionem a empresa, além de desempenhar tarefas como a interpretação das formas de trabalho e normas empresariais necessárias ao bom desempenho da função.

Docentes: 

Willian Gonçalves.

João Paulo Todde Nogueira

Ocupação Atual: Advogado Doutor em Direito Tributário e Processo Tributário, Especialista em Direito internacional, Especialista em Direito Romano e Cultura Italiana e Especialista em Direito Eletrônico, Sócio Fundador Presidente da TODDE Advogados & Consultores Associados, Professor de Graduação, Consultor Jurídico do Sebrae Nacional em matéria de Políticas Públicas e matéria Tributária e Empresário.


Conteúdo programático:

1. Unidade Temática I – Conhecimento da Profissão

o Histórico e Regulamentação

o Os Sindicatos e o Mercado de Trabalho

o Perfil do Profissional

2. Unidade Temática II – Ambiente Organizacional

o Conceito de Organização

Clima e Cultura Organizacional

Comportamento no Ambiente de Trabalho

Visão Empresa/Consumidor

Trabalhando em Equipe

o Administração do Tempo

o Organização do Local de Trabalho

o Agenda e Follow-up

2. Unidade Temática III – Preparação de Reuniões e de Viagens

o Tipos de Reuniões / Características

o Planejamento / Providências

o Política de Viagens

o Itinerário / Passagens

o Hospedagem

o Locação de Veículos

o Agências de Viagem

3. Unidade Temática IV – Ética Profissional

o Ética e Profissão

o Deveres Profissionais

o Ambiência e Relações no Trabalho

o O Convívio Social

4. Unidade Temática V – Etiqueta Profissional e Estrangeira e Cerimonial, Protocolo e Precedência

o Usos e Costumes

o Etiqueta e Costumes no Mundo

5. Unidade Temática VI – Noções Básicas de Direito Formal 

o Forma documental; 

o Responsabilidades Administrativas Interna Corpori;

6. Unidade Temática VII – Noções Básicas de Direito Civil e Criminal

o Responsabilidade Civil; 

o Responsabilidade Criminal;

o Mídias Digitais;


Carga Horária: 20 horas/aulas 
Valor: R$ 660,00 ( Em até 3 vezes no cartão ).
Pagamento à vista: 5% de desconto.
Estudantes: 10% de desconto. (Não cumulativo). 
Início: 26 à 30 de JANEIRO 2015. 
Horário: 18:30 às 22:30 horas. 
local: Turma de até 10 alunos: Sede I - lago norte;
Turma superior a 10 alunos: Sede II - Memorial Darcy Ribeiro/UNB.

Inscrições Abertas!!!!       

Maiores informações:


http://www.ihdeia.com.br/pages/news_ver.php?idnews=aab3660922bcc25a6f606eb525ffdc56&force=true&



terça-feira, 20 de janeiro de 2015

Paris - A cidade luz

Bonjour pessoal, 


Em continuidade ao post sobre a viagem para Londres e Paris, desembarquei na St Pancras, em Paris  às 10:15. Logo na saída há um fila de taxi. Da estação de trem até o hotel foram 10 min e custou 15 euros a corrida. 

O taxista era muito atencioso e esforçou-se para falar inglês. Cheguei no hotel antes do horário de check-in - que era as 12:00 - mas como o quarto já estava disponível o gerente liberou a entrada. 

Paris, assim como Londres, é um museu a céu aberto. Por isso não se surpreenda se estiver em busca de um simples café e deparar-se com peças históricas que compõem a “decoração” da cidade.

A cidade é dividida em vinte áreas municipais, chamadas de arrondissements e estão distribuídas segundo uma espiral que se desenvolve no sentido dos ponteiros do relógio a partir de um ponto central da cidade situado no Louvre. Isto significa que os números mais baixos correspondem a “arrondissements” mais centrais e os números maiores aos mais distantes do centro.

A escolha pela melhor localização de hotel, novamente, vai depender dos seu gosto e de suas preferências. Entretanto, esteja onde estiver o metrô será o meio de transporte mais eficaz e prático. Portanto, a primeira dica é que você opte por hotéis próximos das estações. 

Nas duas visitas à Paris, me hospedei na Boulevard Saint Michel porque queria ficar próxima de alguns pontos que poderia fazer a pé como a Catedral de Notre Dame, Louvre, Luxembourg e do famoso bairro St Germain des Prés que fica no 6eme arrondissement, às margens do Sena. O bairro é bem movimentado e onde encontramos os cafés e restaurantes famosos como Les Deux Magots, Café de Flore, Brasserie Lipp e Le Procope. No século XX o bairro foi um dos locais mais procurados da vida intelectual e artística da cidade. 

Estive em Paris duas vezes. Uma em 2009 e depois em 2014. Ambas as vezes fui no inverno, cuja temperatura estava entre 5.º e 8.º graus. Paris é exatamente como dizem: respira glamour, com uma gastronomia fantástica que te fará engordar alguns quilos facilmente. 

Não faltam atrações. Se perder e se encontrar em Paris certamente renderão novas descobertas. 

O que mais me encanta em Paris são os pintores e artistas, espalhados pelas ruas, os cafés, os restaurantes, a deslumbrante Catedral de Sacré Coeur e seus museus, é claro. (risos). 

Tive duas experiências distintas ao viajar para Paris. Em 2009 foi a minha primeira viagem internacional e por estar deslumbrada - afinal, mergulhava em um mundo desconhecido e cheio de glamour - fiz um turismo mais capitalista e de consumo. Queria comprar tudo que via pela frente, tudo era uma “oportunidade imperdível” e mesmo em Euro algumas aquisições de fato valiam a pena - Principalmente vestuário e perfumaria. Hoje, talvez pela maturidade, não viajo em busca de consumo, mas de conteúdo, de experiência, de história e de percepções. Costumo dizer que atualmente estou em outra “vibe”. Aos 36 anos tenho buscado outros valores para o meu crescimento pessoal e espiritual - sem fazer juízo de valores. Portanto se a sua praia são as compras, aproveite porque vale a pena. Afinal, o importante é ser feliz. (risos). 

É exatamente isso que é bacana em Paris, você ter o poder de escolha. Se quiser passar o dia fazendo compras não faltarão lugares e lojas e se escolher passar o dia visitando museus e lugares históricos também terá dezenas de opções. Seja o seu destino compras ou história, sugiro que faça a pé. Planeje roteiros para que assim não perca tempo. 

Paris, como todos os lugares da Europa, vende o Day Pass (passse de metrô para um dia) e custa 6,40 euros para as zonas 1-2; 8,55 euros até a zona 3; 10,55 euros até a zona 4 (Versalhes); 14,20 euros até a zona 5 (Disneyland Paris - mas o aeroporto CDG não está incluído) e são vendidos nos caixas de autoatendimento e nos guichês das estações de metrô RER.

Se você optar por visitar os museus, o que sugiro que faça, a melhor opção é o Museum Pass que além de mais econômico dispensa fila da bilheteria. Você só enfrentará fila nos lugares onde há controle de raio-X (Sainte-Chapelle e Versailles) ou quando a entrada é controlada (Torre de Notre-Dame).

Dois dias consecutivos do Museum Pass custa 39 euros; 4 dias consecutivos, 54 euros; 6 dias consecutivos, 69 euros. 

Se pretende visitar apenas um dois museus, é mais barato comprar o bilhete avulso na respectiva bilheteria que custa em média 11 euros. 

Vale ressaltar que algumas exposições, principalmente as temporárias, não fazem parte do Museum pass. Então, verifique antes de adquirir seu bilhete esta informação. 

O passe pode ser adquirido nos centros de informações turísticas, nas Fnac e em museus participantes e terá validade a partir da data descrita na contracapa do passe.

Se está em busca de consumo precisa conhecer às Galeries Lafayette. A Galeria é um prédio, de 5 andares, onde você encontra todas as marcas de luxo do mundo, além de produtos de beleza, joias, lingerie, perfumes, maquiagem, área Gourmet com centenas de vinhos, champanhes, chocolates, comidinhas.....enfim é uma loucura!

Há ainda restaurantes, bares, cafés, sushi bar, para fazer uma pausa e se deliciar com as gastronomia francesa, isso tudo muito bem acompanhado de uma taça de champanhe, por que não? Dá para imaginar tomar Veuve Clicquot por 6 euros? Ok, estou trabalhando o desapego, mas champanhe ainda é o meu calcanhar de Aquiles. (risos). 

As liquidações de inverno acontecem a partir do dia 10 de janeiro e duram 5 semanas. No verão, começam no dia 02 de julho, também com duração de semanas. 

Mesmo que não queira fazer compras, visite as galerias para admirar sua arquitetura, especialmente a enorme cúpula em ferro e vidro, que é belíssima! 

Outro lugar famosos para compras é a Champs Élysées, considerada a avenida mais elegante do mundo, a rua possui marcas como Chanel, Louis Vuitton, Hugo Boss, Dior, Cartier, entre outras e mesmo que não esteja em busca de consumo é um lugar lindíssimo para caminhar e comer super bem. Restaurantes como Chez André, La Maison de La Truffe, e Le Relais de L’Entrecôte e o famoso restaurante do grupo Costes L’Avenue estão localizados na região. 

Dentro do meu roteiro, previamente planejado, estava o Museu do Louvre, um dos mais completos do mundo, repleto de obras de arte, arqueologia e pinturas. O Museu é inspiração para diversos museus europeus e internacionais, além de ser o museu mais visitado do mundo conhecido por obras de importantes artistas. Entre as obras mais procuradas está “La Gioconda” - A Mona Lisa - de Leonardo da Vinci.

Visitar o museu no final do ano é um exercício de paciência. Há fila para entrar, para ver as obras, para comer, para ir ao banheiro. E mesmo com o Museum pass tive que aguardar um tempo para entrar. Sugiro que além do passe compre um guia digital adaptado com informações sobre o museu, que funciona via GPS e oferece vários passeios guiados com voz, além de informação sobre as obras. 

Nesta última viagem não me aventurei pelas filas do Louvre pois queria conhecer o museu de D'orsay, instalado em uma antiga estação de trem no centro de Paris, às margens do Rio Sena. A entrada custa 9€, mas o ideal é comprar o passaporte que dá acesso ao D'orsay e ao museu Orangerie - que fica do outro lado do Rio Sena – localizado no Jardin des Tuileries e custa 14€. A propósito, o Jardin des Tuileries é lindíssimo e um dos mais emblemáticos espaços parisienses. 

O Museu D'orsay abriga uma vasta coleção de importantes obras entre elas obras do impressionismo - movimento artístico que revolucionou profundamente a pintura e deu início às grandes tendências da arte do século XX. São as minhas preferidas. Lá você encontrará obras de Claude Monet (um dos principais artistas do movimento), Auguste Renoir (meu preferido), Edgar Degas, Cézanne entre outros. 

No interior do museu há um restaurante e um café delicioso que você pode almoçar, lanchar ou simplesmente tomar champanhe por valores acessíveis. 

Diferente do Louvre, que as pessoas fotografam as obras, é proibido fotografar no D'orsay e várias são as placas informativas. 

No trajeto de volta para o hotel - que fiz de metrô – havia a divulgação de uma exposição temporária no jardim de Luxemburgo. 

A exposição intitulada Paul Durand-Ruel – Le pari de l’impressionisme começou no dia 09/10/2014 e segue até 08/02/215. São oitenta obras do impressionismo, em homenagem a Paul Durand-Ruel, que foi o grande entusiasta e propulsor da carreira dos artistas impressionistas. A exposição foi organizada pela Réunion des Musées Nationaux e conta com a colaboração do Musée d’ Orsay, National Gallery e do Museu de Arte de Filadélfia. A entrada custa 12€ e algumas obras podem ser fotografadas. 

Depois de 04 dias em Paris meu retorno para Brasília começou com uma conexão em Lisboa. Meu voo saiu do aeroporto de Orly que é bem próximo da cidade. Diferente do Charles de Gaulle - o CDG - maior e mais importante, entretanto mais distante. 

Contratei um serviço de transfer, indicado pelo hotel, que custou 40 euros. Meu voo era às 07:00, logo tinha que estar às 05h00 no aeroporto. Ainda que quisesse ir de metrô não seria possível, pois o horário de funcionamento é a partir das 05:30. 

Cheguei em Lisboa às 08:30 e o embarque já havia começado para Brasilia. Ainda tive que passar pela fila da imigração, dessa vez para registrar minha saída do País e sair literalmente correndo pelos corredores do aeroporto. Geralmente, o portão de embarque da TAP é o 41 ou 42, com isso, haja folego. 

Cheguei em Brasília às 17:15 - horário local. A viagem foi muito tranquila e o melhor, dessa vez minhas malas chegaram ao destino final. Embora estivesse muito "Zen" considerando que os objetos de valor vieram na bagagem de mão. 

Paris é um lugar que você pode e deve visitar várias vezes e em todas as estações do ano. Ainda quero voltar a Paris e desfrutar mais da cidade e de bairros tão singulares que passei muito rapidamente. Não dá para dizer quantos dias são necessários para ficar em Paris, mas se puder, reserve pelo menos 03 dias úteis para conhecer os pontos mais importantes. E não deixe de fazer um roteiro e pesquisar sobre pontos  que são parada obrigatória. 

Para este roteiro, além de livros sobre a cidade, que comprei na livraria cultura, busquei muitas dicas no site http://www.conexaoparis.com.br/ e vários blogs. 

Outros lugares imperdíveis para visitar: 

Torre Eiffel
Praça da Concórdia
Basílica de Sacre Coeur
Palácio de Belas Artes
Palácio de Versalhes



Agradeço a Deus pela oportunidade de conhecer os encantos de Paris. Uma cidade linda, onde paixão se transforma em amor, comida em gastronomia e sonhos em realidade. 

Au Revoir e até a próxima! 


Os 20 arrondissements estão distribuídos segundo a figura abaixo 


A caminho da exposição Paul Durand-Ruel – Le pari de l’impressionisme - logo a frente 


Simplesmente contemplando o Rio Sena 









 caminhar, fotografar e parar para tomar um café e comer um croissant deve fazer parte da viagem 




E durante o café aproveite a rede wi-fi para se localizar. 



E também durante uma parada e outra busque dicas de locais para conhecer 




Catedral de Notre-Dame no final da tarde já totalmente iluminada 


Champs-Élysées no final da tarde


Feira de Natal na Champs-Élysées - Comendo para aquecer!! 



Arco do Triunfo 


 e mais foto....




La Fin du Dejeuner, 1879 - Pierre-Auguste RENOIR


Em busca do melhor macaron do planeta!





Pierre Hermé o "Picasso da confeitaria"



Mapa das linhas de trem - fácil de entender e de se locomover - há mapas disponíveis no hotel e nas estações de metrô





A Disneyland Paris - Vale a pena visitar, embora o complexo seja consideravelmente menor que o Walt Disney World. O que não significa que seja pior. O Disneyland Paris é composto por 2 parques, Disneyland Park, e Walt Disney Studios Park.





Um dos meus pratos preferidos e é um dos grandes clássicos da culinária francesa - Sopa de cebola.




Musée de l’ Armée (Museu das Forças Armadas), mais conhecido como Museu des Invalides





Louvre dia 31/12/2009 - dispensa legenda! 



Louvre dia 31/12/2009 - dispensa legenda!








Que tal compartilhar suas experiências aqui no blog? 


Assuntos relacionados:


http://simararodrigues.blogspot.com.br/2015/01/planejando-sua-viagem-internacional.html

http://simararodrigues.blogspot.com.br/2015/01/planejando-sua-viagem-firenze.html

http://simararodrigues.blogspot.com.br/2015/01/planejando-sua-viagem-internacional_10.html

http://simararodrigues.blogspot.com.br/2015/01/planejando-sua-viagem-parte-4-lucerna.html

http://simararodrigues.blogspot.com.br/2015/01/planejando-sua-viagem-parte-4-praga.html

http://simararodrigues.blogspot.com.br/2015/01/planejando-sua-viagem-parte-5-berlim.html