sexta-feira, 17 de outubro de 2014

O que você tem feito com as suas 24 horas?



Com frequência me perguntam: Como você consegue fazer tanta coisa? Como você encontra tempo para tudo isso? 



Eu adoro essa pergunta - acho que me sinto meio ninja -  e geralmente respondo, com bom humor e um sorriso genuíno: “Administro bem meu tempo, acho que é isso”. 


E não há soberba ou arrogância nessa reposta, mas porque acredito, realmente, que essa seja a “fórmula mágica” – saber administrar prioridades e atividades. 

Embora seja um clichê todos nós temos as mesmas 24 horas e por mais que pareça que a grama do vizinho é mais verde, ela não é. Vivemos momentos de puro stress, pessoas apressadas em que a palavra URGENTE é repetida quase como um mantra, seja no ambiente corporativo ou familiar. 

As pessoas têm pressa. Querem tudo pra ontem. Mas deixam tudo pra depois com a velha desculpa que Brasileiro tem mania de deixar tudo para a última hora. Então não se organizam, não fazem planos, não têm metas, objetivos, e com isso, muitas vezes vivem a “correr atrás do rabo”. 

Começam a semana com lema: “deixa a vida me levar, vida leva eu”... Música linda, mas que no dia a dia não funciona. 

Desenvolver hábitos, organizar o tempo, definir prioridades e como queremos usar as nossas 24 horas é o ponto de partida. Fantasioso?

Especialistas e estudiosos afirmam que um indivíduo, para modificar um comportamento, melhorar uma habilidade, modificar ou formar um hábito, precisa exercitar tal prática por, pelo menos, 21 dias para que então se torne um hábito. 

Uma dica simples é escrever. Sim. Escreva: 

Este mês, este semestre, este ano eu vou: 

Estudar – tempo reservado: 1 hora 

Atividade física - tempo reservado: 1 hora 

Trabalho - tempo reservado: 08 horas – Sem contar com as exceções 

Leitura de um livro - tempo reservado: 01 hora 

Tempo com família – você define 

Dormir – 08 horas 

Ah Simara mas e o trânsito? Já pensou em fazer algo nesse tempo? Estudar via audiobook? ler um livro via audiobook? Fazer uma meditação? ajustar sua agenda? 

Hoje Eugênio Mussak postou no facebook: 

“Tempo é um fenômeno totalmente abstrato, por mais que tenhamos inventado o relógio para medi-lo. Tempo é relativo em sua duração e absoluto em sua finitude. Passou, acabou. Não volta mais. Disponibilidade de tempo é puramente emocional. Temos facilidade em encontrar tempo para o que nos dá prazer, e dificuldade extrema para as atividades desprazerosas. Tempo para o aprimoramento pessoal? Como assim? Nem entendi! #ParaPensar

Então que tal aproveitar o final de semana para responder a simples pergunta: O que você tem feito com as suas 24 horas?





Nenhum comentário:

Postar um comentário