domingo, 8 de junho de 2014

Use as cores a seu favor

O Presidente da empresa estará no escritório com todos os conselheiros e convidados externos. Qual a melhor roupa para essa situação? Você participará de um evento corporativo e não quer fazer feio. Que roupa escolher? 

Acredito que não seja a única a viver esse dilema e por isso achei interessante o artigo publicado na Exame sobre o tema, que traz algumas dicas para que a nossa imagem seja positiva em diferentes situações. Afinal, você nunca terá uma segunda chance de causa uma 1a boa impressão!

Leia abaixo - vale a pena acessar a matéria no site e visualizar as sugestões de look!




Não é novidade que publicitários lançam mão de estratégias para o uso de cores nas embalagens dos produtos e anúncios, muito menos que decoradores e arquitetos usem as cores a seu favor na construção de ambientes. O mesmo se aplica aos consultores de imagem, explica Ana Vaz, especialista em análise de cores pela First Impressions Image Consulting. De acordo com ela, a roupa de um profissional pode trabalhar a favor ou contra a imagem que ele deseja transmitir.

Por isso, ela dá dicas a executivos e candidatos a oportunidades profissionais para que eles consigam mostram seus valores e qualidade, e disfarçar seus defeitos, a partir da aparência e cores das roupas. Confira os conselhos da especialista para 8 situações de carreira:

1. Na entrevista de emprego

A ideia é transmitir seriedade, credibilidade e formalidade. “Cores escuras, como azul marinho, preto, marrom, vinho e verde-musgo, passam essa ideia de seriedade. Na publicidade, por exemplo, quando o objetivo é reforçar a solidez do produto, a cor escura é o primeiro elemento”, diz Ana Vaz.

Linhas retas e tecidos mais estruturados também ajudam a reforçar estas características. “O tubinho preto é tradução do terno para as mulheres”, explica Ana. 

No entanto, exagerar no visual escuro não é indicado. Por isso, a dica é mesclar com tons mais suaves. A camisa mais clara, na foto, faz esse papel de dosagem para que o negativo não se sobreponha.

2. Reunião descontraída ou brainstorm

Em situações deste tipo, o ideal é apostar em cores mais claras. “Bege, rosa, amarelo e azul-céu dão o tom de proximidade, leveza e descontração”, diz Ana. Por exemplo, os ternos masculinos de cor clara são mais indicados para as situações mais informais.

Para evitar exageros, aposte na mistura com cores escuras ou mais vivas, se quiser dar uma ideia de impetuosidade e fugir da imagem de fragilidade. Na foto, por exemplo, o casaco azul marinho é o elemento que dá o equilíbrio.

“A pessoa pode brincar com as formas, também. Uma coisa é escolher uma blusa mais arredondada com botões de pérola, outra coisa é apostar em um blaser coordenado com uma calça de alfaiataria”, diz Ana.

3. Para tomar decisões

A racionalidade que uma tomada de decisões no ambiente de trabalho pede é estimulada pelas cores frias. Azuis, verdes azulados (como o verde-esmeralda), cinza e roxo passam essa mensagem, segundo a especialista. “As cores frias são aquelas que têm bastante azul na composição”, diz.

Para as mulheres, a maquiagem pode fazer a contraposição. “Batom no tom coral pode quebrar um pouco a ideia de frieza”, diz. Mas se a ideia é mesmo impor distância, combine com cores escuras.

4. Reunião tensa ou com chefe difícil

Cores foscas e suaves são uma boa alternativa para encarar um chefe difícil ou uma reunião complicada. “O tom opaco é ligado à imagem adulta, traz o símbolo do comprometimento e intelectualidade”, diz Ana.

Azul acinzentado, bege, tons de vinho mais esfumaçados e verde-musgo são as indicações da especialista porque reúnem a imagem de prudência, discrição, paz, equilíbrio, acolhimento, introspecção e maturidade.

5. Para ter bom humor e coragem e estimular a criatividade

Aposte na força das cores vivas. Vermelho, turquesa, pink e amarelo-ouro projetam casualidade, ousadia e criatividade. “A gente nasce amando as cores vivas, elas são instigantes, divertidas e não são monótonas”, diz Ana.

De acordo com ela, são cores atreladas à infância e adolescência. “Por isso podem dar a ideia de cores pouco sofisticadas e infantis”, diz ela. Por isso, use algumas peças e evite ser visto como incoerente ou impulsivo, efeitos negativos dessas cores.

Mesclar cores vivas com bege, cinza, ou verde-militar são alternativas ao uso do preto, desaconselhado pela especialista.
Para os homens que estão em ambiente muito tradicional, ela indica uma gravata vermelha, por exemplo.

Para ter mais energia 

Cores quentes como amarelo e laranja são ótimas “energizadoras”. Elas reforçam as habilidades de se relacionar com o outro, os níveis mais altos de energia e a capacidade de tomada de decisões rápidas.

Tons avermelhados e terrosos também são indicações da especialista. Caso o ambiente seja mais tradicional, troque o laranja por erracota ou o amarelo pelo mostarda. “Também vão dar a ideia de acolhimento”, diz Ana. 

Para ganhar a atenção e se aproximar de um cliente 

Ao mesmo tempo em que o objetivo é transmitir credibilidade, quando o encontro é com um cliente, é essencial dar a sensação de proximidade também. “Há cores que por si só geram simpatia”, diz Ana. Tons claros de rosa, lilás, salmão dão o toque de delicadeza e gentileza a um visual mais sóbrio, com terno ou tailleur mais escuros, por exemplo.

Em uma apresentação 

A última coisa que um profissional que está fazendo uma apresentação quer é que a plateia preste mais atenção na sua roupa do que na sua fala. “Uma cor muito viva pode servir como ruído na comunicação porque compete pela atenção, diz Ana. A dica é optar por cores mais opacas. “Que não seja muito acesa, pode, por exemplo ser um rosa queimado, azul anil e marinho”, diz Ana.


Fonte

http://exame.abril.com.br/carreira/noticias/como-usar-as-cores-a-seu-favor-em-8-situacoes-de-carreira?p=1

Nenhum comentário:

Postar um comentário