terça-feira, 3 de junho de 2014

Celular à mesa



 Não há como contestar! O uso do celular aumenta a produtividade e resolve emergências. Não inventaram nada, ainda, que traga tanta mobilidade em nossa rotina, mas por outro lado, não há nada mais chato do que ouvi-lo tocar em alguns momentos. 

Quer situação mais constrangedora que sair para almoçar com alguém e ter a sensação de almoçar sozinha? Porque a sua companhia não consegue "desconectar" do celular - seja enviando mensagens, e-mails ou falando. Isso quando não resolve fazer o "check-in" do local para o facebook. 


A verdade é que o celular é um convidado indesejado na hora das refeições - sejam elas a trabalho ou na vida pessoal -  por isso, é de bom gosto que o uso seja limitado às emergências. 

Costumo dizer que o nome que se dá esse hábito, pouco utilizado no mundo contemporâneo, é Educação. Que significa o equilíbrio entre o bom-senso e o senso de adequação que cada situação requer.

Por isso, quando estiver participando de almoços, happy hour, coffee break não esqueça de deixar seu telefone no silencioso. E se nesse intervalo ele tocar, avalie se é realmente necessário que o atenda ou responda. 

Este tipo de postura, embora não pareça, fala muito sobre nós. Afinal, o mínimo que as pessoas que dedicam um tempo a nós esperam é a nossa atenção. 






Nenhum comentário:

Postar um comentário