terça-feira, 5 de novembro de 2013

Na vida de um Secretário Executivo, ser aprendiz deve ser um estilo de vida




Ontem, em sala de aula falávamos sobre os diversos perfis de gestores que podemos encontrar no mundo corporativo e o grande desafio de atuar em parceria com essa antiga “fera”: nosso chefe. 

Fazendo uma reflexão sobre o tema percebo que nesses 14 anos atuando na área de Secretariado tenho tido a oportunidade de me relacionar com diversos perfis, cada um com sua particularidade. Observo que com todos, absolutamente todos, aprendi algo e cada um deles tem um papel relevante na minha história. 

A verdade é que a gente não veio nessa vida à passeio. Por isso,  ser aprendiz no Secretariado deve ser um estilo de vida, assim como não tenho dúvidas que todos nós temos algo a oferecer. E mesmo quando nos deparamos com chefes que não aprenderam a ser bons chefes, não podemos nos isentar de sermos bons subordinados. 

Vale destacar que nessa jornada vamos admirar uns e outros não. Talvez admiremos uns mais e outros menos. Mas a lição que deve prevalecer é que em todas essas relações temos a oportunidade de aprendizado. Ainda que seja para validar o que não queremos para nossas vidas. 

Portanto, minha dica é que em cada relação, e principalmente na relação entre Secretário e Executivo, haja o desejo de aprendizagem continua. Se essa relação vai ser duradoura ou não, só você poderá responder. 

Perceba que nessa estreita relação formada entre Secretário e Executivo também é possível encontrar um “mentor/Herói”, aquela pessoa que irá te inspirar, que você vai admirar e desejar aplicar as lições aprendidas em sua própria vida e carreira. Será aquela pessoa que você pensará: “Quando crescer quero ser igual a ele (a). “ 

Certa vez Jack Nicholson disse “O único momento em que você não aprende nada é quando está morto”. Pura verdade! Portanto, aproveite essa estreita relação e desenvolva vantagens competitivas. Se seu chefe for da área de vendas, por exemplo, ele certamente terá ótimas lições sobre negócios, clientes, estratégias e mercado. Se for da área de planejamento você terá a incrível oportunidade de conhecer sobre os aspetos relacionados e assim acontecerá em qualquer segmento.  

A verdade é que somos formados pelo meio que vivemos, pelas revistas e livros que lemos, pelos programas que assistimos e principalmente pela forma que temos de converter tudo em aprendizado e é exatamente isso que diferem as pessoas: capacidade de encontrar oportunidades em toda e qualquer situação.

E você? O que tem feito?

Tenham uma ótima semana, 

Simara Rodrigues 

Nenhum comentário:

Postar um comentário