quinta-feira, 19 de setembro de 2013

Você é proativo ou reativo?




Tenho aprendido, com minhas experiências, que quando nos voltamos para dentro de nós e buscamos nos decifrar as descobertas são reveladoras. 

Acredito que para mudar o mundo eu preciso começar por mim. E nesse exercício diário o autoconhecimento é fundamental. Por isso lanço a pergunta: 

Você é proativo ou reativo? 

A palavra proatividade entrou no dicionário corporativo há muito tempo e descreve a habilidade de agir sem esperar que outra pessoa ordene. De tão usada, virou até clichê em currículos e requisitos básicos para preenchimento de vagas. 

Uma pessoa proativa é aquela que faz acontecer. Que está sempre em busca de novos desafios, de respostas, que está sempre engajada em novos projetos, que busca novos conhecimentos. É aquela pessoa que busca novidades fora do seu cargo, que “sai da caixa”. 

Já as pessoas reativas são aquelas que pensam e atuam dentro de padrões de causa e efeito. São vítimas das circunstâncias. Quando um reativo comete um erro, por exemplo, afirma “A culpa não foi minha“, e responsabiliza os outros. Enquanto um proativo comete um erro e diz “Enganei-me“, e aprende a lição.

Um Reativo frequentemente sente-se vítima diante de uma adversidade, enquanto o proativo sabe que a adversidade é o melhor dos mestres. Um Reativo geralmente se acha perseguido pelo azar enquanto o proativo sabe que o resultado depende de si próprio. 

Frases como "Não sou tão mau assim” e “há muitos piores que eu" fazem parte do discurso do reativo, enquanto o proativo procura dizer “Sou bom, mas posso melhorar cada dia mais”.

Geralmente uma pessoa reativa não espera que chegue a sua vez de falar, ao contrário do proativo que ouve, entende e debate. 

Um reativo foca nos problemas e defeitos dos outros, enquanto o proativo respeita os que sabem mais, valoriza e procura aprender com as experiências dos outros. 

Um reativo geralmente contesta com frases “Sempre fizemos assim, não há outra maneira, sempre foi desse jeito" enquanto o proativo observa por outros ângulos e sempre procura outras formas. 

O que difere as pessoas é exatamente a maneira como enxergam o mundo e as possibilidades. Acredito que o sol nasce para todos, mas alguns optam por colocar vendas nos olhos!

Um abraço, 

Simara Rodrigues 


Um comentário:

  1. Amei, é simplesmente isso mesmo!
    Beijos Profa, Admiro muito você, sempre!

    ResponderExcluir