quarta-feira, 12 de junho de 2013

Boas cercas fazem bons vizinhos



Quando iniciei minha carreira, há aproximadamente 14 anos, com pouco ou nenhuma experiência profissional, costumava fazer da minha vida um reality show no mundo corporativo. 

Então, era comum eu comentar sobre minha vida pessoal, minhas finanças, meu problemas familiares e sobre tantos outros assuntos com meus colegas de trabalho, afinal, eram várias horas do meu dia compartilhando o mesmo ambiente. 

Essa falta de maturidade, sem dúvida me causou vários aborrecimentos e uma certa dificuldade de relacionamento interpessoal com algumas pessoas, uma vez, que era habitual a invasão da minha privacidade e vice-versa, sendo que  eu mesma permitia essa invasão ao "abrir" assuntos que não cabiam naquele contexto, qual seja, corporativo. 

Com o tempo, fui percebendo que quanto menos exposição eu fazia da minha vida, menos problemas eu tinha com os meus colegas de trabalho. 

Aos poucos fui mudando minha postura com os colegas de trabalho e comecei a perceber que um ambiente saudável e agradável dispensava a exposição de assuntos relacionados ao meu final de semana ou mesmo meus problemas pessoais, pelo contrário, estabelecia laços e o respeito mutuo. 

O que concluo, é que o meu espaço de trabalho não é necessariamente uma reunião de amigos. E é claro que é inevitável termos uma relação mais próxima com aqueles que temos afinidade, mas ainda assim, vale evitar certos assuntos. Salários é um deles. Afinal, a regra é clara: Boas cercas, fazem bons vizinhos. 

Ao invés de expor sua vida, procure falar de temas interessantes, como arte, viagens, cursos, carreira, banalidades do dia a dia, filme, teatro, culturas, e tantos outros. 

Ser agradável com todos não significa transformar sua vida em um reality show. 

Think about :) 


Nenhum comentário:

Postar um comentário