terça-feira, 28 de maio de 2013

Secretariado está entre os 10 cargos mais difíceis de preencher no Brasil

E então, o que dizer a respeito? 


Brasil é o segundo país com mais dificuldade para recrutar, diz estudo

O Brasil é o segundo país do mundo onde as empresas mais têm dificuldade para preencher vagas, pela segundo ano consecutivo. No país, 68% das companhias pesquisadas pela consultoria de recrutamento ManpowerGroup sentem o problema – quase o dobro da média mundial, de 35%. Em primeiro lugar está o Japão, onde 85% reclamam da falta de talentos.

Esse cenário afeta diretamente a capacidade de entregar resultados, segundo o estudo. No Brasil, 78% reportam que a incapacidade de encontrar talentos impacta de alguma forma a capacidade de responder as necessidades dos clientes – nas Américas como um todo, 52% sentem o mesmo. A pesquisa falou com 40 mil profissionais de 42 países durante o primeiro trimestre de 2013.

Em todo o mundo, entre as companhias com dificuldade para recrutar, 34% não conseguem preencher vagas por falta de competências técnicas, 32% reclamam que simplesmente não encontram candidatos, e 24% têm problemas em achar profissionais com a experiência necessária. 

No Brasil, os cargos mais difíceis de preencher são de técnicos, operadores de produção e profissionais da área de finanças e contabilidade.

Veja os 10 cargos mais difíceis de preencher no Brasil:

1. Técnicos

2. Operadores de produção

3. Contadores e profissionais de finanças

4. Trabalhadores de ofício manual

5. Operários

6. Engenheiros

7. Motoristas

8. Secretárias, assistentes pessoais, assistentes administrativos e auxiliares de escritório

9. Representantes de vendas

10. Mecânicos

(Letícia Arcoverde | Valor)


FONTE: http://www.valor.com.br/carreira/3141508/brasil-e-o-segundo-pais-com-mais-dificuldade-para-recrutar-diz-estudo?utm_source=newsletter_tarde&utm_medium=28052013&utm_term=brasil+e+o+segundo+pais+com+mais+dificuldade+para+recrutar+diz+estudo&utm_campaign=informativo&NewsNid=3140198

Nenhum comentário:

Postar um comentário