sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Etiqueta virtual e real caminham juntas



A verdade seja dita: Em tempos modernos mundo real e virtual caminham lado a lado e por isso, não poderia ser diferente quando o assunto é etiqueta.

Seja virtual ou real a regra é simples: Cuidado com os excessos, principalmente porque são  nas redes sociais que empresas de recrutamento, por exemplo, obtém informações a nosso respeito.

O Site Olhar Digital, publicou esta semana matéria com algumas dicas, as quais compartilho abaixo:

Publicação de fotos - É muito importante que dentro das redes sociais as pessoas não exponham seus amigos, familiares e, muito menos, a si mesmos. "É de bom tom pedir autorização da pessoa antes de publicar uma foto em que ela esteja aparecendo", sugere. Ainda que pareça exagero para alguns, para outros, isso faz uma grande diferença. "Já tive problemas com fotos que amigos postaram no Facebook. Briguei com namorado e discuti com os próprios colegas por terem exposto fotos de mim em uma balada", lembra Juliana, que não quis se identificar.

No Facebook também é bastante comum pessoas marcarem umas às outras em publicações. E isso pode ser bastante constrangedor para a pessoa "taggeada", especialmente se a marcação envolve algum tipo de cobrança. "Já vi gente cobrando dinheiro e, outras, favores. Esse tipo de comportamento é muito mal educado", comenta Juliana. Para essas situações, o jornalista Gavroche Fukuma, usuário assíduo do Facebook, dá a dica: "Se você não falaria em público, então não publique".

Seja Educado - Ter educação é essencial. Além disso, o bom senso e o critério na hora das postagens podem ajudar a construir plataformas mais interessantes e seguras. "O princípio básico da etiqueta é ser educado com todos e se aprimorar como ser humano dentro e fora da rede", conclui consultor em entrevista ao site Olhar Digital.

Facebook: (O Amigo que pode virar inimigo) 

•Antes de marcar alguém em alguma foto, peça permissão. Afinal, nunca sabemos se a pessoa vai querer se expor naquela situação.

•Se você precisa dar um recado a alguém, cobrar ou até mesmo relembrar algum caso, faça por mensagem privada. Nem sempre a pessoa marcada no post gostaria de compartilhar essas informações com todos os amigos da rede.

•Cuidado ao compartilhar correntes, vídeo, fotos e textos pronto. Você pode estar entupindo a timeline de seu amigo com coisas repetidas, além de ser tachado de chato ou sem opinião. Tenha critério ao republicar conteúdos.

•Evite postar informações irrelevantes sobre o seu dia a dia. Se expor sem necessidade pode soar egocêntrico da sua parte, além de, mais uma vez, encher a timeline de seus colegas com conteúdos pouco interessantes.

•Tenha cuidado ao expor suas opiniões, especialmente sobre assuntos polêmicos. Lembre-se que, diferente de uma discussão ao vivo, suas palavras serão armazenadas por muito tempo e, se você for grosso ou mal educado, todos vão se lembrar disso com frequência.

•Jogos e aplicativos são legais, mas pare de ficar mandando convite para esse tipo de coisa dentro da rede social. Cada um tem suas preferências e, provavelmente, já deve conhecer algum joguinho que o agrade.

Twitter:

•O retuíte é uma ferramenta que deve ser usada de vez em quando, ou seja, nada de ficar retuitando qualquer post. Assim como no Facebook, o critério é essencial para não atrapalhar a timeline dos outros e não queimar seu próprio filme.

•Como a rede social só permite 140 caracteres, é preciso se expressar com cuidado. Uma frase pode ser facilmente mal interpretada. Por isso, preste atenção no que você tem a dizer e diga com cautela.

•Nada mais feio do que "roubar" frases de alguém. Se você gostou de alguma citação, dê a fonte e indique qual amigo foi o autor da mensagem.

•Não use o Twitter como MSN. Poste mensagens relevantes e com intervalos de tempo. As pessoas não vão querer que você encha a timeline delas somente com seus posts.

•Uma das vantagens do Twitter é poder estar próximo de seus ídolos. Mas, cuidado para não bancar o fã maluco e ficar enviando mensagens de cinco em cinco minutos. E muito menos comentando qualquer post da pessoa.

A integra desse artigo pode ser acessada no site  http://htl.li/7KxwW

Nenhum comentário:

Postar um comentário