segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Etiqueta, não dá para não ter!



Duas coisas a burguesia nos legou, e não podemos dispensá-las: BOM GOSTO E BOAS MANEIRAS. (Vladimir Lênin)



Quando falamos em boas maneiras, incialmente podemos pensar que um bocado de dicas e macetes sejam o suficiente. Porém, a etiqueta é o que nos diferencia um dos outros. Aquele que melhor se apresentar e souber tratar pessoas terá mais chances de sucesso.

Ocorre que na maioria das vezes as pessoas não se dão conta das gafes que cometem, o que prejudica a carreira e arranha a imagem da empresa.

O que é importante entender e levar em consideração é que a etiqueta social não é um fenômeno recente, mas que existe há milênios e muitas regras continuam inalteradas. Portanto, conhecer tais regras, básicas, de etiqueta significa estar inserido no meio social.

A seguir, alguns compartamentos que certamente farão a diferença e que em algumas situações anda em desuso.

Seja discreto - Nada mais incoveniente do que conviver com pessoas que gostam de “especular” a vida alheia. Saber onde foi no final de semana, com quem foi e tantas outras particularidades da vida pessoal, tais como renda familiar, etc...por isso, para evitar esse tipo de gafe, fale e pergunte o necessário.

Guarde segredos – Se alguém lhe contar um segredo, guarde-o. Caso a pessoa queira que outras pessoas saibam da mesma informação, ela será a primeira a contar.

Conheça a lingua portuguesa – Assustador ouvir um Secretário dizer: seje, esteje, pobrema.....Ler é a melhor receita, principalmente, num momento em que a língua portuguesa passa por reformulações.

Vestuário – Somos e sempre seremos o cartão de visitas de empresa e sim, somos avaliadas o tempo todo por nossa aparência. Então, cuidado com os decotes, maquiagem carregada, e todo e qualquer exagero. A regra de ouro é: Mais é menos e menos é mais! Outra dica é observar os gestores de sua empresa e como eles costumam se vestir.

Atendimento Telefônico – Não diga “alô”, cuidado com a intimidade (meu bem, minha flor, querida), fale num tom que não atrapalhe seus colegas de trabalho - nem alto demais e nem baixo demais e seja claro. Evite, se puder, exclua o uso do viva-voz. Ninguém é obrigado a compartilhar de suas conversas. A não ser que seja uma audio, e nesse caso o ideal é que você reserve uma sala de reuniões – lugar esse apropriado. Seja gentil, educado e prestativo. Coloque-se no lugar de quem está do outro lado da linha.

Lugar de comida é no refeitório – É claro que há dias que “o bicho pega” e nos sentimos vivendo o próprio Will Smith no filme “Em busca da felicidade”, mas dar aquela pausa para comer é necessário e o melhor lugar, sem dúvidas, é o refeitório. Visualize a cena: você com a boca cheia de comida, espalhando migalhas, e seu chefe passando naquele momento? Ou ainda, você tomando aquele cafezinho com biscoito e sem querer a xícara cai em todos os seus documentos?

Local de fazer maquiagem é no banheiro – você Chega “em cima do laço” e corre para a sua estação de trabalho. Como você não teve tempo faz a maquiagem na estação de trabalho mesmo e justamente naquele momento o presidente da empresa entra. Não é preciso concluir o vexame, certo?

Celular – Se você tem o hábito de levantar da sua mesa e não andar com seu celular no bolso a dica é: deixe-o no silencioso. Quanto aquelas musiquinhas “fofas” - risadas de bebê, hinos de futebol e tantos outros toques exóticos – a sugestão é deixar para os finais de semana. Ninguém merece ouvir, no volume máximo, o funk da popozuda, ou a nova música do Bruno e Marrone. Nada contra o gosto musical de cada um. Mas é bom lembrar que o meu direito termina onde começa o do meu vizinho.

Redes sociais – Quando as empresas autorizam o uso das redes sociais (facebook, twitter, linkedin, orkut) e disponibilizam o acesso não quer dizer que devo ficar on line o dia inteiro, quer dizer que devo ter o bom senso para utilizá-las. Nada de bater papo durante o expediente ou atualizar o álbum “Férias 2011”.

Fale baixo - Controle seu tom de voz e principalmente fale pouco, ou melhor, o necessário. Lembre-se que você está compartilhando espaço com outras pessoas.

Evite panelinhas – Evite fazer parte da “rádio peão” – De acordo com pesquisa recente, publicada pela revista Exame uma das coisas que mais irritam as pessoas em seu ambiente de trabalho é a fofoca. Como Secretário Executivo, então, você dever ficar fora desses grupos.

Uma sugestão de ouro: Leia, leia muito sobre o tema. Não se acomode, não pense que você já sabe o suficiente. O processo de aprendizem é continuo e deve estar em em nosso dia a dia.

Além dos títulos abaixo descrito, a livraria Cultura, por exemplo, possui mais de 50 livros sobre o tema.

Então, não há desculpas para ser um Neandertal.

A nova etiqueta para secretarias - Autor: borges, linda

Pequeno livro de etiqueta - guia para toda hora - Autor: Vaz, Ana

superdicas de etiqueta - Autor: Matarazzo, Claudia

Etiqueta nao tira férias - guia de boas maneiras – Autor: arruda, Fabio

Site de algumas livrarias:
 
http://www.livrariacultura.com.br/scripts/index.asp
http://www.livrariasaraiva.com.br/
http://www.fnac.com.br/index.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário