quarta-feira, 27 de setembro de 2017

Qual é a imagem você quer passar?

Esta semana participei da Semana Acadêmica de Secretariado do UniProjeção, a convite da amiga, professora, coordenadora e Secretária Executiva Michelle Soares. Foi uma noite muito especial, na qual tive a imensa oportunidade de rever amigos, conhecer pessoalmente pessoas que me comunico pelas redes sociais e compartilhar um pouco das minhas percepções sobre um assunto que faz parte da minha rotina: Etiqueta Empresarial. 

Penso que etiqueta vai muito além das aparências, rótulos e regras engessadas, que não se aplicam em todos os contextos. É verdade que há regras básicas de convivência a serem respeitadas, e falamos sobre elas durante a noite. 

Em um determinado momento, minha fala seguiu para a questão da imagem, e duas perguntas centrais das minhas mentorias e palestras sobre o assunto é: Qual a imagem você quer passar? Sua imagem está alinhada ao seu objetivo de carreira? Essas respostas contribuem para a condução dos trabalhos que realizo. E Por quê acho tão importante este assunto? 

Percebo, com frequência, profissionais, não apenas da área de secretariado, ditando regras: 

"Se quiser passar em um processo seletivo você deve usar calça preta, camisa branca, sapato preto de bico fino, unhas claras......

"Se quiser ser bem sucedido precisa investir em peças caras e de luxo"

"Se quiser ser respeitado no ambiente de trabalho precisa usar terninho preto, meia calça fio 15, cabelo preso"......

Tudo bla bla bla.

Rótulos são para produtos e não para pessoas! 

Tenho aprendido, ao longo da minha trajetória, que quanto mais autêntica, respeitosa e amável eu for e estiver alinhada aos meus valores, ao meu propósito e missão de vida, mais próxima eu estarei da minha felicidade. 

Por isso, a pergunta que deve permear este assunto é: Qual é a imagem que você quer passar! 

Isso porque, mais importante que comprar uma ideia pronta sobre imagem é buscar o autoconhecimento e os caminhos para a autorrealização. Descobrir-se já é um trabalho e tanto. 

Por isso, aprender a ter um olhar crítico sobre nós, nossas potencialidades e nossos pontos de melhorais é o ponto de partida. 

O resto é puro marketing! 

#prapensar

Com carinho, 

Simara Rodrigues 




Um dos presentes de Deus em minha vida - Profa. Michelle Soares 

Profa. Eliane Wanser - Pura Inspiração

quinta-feira, 31 de agosto de 2017

Viva uma vida intensa






“Quando você se flagra vivendo uma Vida Intensa, percebe uma energia constante, confiante, animada e prolongada em relação a si mesmo. Você tem mais energia, um completo envolvimento com seus compromissos e um entusiasmo claro em relação a vida e ao futuro - Brendon Burchard "



Faz sentido para você essa afirmação? Já parou para pensar em quantas vezes você sentiu essa energia vibrando em você? 

Pense nas inúmeras vezes em que sentiu momentos de vida intensa, e isso vale para um relacionamento amoroso, para uma viagem, para um curso, um projeto, um trabalho voluntário, o nascimento do filho, aquela promoção no trabalho, aquele novo desafio....enfim, lembre-se de como era constante e completa sua alegria. 


Mas afinal, se é tão bom viver uma vida intensa, por que nos acomodamos e aceitamos viver uma vida mediana, sem emoções e energia? Por que escolhemos sentir palpitações no domingo só de lembrar que amanhã é 2a-feira? Por que escolhemos trabalhar com aquilo que não nos traz felicidade? por que escolhemos estar em lugares que não queremos estar? por que aceitamos a mediocridade - do emprego, das relações e da vida? 

Já parou para pensar que seja qual for sua escolha dá o mesmo trabalho? Sim, porque ser infeliz também dá trabalho - ou você acha que é fácil ser deprimido? Da mesma forma, ser feliz exige muiiiiiiiiiiiiiiiiiita energia e disposição. 

Seja como for, os maiores presentes e aventuras da vida nos aguardam e para isso basta um posicionamento muito simples: Coragem e preparo! 

De que lado você escolhe estar? 

um abraço, 

Simara Rodrigues

domingo, 27 de agosto de 2017

Retratos da rotina de um Profissional de Secretariado




São 07:30 da manhã e já estou no escritório, isso porque às terças-feiras a Filial recebe o Presidente e um grupo de Diretores para a reunião semanal de Diretoria. Verifico mais uma vez a agenda e a programação intensa, na qual contempla reuniões internas e externas, com clientes estratégicos e fornecedores. Imprimo uma via e sincronizo com o meu celular todas as informações. 

A esta altura os garçons também já estão a postos, com todos os preparativos para o dia. Café da manhã devidamente na sala, contemplando todas as restrições e preferências alimentares do Grupo, o que inclui frutas cortadas em lâminas finas, café expresso e chás importados, previamente providenciados em lojas específicas. 

Ligo, mais uma vez para o motorista e confirmo se já encontra-se no aeroporto, no Angar em que a comitiva chegará. Confirmo com a área de Segurança se a equipe já realizou o trajeto previsto e está preparada para acompanhar a chegada do Presidente. Enquanto isso, envio uma menagem para o Gerente da área administrativa solicitando que faça a vistoria do hotel, que embora seja 5 estrelas, por solicitação do Executivo, exige verificação das normas de qualidade. Também envio mensagem para executivos que assessoro, mantendo-os informados de cada passo.  

08:30 recebo mensagem do motorista informando que está a caminho do escritório. Mesas e salas devidamente conferidas, conexão com as demais filiais testada pela área de TI, pauta das reuniões organizadas e preparada em pastas em L transparente, lápis, caneta, papel, blocos de anotações, notebooks de backup....tudo pronto. A esta altura os Executivos da filial vão chegando e verificando alguns e-mails e assuntos que serão tratados. 

Faço uma última visita às salas de reuniões para verificação de todos os detalhes, que foram previamente solicitados às áreas responsáveis - ar condicionado, organização das salas, TVs, energia elétrica, trituradores, frigobar....

08:50 chegam todos e já seguem as pressas para a sala de conferência reservada, onde já encontram-se os executivos que participarão da reunião. Todos os Estados também estão devidamente conectados e aguardando o início da reunião. Ligo para o Garçom - "eles chegaram". Ligo para a TI "fique atento, vai começar". Uma sincronicidade absurda com esta equipe. Simplesmente amo!

Enquanto a reunião segue ligo para o restaurante que fornecerá o almoço do dia. Isso porque para que as reuniões sejam produtivas e o tempo trabalhe a favor a reunião é seguida de almoço. Tudo pronto, cardápio previamente elegido e pronto para chegar às 11:00. Em paralelo a sala de almoço, já preparada, e abastecida com rechaud e utensílios. Essa parte é sempre desafiadora pois precisa agradar a gregos e troianos, porém de forma "espartana" como orientação de um dos diretores.

Em meio a cada ligação e dezenas de pessoas "querendo um horário" e em busca de informações sobre os diretores, recebo mensagem de um dos Executivos que assessoro: "Consegue uma reunião com fulano de tal. Resolve". Para bom entendedor significa: Volte com resultados. 

A grande vantagem em nutrir bons relacionamentos, pautados pela genuinidade, respeito e reciprocidade é a cumplicidade de seus pares. Ligo para a Secretária e explico a situação, quase num tom de "me ajuda. Preciso dessa confirmação". A secretária, num tom de total cumplicidade diz: "A agenda está completa, mas vou tentar um encaixe. Não sei se consigo".

Enquanto isso, as mensagens não param de chegar, o telefone não para de tocar e a caixa de e-mail se multiplica de mensagens. 

"E ai, novidades", pergunta o Executivo via Whatsapp. Minha resposta segue o padrão que ele gosta - Objetividade. Então escrevo "quase" - Se tem uma coisa que executivos não toleram é mimimi. Por isso é importante uma comunicação assertiva e pautada pela empatia e sem delongas ou desculpas. Tem hora que um sim ou um não vale mais que mil palavras. 

A Secretária liga e confirma o "encaixe". YES!!! É ótimo quando isso acontece. 

Envio mensagem para o executivo: "Reunião confirmada para as 15:00. Vocês terão apenas 30 minutos". Recebo um breve: OK. Obg. (exatamente nesse formato). 

Almoço pronto. Envio mensagem para um dos executivos. "O Almoço está pronto". Poucos minutos depois todos seguem para sala, onde não mais que 40 minutos retornam para a sala. 

Enquanto isso, ligo para a segurança para informar a nova rota, assim como para o motorista que depende dessa informação para localizar no mapa o melhor trajeto. Atualizo as agendas e aviso todos os envolvidos, o que incluem as Secretárias e Secretários dos respectivos Executivos. 

14:45 saem para a reunião, já com o material enviado pela área operacional, afinal, era uma reunião que não estava no radar. 

Aproveito esse tempo para literalmente correr na copa e fazer um lanche. Os garçons, sempre muito gentis, separam meu prato. Adoro trabalhar com eles! São zelosos e atenciosos.

Como em pé mesmo, para ganhar tempo, enquanto vou pensando nas atividades que preciso resolver a tarde - passagens, reuniões da semana, compromissos, pagamentos, eventos e etc - afinal aquela é uma terça-feira como outra qualquer, tenho minhas atividades de rotina e tão logo chegue o final do dia preciso apresentar alguns resultados aos Executivos que assessoro. 

Aproveito para passar na sala de reuniões e verificar se falta algo. Sempre tem aquele que esquece sua caneta Montblanc, o carregador e as vezes até a carteira. Guardo tudo comigo, porque muito em breve, quando chegarem dirão: "Simara, acho que esqueci minha caneta na sala". 

Quase 16:00 e estão de volta. Agora em reuniões específicas com outras áreas. Ligo para todos e peço para subirem com brevidade. A esta altura várias reuniões simultâneas estão acontecendo nas salas distribuídas pelo andar. "Onde está fulano" pergunta um dos Diretores. "sala 07 respondo". Logo chega outro diretor "cadê sicrano" e respondo "sala 5", nessas horas entra em cena a habilidade de atenção plena, observando cada movimento. Não dá para vacilar e soltar um "não sei". 

19:00 e alguns diretores começam a retornar para a Matriz, enquanto alguns dormirão na cidade para dar continuidade aos compromissos do dia seguinte. Essa atividade exige uma comunicação eficaz com nosso backoffice e cabe a mim, profissional de Secretariado, mante-los informados de cada passo e ação, do contrário, não alcançarão exito em suas atividades. 

20:30 e grande parte dos Executivos começam a seguir para seus compromissos externos, alguns aproveitam a vinda para encontrar com a equipe, outros preferem seguir para o hotel e continuar trabalhando. 

Por volta de 21:00 consigo sentar na mesa com um dos Executivos que assessoro, ainda preservando um singelo sorrido no rosto, afinal, bom humor é fundamental. A esta altura, aparentemente cansados, realizamos o check list de algumas atividades importantes, recados que ficaram pendentes e demandas e decisões para os dias seguintes. Finalmente ele diz: "Vou embora. Estou exausto. Parabéns pelo excelente trabalho" e me dá boa noite. Dou aquele sorrido de "Monalisa", mas por dentro vibro pelo ótimo trabalho realizado por mim e por toda a equipe envolvida. Tenho certeza que nossa dedicação e excelência fez a diferença. 

Permaneço mais um tempo no escritório, anotando todas as demandas e atividades a serem providenciadas no dia seguinte. Já passa das 22:00, verifico se as janelas estão fechadas, apago a luz do escritório e desço para a garagem, deserta e absurdamente silenciosa. Passo pela guarita, cumprimento o vigia e lhe dou boa noite. 

A esta altura, já no carro, jogo o scarpin longe e arranco o lenço que ainda hoje adoro ter como 3a peça. Conecto meu telefone ao Bluetooth, faço algumas ligações pessoais e sigo para casa, após 15 horas de trabalho, cansada mas extremamente feliz e eufórica pelo trabalho que realizo. Amanhã tem mais, penso comigo, estampando o sorriso de quem reconhece o seu valor. 

Eis o retrato de parte de uma rotina que se repetiu por muitos anos, enquanto atuei como Secretária Executiva. Sinto-me profundamente agradecida por cada momento e experiência e tenho certeza que foram essas oportunidades que contribuíram para o meu sucesso pessoal e profissional. Reconheço em cada dia a cumplicidade, a lealdade e a dedicação exigida para a realização das minhas atividades. Não é tarefa fácil. 

Secretariar é sem dúvida uma arte que exige jogo de cintura, simpatia, disposição e muito, muito amor no coração. Profissão admirável!

Este profissional há de ser otimista e sempre pronto para novos desafios, com um dom divino para administrar oscilações de humor, imprevistos e conciliar seu trabalho e vida pessoal.

O Sucesso? Será consequência de toda dedicação e vocação que o cargo exige, por isso vale lembrar que a profissão de Secretariado Executivo só deverá atrair profissionais decididos e comprometidos com o seu trabalho.

um abraço e uma ótima semana, 

Simara Rodrigues

terça-feira, 11 de julho de 2017

13º Encontro Nacional de Secretariado da Administração Pública




Vem aí o 13º Encontro Nacional de Secretariado da Administração Pública

Olá Pessoal, 

E o 2º semestre de 2017 chega recheado de novidades para o Secretariado e para aqueles que buscam oxigenação, capacitação e desenvolvimento não vão faltar oportunidade. 

Em setembro, terei a honra de estar presente em um dos maiores encontros para Servidores da Administração Pública que exercem a função de secretariado executivo, assessores, chefes de gabinete, assistentes de gabinete, secretárias, assessores de secretariado, agentes administrativos, gerentes de área, supervisor de área, chefes de secretaria, servidores do departamento/núcleo de recursos humanos e demais interessados sobre o tema.

​O objetivo do Encontro Nacional de Secretariado é promover a integração entre os servidores e servidoras que ocupam cargos de secretariado e assessoria, apresentando as mais modernas ferramentas de gerenciamento profissional e eu estarei presente abordando um tema que tenho verdadeira paixão: EMPREENDEDORISMO. 


O cenário desse grande encontro será a linda e charmosa cidade de Gramado e o evento acontecerá entre os dias 27 e 29/09.


Te espero em Gramado




O PODER DA GRATIDÃO



Olá Pessoal, 

Hoje quero compartilhar um episódio muito especial que aconteceu comigo há alguns anos, bem no início da minha carreira. Eu era Secretária em uma Grande empresa Pública, onde trabalhava em regime de contrato temporário. Iniciei nessa empresa como estagiária e após um ano fui contratada. Eu era muito feliz com o trabalho que realizava e era reconhecida pelos meus gestores, que sempre me apoiavam. Mas meu salário era muiiiiiiiiiiiiiiiiiiito baixo - isto porque meu contrato, embora já tivesse concluído o nível superior - permanecia como nível médio - o que dificilmente permitia que eu conseguisse honrar com todas as minhas contas do mês. "Praticamente vendia o almoço pra pagar o jantar". Foram anos de muitas dificuldades e provações. Após 6 anos nesse Órgão veio a notícia: Os contratos temporários não seriam renovados. Isto porque o quadro já estava completo por Servidores Públicos. Foi então que fui convidada por um Executivo de um grande empresa para participar de um processo seletivo para o Cargo de Secretária Executiva e após 3 meses de entrevistas e testes eu passei.

Mas essa história vocês já conhecem é não sobre isso que quero falar hoje. 

Eis que durante o processo de seleção, a empresa responsável pelo recrutamento, me perguntou qual era a minha pretensão salarial. Eu, tomada pelo desespero de ficar desempregada e movida pelo sonho de trabalhar naquela empresa, fiz uma proposta muito modesta e fui surpreendida pela seguinte situação: 

A recrutadora disse: "Peça mais. Eles estão dispostos a pagar mais por esta vaga". Eu não fazia ideia do que seria esse "mais" e ela muito generosamente me indicou um valor - o que para a minha realidade era surreal. A pretensão era três vezes mais do que eu recebia há anos, sem deixar de mencionar todos os benefícios que jamais tive. 

O que aprendi com essa e com tantas outras situações ao longo da minha vida é que precisamos viver com mais gratidão no coração, apesar de todas as circunstâncias. Acreditar, independente da religião, que existe uma força muito maior que nossas crenças limitantes nos protegendo e nos conduzindo é simplesmente libertador. 

Ao longo da minha jornada passei e passo por muitas situações desafiadoras, mas tenho total convicção que o meu papel é de entregar, confiar, aceitar e agradecer. E cada dia mais eu percebo que quanto mais sou grata, mais a vida me dá motivos para agradecer. 

Escrever diariamente os motivos pelos quais sou grata tem sido um exercício transformador e tem me completado como ser humano. Perceber que tenho mais motivos para agradecer do que reclamar tem contribuído para uma vida plena, prospera e abundante. 

Parafraseando Napoleon Hill, eu acredito que nossa força maior não está na capacidade de pensar, mas em algo mais poderoso: o poder de controlar e direcionar nossos pensamentos para onde quisermos e a gratidão é ferramente poderosa. 

Passado mais de uma década desse episódio ainda me lembro o nome da recrutadora e guardo um carinho enorme em meu coração por toda a sua generosidade. Talvez ela não faça ideia do bem que fez ou talvez faça. Seja como for, ela ajudou uma pessoa desconhecida, e eu desejo de todo o meu coração, que a vida seja tão generosa com ela como foi comigo.


Um forte e fraterno abraço, 


Simara Rodrigues

terça-feira, 4 de julho de 2017

O que faria mesmo de graça?



Certa vez, em uma conversa despretensiosa com uma amiga falávamos sobre realizações, carreira e propósito e eu, em tom de brincadeira disse: "Ah, essa atividade eu faria até mesmo de graça". 

E você, se tudo desse errado, o que faria mesmo de graça? O que você seria capaz de fazer mesmo DE GRAÇA pelo resto de sua vida - por ser um prazer e uma atividade que te dá mais significado? 

Essa resposta pode ser uma boa pista da sua missão de vida. 

O que você faz hoje, você faria de graça pelo resto da vida por ser sua missão de vida?

Se a resposta for NÃO, qual tal parar, pensar e buscar uma definição da sua missão? Esta reflexão é sem dúvida um divisor de águas e uma das respostas mais importantes de nossas vidas. Afinal, como você pode ser bem sucedido fazendo aquilo que não te move? 

Agora se a sua resposta for SIM, sensacional! Isso porque esta questão lhe traz a chance de, inclusive, ganhar bastante dinheiro fazendo o que você está fazendo, porque é a com a paixão que você tem que será possível chegar mais longe e se tornar referência na sua área de atuação. 

Fazer aquilo que é sua missão de vida lhe proporcionará não só cumprimento de sua missão, mas lhe oferecerá grandes recompensas, o que inclui realização pessoal, profissional e financeira. 

Quando a gente descobre o nosso porquê tudo começa a fazer mais sentido e a segunda-feira vira sexta-feira e o domingo vira sábado. 

Te convido a sair do modus operandi e embarcar na busca da sua missão. 

um abraço, 

Simara Rodrigues

domingo, 2 de julho de 2017

Desperte para uma vida extraordinária


Olá Pessoal,

Eu e Patrícia Kratka te convidamos para uma profunda imersão de um dia que irá mudar a percepção do sentido da sua vida e da sua carreira! Vamos trabalhar juntos a mudança do seu Mindset para que você crie a vida extraordinária que você deseja.

Nós acreditamos que tudo o que você precisa para ter uma vida realizada, abundante e extraordinária está dentro de você. Você precisa aprender a se livrar daquilo que te bloqueia e encontrar a sua bússola interna, através das ferramentas certas, para acessar o seu poder interior e seguir na direção dos seus sonhos.


Na vida, muitas pessoas sabem o que fazer mas poucas são as pessoas que têm coragem de Despertar para o seu potencial!

Dia 29 de Julho de 2017
De 9 as 17 horas
Espaço Coworking Multiplicidade - SCRN 702/3 - Bloco G - Lojas 46/47 - Asa Norte, Brasília - DF

**Bônus**

1) Para os 3 primeiros inscritos do Lote VIP: uma vaga no Desafio Medite-se! (curso de meditação online de 28 dias)
2) Para os 3 primeiros inscritos do Lote MASTER: uma vaga no Experience (Turma OnLine)
3) Para os 3 primeiros inscritos do Lote STANDARD: uma sessão de uma hora de Alinhamento de Vida e Propósito

**Investimento**

Lote VIP (até dia 07/07): R$ 248,00 
Lote MASTER (até dia 14/07): R$ 298,00
Lote STANDARD (até dia 21/07): R$ 348,00

Compre seu ingresso clicando aqui 

Todos os Lotes podem ser parcelados pelo PagSeguro

Inscrição pelo link FORMULÁRIO

sábado, 1 de julho de 2017

Minha história




O início da minha carreira foi pautado por muitas dificuldades – técnicas e emocionais. Eu era muito jovem, mãe de um bebê de 2 anos, sem experiência e orientação. Quando faço uma análise da minha trajetória percebo que eu tinha tudo para dar errado - ou assim me fizeram acreditar por muito tempo. Nunca fui a aluna nota dez, sempre tive dificuldades com disciplinas que envolvessem números, nunca fui a referência de beleza, sem contar que minha condição social e financeira não me favorecia.


Meu primeiro contato com a profissão de Secretariado foi a partir dos estágios que realizei na área logo que ingressei na faculdade. Curso este que de longe fazia parte do ranking de profissões mais escolhidas. Na verdade, poucos sabiam o papel de um Profissional de Secretariado Executivo, o que sempre abria margem para piadas desagradáveis e de mau gosto.

Não houve atalhos, o que significa dizer que passei por todos os estágios que uma carreira exige. Fui reprovada em processos seletivos, ouvi muitos “não”, recebi feedbacks não tão positivos, trabalhei muito e nem sempre tive o reconhecimento que esperava. Foi preciso muita energia para atuar em situações que outras pessoas considerariam estressantes demais, o que exigiu muita paciência, determinação, resiliência e ressignificado.

Durante quase duas décadas me dediquei a construir uma carreira bem-sucedida. Assessorei todos os tipos de perfis de Executivos, desde o mais tranquilo e gentil ao mais tirano e psicopata, o que me proporcionou muito aprendizado e a coleção de situações e histórias incríveis. Realizei grandes sonhos, fui reconhecida pelos gestores mais exigentes, participei de importantes projetos, contribuí de forma estratégica com as áreas que atuei e me tornei o braço direito de importantes Executivos.

Em 2009, movida pela paixão à profissão ingressei na docência e desde então tenho me dedicado a compartilhar teorias, informações, técnicas e melhores práticas com pessoas, que assim como eu, buscam uma carreira de sucesso. E foi então que em 2015, decidi iniciar uma transição de carreira, sair da zona de conforto, e me dedicar a ajudar outras pessoas. E assim nasceu a SecGlobal, uma empresa com foco em demandas na área de Secretariado que a cada dia faz meu coração vibrar de gratidão.

Aos 38 anos reconheço que minha paixão pela profissão me permite inspirar e motivar outras pessoas em busca de uma carreira baseada em realização, felicidade e sucesso. Eu acredito que viver melhor e ter sucesso pessoal e profissional são metas perfeitamente alcançáveis, independentemente de classe ou posição social, gênero ou condição financeira. A gente só precisa dar o primeiro passo, apesar de todas as consequências.

Com amor, 

Simara Rodrigues

terça-feira, 6 de junho de 2017

Revista Executiva News




Esta semana foi publicada a 14a edição da revista Executiva News. 

A Executiva News Revista Digital é a primeira revista digital voltada para os profissionais de Secretariado e tem como principal foco a qualidade do conteúdo editorial a partir de temas como: Profissões, Viagens, Moda Trabalho, Dica Beleza, entre outros. Além de colunistas especiais e renomados que contribuem com dicas importantes para o dia a dia. 

Esse mês a edição traz uma entrevista minha, oportunidade que tive que dividir um pouco da minha trajetória profissional. Agradeço profundamente à Executiva News pela oportunidade e carinho, em especial à Sandra Tarallo, que tão carinhosamente conduziu a entrevista. Ainda não tive a oportunidade de conhece-la pessoalmente, mas sinto que temos muito em comum, a começar pela paixão que nos move em prol do Secretariado.

É realmente muito gratificante caminhar com pessoas, que assim como você, tem o propósito de valorizar e inspirar pessoas, reconhecendo a partir de uma profissão o valor humano de cada indivíduo . Particularmente acredito que a vida fica mais leve e nos possiblidade uma caminhada com mais alegria, entusiamo e motivos para agradecer. 

um abraço, 

Simara Rodrigues 


Site da revista; 



sábado, 3 de junho de 2017

Você se contraria para uma vaga de emprego?




Se o seu Facebook fosse um Currículo, você se contrataria para uma vaga de emprego?

Estudos comprovam que 69% dos recrutadores descartam um candidato devido ao conteúdo publicado em seus perfis em redes sociais como o Facebook.

No entanto, essas mesmas redes podem ser uma ferramenta de extremo potencial para aumentar a sua rede de contatos.
(Fonte: https://tinyurl.com/y78chu5g)


O Experience pode te ajudar a utilizar essa e outras ferramentas a seu favor.

Acesse os links e conheça mais

https://www.facebook.com/notes/secglobal/experience/1927422427489522/

http://secglobal.com.br/index.php/experience

quinta-feira, 1 de junho de 2017

Confira 4 características colaboradores de alta performance possuem



Grandes currículos nem sempre fazem grandes funcionários. Todos nós já trabalhamos com pessoas com excelentes credenciais, mas que, no trato pessoal, se mostravam ser o que comumente chamamos de “laranja podre”.

Por outro lado, há um conjunto de características que os melhores funcionários tendem a compartilhar – e que vão além das habilidades técnicas. Fora as qualidades mais comuns – e até básicas - como inteligente ou confiável, existem aquelas mais sutis, mas que fazem a diferença e tendem a agregar muito ao grupo.

Avaliar as características comportamentais dos candidatos pode tomar mais tempo na hora da contratação, mas certamente o resultado será recompensador, tanto para você como para a equipe. Confira quatro características que devem estar no seu radar na hora das entrevistas:

1. Uma atitude Do it yourself

Micro gerenciamento é exaustivo para todas as partes envolvidas. Os funcionários hoje são cada vez mais independentes e responsáveis por suas tarefas e espera-se que eles as cumpram da melhor maneira possível - seja de casa, do escritório ou de uma cafeteria.

A proatividade e a capacidade de trabalhar de maneira autônoma são traços chave de grandes funcionários. Não é divertido observar cada passo de um funcionário porque você não confia neles para fazer o trabalho. E que alívio é poder delegar um projeto sabendo que ele será bem feito e entregue no prazo estipulado.

2. Um ego do tamanho certo

Profissionais arrogantes e temperamentais tornam a vida da equipe muito difícil. Suas atitudes inconvenientes e a falta de trato com pessoas tendem a ofuscar seu brilhante conhecimento. Além de conflitos de personalidade, eles tendem a negligenciar as tarefas mais operacionais que, apesar de menos glamorosas, são vitais para o bom funcionamento da equipe. Por outro lado, trabalhadores sem ambição e inseguros também não agregam, pois tendem a se esquivar dos desafios e ficam estressados ​​rapidamente.

O colaborador ideal é aquele que possui confiança suficiente para tentar coisas novas, mas também humildade para admitir seus limites, fazer perguntas e buscar a ajuda se necessário. Um ego do tamanho certo é uma característica de grandes e bons funcionários.

3. Um senso de humor na medida certa

O trabalho não é um local para risadas e diversão. Ou é? Alegria e produtividade não são opostos e, sim, se reforçam mutuamente. E um senso de humor é outro traço comum dos bons funcionários.

O humor é contagioso e, quando uma equipe ri mais, é mais feliz e trabalha melhor. Emoções positivas realmente abrem partes do cérebro que impulsionam a empatia, a inovação e a paixão necessária para superar as dificuldades e aprender novas habilidades.

Grandes funcionários sabem, no entanto, que o humor pode ser uma espada de dois gumes. Eles conhecem a diferença entre ser engraçado e ser inconveniente, e sabem seus limites.

4. Diplomacia construtiva

Os melhores funcionários são capazes de impor sua opinião de uma maneira construtiva e sem ofender. Eles não se escondem diante de problemas e assumem responsabilidades.

Eles falam sobre tudo, são questionadores, mas de forma a atender todas as partes, seja com um chefe, um colega ou outras pessoas da equipe.

Para chefes mais inseguros, tais funcionários podem parecer ameaça. No entanto, para aqueles líderes dispostos a ouvir e aprender, esses funcionários são extremamente valiosos. São confiáveis para conduzir melhores resultados de equipe e podem, muitas vezes, identificar pequenos problemas e sugerir recomendações antes que eles se tornem maiores.

É possível, claro, incentivar essas características dentro da equipe, mas contratar pessoas já com esse perfil torna o trabalho muito mais fácil. E, como sugerido nas quatro características acima, além de trabalharem bem, esses colaboradores influenciam diretamente o restante da equipe, melhorando o ambiente, o trabalho e, consequentemente, os resultados.

Fonte: 

terça-feira, 30 de maio de 2017

Sobre o EXPERIENCE



Recentemente a SecGlobal ampliou seu o porrifólio e incluiu o Experience entre os serviços prestados. 


Afinal, o que é o Experience? É um evento? é um trabalho em grupo? 

Nada disso.....

O Experience é uma assessoria de carreira especializada que permitirá aos interessados identificar padrões de comportamento, postura, avaliar o impacto das emoções e possibilitar uma melhor compreensão de atitudes para o alcance de seus objetivos. 

Com o Experience nosso cliente é convidado a vivenciar uma experiência única que o levará ao sucesso, potencializando de uma maneira real suas habilidades. 

O objetivo do Experience, ao longo dos encontros e  da assessoria especializada, é possibilitar um lifestyle mais amplo e de realizações, com garantia de sucesso. 

O que Experience oferece?

Apoio na identificação de oportunidades no mercado de trabalho;
Desenvolvimento de diferencial de carreira;
Análise, revisão e prospecção de currículo;
Assessoria no desenvolvimento de habilidades e competências;
Consultoria de imagem; 

Acompanhamento de plano de ação;
Orientação para entrevistas de emprego;
E muito mais.

Entre em contato e saiba mais sobre o Experience. 

simara@secglobal.com.br 
www.secglobal.com.br 


Um abraço, 

Simara Rodrigues 



segunda-feira, 29 de maio de 2017

Vamos falar de empreendedorismo no COINS?



Em abril de 2017 o Sebrae divulgou uma pesquisa em parceria o Instituto Brasileiro da Qualidade e produtividade – IBQP no qual aponta que o empreendedorismo segue em alta, mas ainda há um nível elevado de empreendimentos por necessidade e por causa da conjuntura econômica. 

Segundo o estudo, atualmente 48 milhões de pessoas entre 18 a 64 anos têm um negócio ou estão envolvidos na criação de um. Entretanto, a falta de capacitação adequada para que o negócio prospere continua sendo um dos gargalos. 

Em outubro estarei no COINS falando sobre o assunto e apresentando melhores práticas de atuação. 

Clique aqui e saiba mais sobre o evento! 

#nosvemosnocoins



domingo, 21 de maio de 2017

Felicidade é fazer o que você ama






Chega domingo, final do dia e você ouve a famosa vinheta do fantástico. Na sequência um enorme aperto no coração, uma angustia inexplicável, uma dor no estômago e uma vontade de chorar!

Sinto informar, mas você foi contemplado com uma doença que atinge grande parte da população: A “Síndrome do Fantástico”.

Com isso, trabalhar na segunda-feira passa a ser um martírio. Desde o momento que o despertador toca até o final do expediente. A hora não passa, o ponteiro do relógio não anda. "Dá meia noite, mas não dá 18:00". A qualidade do seu trabalho cai, você passa a se incomodar com as pessoas pegando no seu pé e a sua insatisfação só aumenta. E como uma bola de neve, você começa a não se comprometer com as atividades que deve cumprir e literalmente aperta a famosa tecla “F”. O Resultado é retrabalho, mais insatisfação e o sentimento de esgotamento total, amparado pela esperança da tão esperada sexta-feira. Até que novamente você ouça a vinheta do fantástico.... 

Não há nada mais prejudicial para a saúde do que infelicidade. A longo prazo os efeitos podem ser realmente sérios. Depressão, gastrite, obesidade e tantas outras doenças que começam silenciosamente. 

E aqui eu tenho uma dica para você: Não se acostume com aquilo que não traz felicidade. identifique o que falta na sua vida e parta para a ação. Seja o protagonista da sua história. 

Quando sabemos o que queremos e realizamos aquilo que faz nosso coração vibrar começamos a dar valor a cada dia não nos importando se é segunda-feira, sexta-feira ou domingo. É claro que decisões exigem planejamento, coragem e determinação. 

E foi pensando nisso que a SecGlobal desenvolveu o Experience um projeto que vai ajudar as pessoas a encontrarem as ferramentas necessárias para alcançar seus objetivos e alçar novos voos.

Com o Experience os indivíduos são convidados a vivenciar uma experiência que os levará ao sucesso potencializando de uma maneira real e única suas habilidades. O objetivo do Experience é possibilitar um lifestyle mais amplo e de realizações com garantia de sucesso. 

Ao longo do mês farei alguns posts na página do Facebook sobre o serviço, seus resultados e como irá funcionar. 

Curta nossa página e fique atento às novidades.

Um abraço e uma ótima semana,  

Simara Rodrigues 

quinta-feira, 18 de maio de 2017

Não espere resultados extraordinários fazendo o básico



Hoje o post é sobre DIFERENCIAÇÃO


Segundo o dicionário diferenciação significa: 

Ação ou efeito de diferenciar; diferença.

Desde que escolhi o Secretariado como profissão me dediquei a ser diferente, uma profissional fora da curva. Sem qualquer soberba eu percebi um incrível oceano azul na minha profissão, mas que exigia mais do que os outros faziam. Diferenciação é isso, é você se distinguir dos outros, ir além. 

Devo admitir que tive e tenho muita sorte de estar no lugar certo e na hora certa, mas o fato de buscar a excelência me trouxe muita vantagem competitiva. Mas nem tudo são flores, é claro. Tive que “ralar” muito. Porque no dia a dia não basta de dizer que você é....você tem que ser. 

Uns dos episódios que mais marcaram essa mudança de postura aconteceu em outubro de 2016, quando havia sido recém contratada para trabalhar numa gigante das telecomunicações. Tudo estava maravilhosamente bem, finalmente tinha conseguido minha independência financeira e havia possibilidade de prospecção. Foi então que passei pela 1ª de muitas das reestruturações. Em Brasília eramos duas secretárias que assessoravam três Diretores – nível de Vice-Presidência. Sete meses após a minha contratação minha colega, a qual estava amando trabalhar em parceria, retorna da mesa do Diretor e diz: “Rodrigues, fui demitida”. Como era seu hábito ser muito bem-humorada, imediatamente disse: “ah, para de brincadeira”. E ela concluiu. É sério, fui demitida, fico até novembro. 

Ali percebi, pela primeira vez, que o mundo corporativo não é um conto de fadas, onde todos trabalham com os mesmos propósitos. É a lei da sobrevivência. 

Não havia motivo algum que desabonasse seu trabalho. Pelo contrário, ela era uma ótima secretária, com vasta experiência e estava na empesa há aproximadamente 05 anos. Mas a empresa passava por mudanças e fazia parte do planejamento estratégico uma redução, a primeira de muitas que eu vivenciei e naquele momento ela foi a escolhida. 

Foi a primeira vez que tive medo do desemprego. E fosse eu? Aliás, era para ter sido eu. Algum tempo depois, um Diretor confidencializou a mim: Era você quem iria ser demitida. Como estava a menos tempo na empresa seria mais sensato – isso porque incluía custos e tributos que sendo eu a escolhida seriam menores. E esse mesmo gestor concluiu: Contamos com você e espero que você responda às nossas expectativas. 

Daquele dia em diante eu virei um trato e nos três anos seguintes eu respirei para aquela empresa. Cheguei a pesar 59 kg. Entrava 08:00 da manhã e saia às 21:00. Meu banco de horas me permitiria ficar meses fora. Minha casa era apenas um ponto de apoio para tomar banho e dormir. Perdi as contas de quantas vezes fiz um lanche rápido num canto da copa, em pé. 

2009 nova fusão. Dessa vez as duas maiores empresas de telecomunicações do País anunciavam fusão. Mas agora eu estava mais preparada e confiantes. Já conseguia “ler” as estratégias. Como num jogo de xadrez, já sabia quem cairia e quem subiria. Durante esse período fiz um bom trabalho, a essa altura já conhecia os principais nomes da empresa em Brasília e de outros estados e já era lembrada por muitos. Numa empresa com milhares de colaboradores você ser lembrada e citada por vice-presidente é um grande diferencial. Quando a fusão aconteceu havia mais Secretárias em Brasília do que na empresa toda. 

Foi uma experiência incrível, apesar de todos os temores e frustações. Mais uma vez, excelentes profissionais seriam desligados por uma questão de reestruturação e reengenharia. Seja como for, permaneci no quadro e dessa vez com uma missão: compartilhar e multiplicar os conhecimentos e cultura da empresa para as demais Secretárias que permaneceram e lógico, me adaptar aos novos Diretores que assessoria. Das 45 secretárias em Brasília restaram 2 e eu. 

Fizemos uma ótima parceria nos anos seguintes. Nos completávamos. Ainda hoje sinto saudades delas. Erámos completamente diferentes, talvez por isso desse certo. 

Eu acredito que todas as oportunidades que surgiram ao longo dos anos que permaneci na empresa, foram fruto de uma decisão que começou em 2006 – Ser a melhor e fazer a diferença. E quando tomei essa decisão não foi com o intuito de competir com ninguém, mas superar os meus próprios limites. Nunca precisei puxar o tapete de ninguém e nunca vi o outro como um rival, pelo contrário, eu vi muitas oportunidades. A empresa era grande, havia oportunidade para todos. Bastava ser bom, ou melhor, bastava ser muito bom. 

É claro que não há uma receita de bolo, mas posso garantir que motivação, senso de urgência, construção de relacionamentos, entusiasmo, flexibilidade e determinação foram diferenciais. 

Se você espera ter sucesso fazendo o que todo mundo faz, sinto informar, mas esse caminho não gera resultados extraordinários. Se quiser se destacar você vai precisar entregar mais do que os outros estão costumados a receber. Isso é o que nos diferencia dos demais. 


Um abraço,

Simara Rodrigues 

terça-feira, 16 de maio de 2017

Organize sua vida da mesma maneira que organiza as suas viagens




"Organize sua vida da mesma maneira que organiza as suas viagens" - E assim, dias atrás, levei um pequeno soco no estomago numa manhã de treinamento. 


Já perdi as contas de quantos treinamentos participei esse ano. Isso porque, em cumprimento ao que estabeleci para a minha vida nos próximos 10 anos exigirá de mim mais disciplina, foco, conhecimento e resultados assertivos. Talvez por isso esse treinamento foi tão significativo. 

Por N motivos ano passado tive uma mudança de mindset e resolvi fazer diferente do que vinha fazendo, ou seja, trabalhar menos e ter mais resultados. 

Quando ouvi a palestrante falar sobre organização de viagens me identifiquei imediatamente. Em partes porque uma das minhas maiores motivações é viajar. 

Começo a organização de uma viagem ainda no avião, de volta para casa. Sou tão apaixonada em planejar minhas viagens que muitos meses antes já tenho tudo pronto: Escolha do destino, passagens pagas, programação, dicas, hotéis, locação e etc. Até mesmo quando o plano é não ter planos, como na última viagem, eu acabo planejamento o básico. 

Naquele dia fiquei pensando sobre o assunto. "Organizar a vida como organizo minhas viagens". Por que é tão prazeroso organizar uma viagem e nem tanto a nossa vida? por que buscamos desculpas para procrastinar nossa carreira, nossa saúde, nossas realizações pessoais, nossas finanças, o encerramento de um ciclo, a abertura de um negócio, a mudança de emprego, de relacionamento, de vida? Por que não planejar a vida da mesma forma? com prazos, roteiros, companhias, paisagens e entretenimento? 

Algumas pessoas podem dizer: "Simara, o futuro a Deus pertence. Não podemos controlar o destino". Acontece que planejar a vida não significa controlar cada passo e viver como um robô autoprogramado. Planejar significa saber onde estamos, aonde queremos chegar e como chegaremos - perceba que é exatamente como organizar uma viagem. 



Com base nessas reflexões, compartilho algumas dicas que podem ser úteis: 

Reserve um tempo para pensar: Quando você decide viajar imagino que o primeiro passo seja pesquisar e isso exige tempo para buscar informações. Faço o mesmo ao planejar a sua vida. Reserve um tempo, sozinho, para pensar sobre as possibilidades, oportunidades, GAPs e anseios. Deixe os pensamentos surgirem e anote aquilo que for relevante. 


Determine seus interesses e objetivos: Quando se organiza uma viagem é natural surgir perguntas do tipo: Quero verão ou inverno? praia ou neve? aventura ou sossego? Ao começar o planejamento da sua vida o critério é o mesmo. Verifique quais são seus interesses e veja se estão alinhados aos seus objetivos. Lembre-se que os objetivos podem ser alterados, adaptados ou cancelados - igualmente como em uma viagem - se você perceber que não estão mais de acordo com seus interesses, simplesmente mude a rota. 

Foque no que traz felicidade e paixão: A primeira vez que li o livro "comer, rezar amar" da autora Elizabeth Gilbert, fiquei tão apaixonada por sua experiência que coloquei como meta para a próxima viagem: "Conhecer a Itália exatamente como descrito no livro". Resultado: algum tempo depois lá estava eu na Itália refazendo os mesmos caminhos que a autora descreveu. Planeje os passos que precisará dar para atingir o seu objetivo. É maravilhoso quando nossos sonhos são se tornam realidade. 

Inclua inspiração nos seus pensamentos diários: Sonhar com o dia da viagem e como será cada lugar, cada experiência não é maravilhoso? E que tal se você fizer o mesmo na sua vida. Independentemente da vida estar corrida e com tantos desafios prospecte seus objetivos e os resultados dos seus planos. Mentalize e saboreie cada momento, como se ele já existisse. Além de ser física quântica pura, motiva na busca por melhores resultados. Lembre-se: você atrai aquilo que transmite. 

Seja criativo: Geralmente há muitas formas de atingir um objetivo. Quando decido viajar e o orçamento está apertado logo penso: O que eu preciso fazer para conseguir esse valor? Nessas horas surgem ideias maravilhosas e que me aproximam da minha meta. Quer um exemplo? Anos atrás estava trocando meu veículo e com parte do dinheiro na mão para dar de entrada. Escolhi o carro e passei o valor da entrada no cartão de crédito, que convertido em milhas possibilitou a compra dos bilhetes aéreos. Tente pensar em todas as formas possíveis de criar uma jornada interessante para você. Pensar num plano B pode ser a solução. 

Estabeleça objetivos diários - Adoro pesquisar os lugares que visitarei. Acesso blog, assisto vídeos no youtube, converso com amigos que foram para aquele lugar. Com isso tenho o gostinho da realização regularmente e me ajuda a conseguir estabelecer minhas metas. O mesmo acontece no planejamento da nossa vida. Tente criar objetivos pequenos para que consiga chegar mais perto de seu objetivo principal. 


Mude seus hábitos - Bilhetes comprados, metas estabelecidas, é preciso mudar hábitos. Compras fúteis, saídas necessárias, gastos acima do previsto são um verdadeiro sabotador. Se for necessário, até escondo meu cartão de crédito de mim mesma. Não são poucas as pessoas que vivem reclamando que não conseguem viajar porque "não sobra dinheiro". Essas pessoas geralmente esperam que as soluções para seus problemas caiam do céu. Coincidência ou não o mesmo acontece com o planejamento da vida? Por que alguns "chegam lá" e outros não? Pare de olhar a grama do vizinho e estabeleça a suas próprias metas. Conheço gente que ficou anos comendo marmitinha, mesmo tendo "dinheiro sobrando"  para conseguir comprar o carro dos sonhos. Algum demérito ou futilidade nisso? Eu acho que não. 

Seja planejando uma viagem ou a sua vida, você nunca mais retornará ao mesmo estado mental e espiritual, isso porque sempre há algo novo para aprender e conhecer. Como será essa viagem, aí é você quem estabelece. 

Um abraço e uma boa viagem! 

Simara Rodrigues

segunda-feira, 15 de maio de 2017

Cuidado com o coitadismo na hora de buscar emprego




"Me ajuda, preciso de um emprego, pois tenho filho, meu aluguel está atrasado, meu marido está desempregado, estou desesperada. Meu seguro desemprego acaba esse mês. Estou aceitando trabalhar com qualquer coisa". 


Muito cuidado com textos apelativos no momento de uma recolocação profissional. Em muitas situações só vai atrapalhar. 

É fato que todos nós temos compromissos, contas e obrigações. Mas não podemos usar isso como forma de comoção para conseguir uma vaga de emprego. Sabe por que? Porque ninguém vai indicar, recomendar ou mesmo contratar uma pessoa pelo simples fato dela precisar do emprego. 

Há muitos anos tive o grande prazer de trabalhar com um gestor que me ensinou na prática o que estou dizendo. Certa vez, tarde da noite, fui até sua mesa e disse: "Fulano, preciso de aumento. Não aguento mais pagar cheque especial'. 

Sua resposta foi rápida e precisa: "quando você me apresentar os resultados do seu trabalho e como tem sido a sua produtividade avaliarei a sua situação. Sua conta corrente não é problema meu". #tapanacara #podiaterdormidosemessa. Quase morri de vergonha. 

Depois desse episódio nunca mais precisei pedir aumento para nenhum gestor. Eu apenas apresentava meus resultados, meu comprometimento e minhas contribuições. Afinal, contra dados e fatos, não há argumento. 

Não passe uma impressão de coitadinho. Mostre posição, interesse, postura e ações positivas.

Há gestores mais conservadores que ao se deparar com essa situação de "coitadismo" simplesmente vão deletar qualquer oportunidade, por mais que sua experiência seja a ideal, você será descartado. 

Isso porque as empresas buscam profissionais de alta performance, aqueles "mão massa". Quer buscar um emprego utilizando sua rede de contatos? destaque suas competências, o seu potencial e sua capacidade para contribuir com a empresa. Isso será muito mais importante do que as suas necessidades básicas. 

Um abraço, 

Simara Rodrigues 


domingo, 14 de maio de 2017

Tenha prioridades bem definidas



Outro dia uma amiga, muito querida por sinal, queixava-se por não conseguir entregar em tempo hábil seu TCC - trabalho de conclusão de curso - e teria que postergar sua apresentação à banca examinadora. Eu, de forma muito tranquila e sem qualquer juízo de valores disse: "Não sofra. Semestre que vem você apresenta. Neste não foi sua prioridade". 


Ela imediatamente esbravejou: Como assim não foi prioridade? eu só não tive tempo de finalizar. 

Então disse: "minha amiga, o que quis dizer foi que neste momento você precisou priorizar outras coisas, a exemplo do seu emprego, que exigiu de você uma carga muito maior de trabalho e hora extra, inclusive sábado e domingo para conseguir concluir o projeto. Então ela sorriu e disse: "É verdade. Nesse momento tive que priorizar o trabalho". 

É exatamente isso, nós ao longo do dia, do ano e da vida damos prioridade ao que importa para nós. Observem que quando quereremos viajar, por exemplo, somos hábeis em organizar o roteiro, a compra das passagens, a reserva dos hotéis, reserva de orçamento e etc. 

Outro exemplo é quando a prioridade é investir na carreira. Buscamos cursos, sites, mentores e criamos um planejamento. Prioridade é isso: Saber definir o que é importante para nós. E quando você estabelece as prioridades da sua vida, não há nada que o impeça de seguir. É como fazer dieta. Se sua prioridade for emagrecer, eu te garanto que você será capaz de ir a qualquer evento e manter a sua dieta, porque isso é importante para você. 

O que precisamos definir, e isso só compete a cada um de nós, é: 

Estamos dando prioridade para as coisas certas? para aquilo que realmente importa e vai gerar resultado em nossas vidas? É preciso refletir sobre o valor que damos para as coisas e avaliar o que realmente é prioridade para vencer. 

Eu não sei quais são as suas prioridades, mas serão elas que definirão o seu futuro. 

um abraço, 

Simara rodrigues


sexta-feira, 28 de abril de 2017

Vem aí a Jornada Acadêmica de Secretariado Executivo - UNIP

A Universidade Paulista - UNIP, promove de 02 a 05 de maio a Jornada Acadêmica de Secretariado Executivo. O evento, que será aberto ao público, tem como objetivo promover a aproximação dos alunos com a realidade do mercado de trabalho por meio de palestras, seminários e feira empreendedora. Os temas a serem abordados prometem agregar conhecimentos à todas as áreas de conhecimento e profissões. 


A abertura dos eventos será com a feira empreendedora, no dia 02/05 a partir das 19:00 no Pátio Central da Instituição localizada na SGAS 913 SUL, Brasília, DF. O objetivo da feira é estimular os alunos e interessados em um tema amplamente discutido: O empreendedorismo e as oportunidade de negócio. Durante o evento será possível conhecer empresários, serviços e segmentos e participar de rodadas de negócios que acontecerão simultaneamente e de acordo com a programação. 


No dia 03/05 a partir das 19:00 acontecerá no anfiteatro da Instituição a palestra com a psicóloga Stela Lobato que abordará o tema Inteligência emocional e o impacto no ambiente de trabalho e no Dia 04/05 acontecerá também no anfiteatro da UNIP o seminário de iniciação científica. 


Todos os eventos são gratuitos e aberto ao público


As inscrições estão sendo realizadas diretamente do no site no evento ou a partir dos links abaixo descritos: 






Conheça o site do evento 



PROGRAMAÇÃO DO DIA 02/05/2017 


19:00 Credenciamento
19:20 In​ício da primeira Rodada com ​mesas simultâneas
20h00 Visita aos stands empreendedores
20h30 In​ício da segunda rodada com ​mesas simultâneas
21h10 Mudança de mesa
21h20 In​ício terceira rodada com ​mesas simultâneas
​​22h0 Encerramento


Cada participante escolhe até 03 (três) assuntos de seu interesse e participa das discussões com especialistas em mesas com no máximo 8 pessoas.

saiba mais e conheça os palestrantes 



Mais informações e inscrição: jornadaunip2017@gmail.com